Ir para conteúdo

Olivério

Usuário Growroom
  • Total de itens

    81
  • Registro em

  • Última visita

1 Seguidor

Profile Information

  • Gender
    Male

Últimos Visitantes

1100 visualizações

Olivério's Achievements

Newbie

Newbie (1/14)

75

Reputação

  1. Olá amigos! O lúpulo, assim com a urtiga, são primos bem próximos da maconha mesmo. Só que o lance é a solubilidade da resina e o thc na cerva, que seriam muito baixos para os nossos objetivos...rsrsrsr Tanto que as adições de lúpulo, principalmente quando queremos extrair os óleos que fornecem sabor e e aroma, são bem grandes se for pensar nas quantidades que temos normalmente de maconha. Eu adiciono 100g de lúpulo sem dó nas cervas que faço, agora, da brenfa, seria um tanto, digamos, pura ostentação..kkkkk melhor preparar uma manteiga e servir um pão de alho canabinoico nesse churrasco aí! Grande abraço!!!
  2. E a sociedade que dizem que "deu certo" continua aprisionando milhares de pessoas que manipulam uma planta proibida.

  3. Semeada em 01 de janeiro de 2018. Feliz ano novo, galera!!!

    IMG_2753 para.jpg

  4. Putz, nunca tinha pensado nisso: Ainda há os interesses corporativos dos advogados...
  5. Podes crer, ThiaBo Antes de optar por este processo, dei um estudada e o que pesou na decisão foi justamente um artigo feito por uma associação média que indicava o uso com o azeite de oliva extra-virgem: http://www.cannabis-med.org/index.php?tpl=faq&red=faqlist&id=265&lng=po Dos solventes testados, o azeite resulta a escolha mais ideal para a preparação de óleo de cannabis para a auto-medicação. O azeite é barato, não inflamável nem tóxico, e o óleo necessita de ser aquecido apenas até 100 ° C (mediante colocação de um frasco de vidro contendo o produto em água a ferver durante 1-2 horas). Assim, o sobreaquecimento do óleo não pode ocorrer de modo nenhum. Após arrefecimento e filtração o óleo fica imediatamente pronto para o consumo. No entanto, o extracto de óleo de azeite não pode ser concentrado por evaporação, o que significa que os pacientes precisarão de consumir um volume maior, a fim de obter os mesmos resultados terapêuticos. Eu uso uma panela de arroz, que também não deixa passar dos 100ºC. Também pesquisei e testei o óleo de coco. Mesmo ciente de suas propriedades, continuo com a inclinação pelo azeite por questões práticas (o azeite não solidifica em temperatura ambiente) e pela palatabilidade. Mas na verdade tenho as duas versões.
  6. Apenas um dúvida: No método de extração da resina com solvente orgânico a descarboxilação se faz durante a secagem final (aquecendo-se) ou o óleo essencial deve após a sua obtenção e antes do uso ser descarboxilado?
  7. Camaradas, boa noite. Estou tratando minhas manifestações reumatóides com homeopatia e com canabis extraída com azeite de oliva. Também passei-passo por um evento de surdez súbita no ouvido esquerdo. Os alopatas me desenganaram. O homeopata fez o diagnósstico de que o mesmo problema que me fez parar de andar por quase 2 meses, por dores e inchaço nos dois pés, se manifesta nas articulações dos ossículos de meu ouvido. Sou músico, e isso pra mim é uma dor mais que tremenda. Comecei a usar meu azeite juntamente com a homeopatia e consegui controlar o reumatismo. Tenho conseguido fazer atividades até pesadas, claro que atento às minhas limitações, mas nunca mais senti as dores com a intensidade de antes. Isso me deu mais força ainda para testar o azeite em meu ouvido. Alguem saberia informar a dose que quevo tomar e/ou passar? Fiz um azeite na proporção de 1g/10ml. Tenho controlado a dose usando como referência o grau de psicoatividade que sinto. Ultimente parece que minha tolerância aumentou. Sera que deveria aumentar a dose?
  8. Camaradas, Muito obrigado! Quanta informação de primeira!!! Agora fico muito mais tranquilo para a minha primeira compra.
  9. Demorex,SantoSkywalker!!! Vou atrás dessa Vaporzinho aí... Muito obrigado, camarada!!!
  10. Camarada, muito obrigado pela dica!!! Vc teria alguma informação sobre esse site? http://www.namastevapes.com.br/products/arizer-solo-vaporizer
  11. Olá amigos. Hoje mais uma alegria!!! Estamos conseguindo controlar algo na pele de minha filha, muito próxima ao que foi diagnosticado na minha como psoríase, há anos. Minha filha tem 16 anos e, vencendo aquela má vontade típica de adolescente, passou o preparado que fiz com flores e óleo de coco. Impressionante a melhora. Sem corticoide, sem lucros para a indústria farmaceutica, sem o pixuleco do narcotráfico!!!
  12. Valeu Ganjaxalisto!!! De toda forma fiz alguns ajustes para pelo menos "dificultar" para nossos queridos órgãos repressores...srsrsrs. Grande abraço!
×
×
  • Criar Novo...