Ir para conteúdo

Bogos

Usuário Growroom
  • Total de itens

    604
  • Registro em

  • Última visita

3 Seguidores

Profile Information

  • Gender
    Male

Últimos Visitantes

1331 visualizações

Bogos's Achievements

Newbie

Newbie (1/14)

54

Reputação

  1. 13/08/2015 20h59 - Atualizado em 14/08/2015 08h06 Lutador de MMA é preso no DF por manter estufa para ‘maconha gourmet’ Cultivo de sete tipos de maconha pura tinha até controle de acidez, diz polícia. Estufa ficava em apartamento no Guará; droga era para consumo, diz atleta. Gabriel LuizDo G1 DF A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu em flagrante nesta quinta-feira (13), no Guará, um lutador de MMA suspeito de produzir e distribuir pelo menos sete variedades de maconha. O homem foi abordado enquanto entregava um pacote da droga para um cliente. O comprador fugiu, mas os policiais encontraram toda a estrutura para o cultivo da planta no apartamento do suspeito. Segundo o delegado-chefe da 4ª DP, Rodrigo Larizzatti, o preso usava técnicas de ponta para manter a atividade. "É um especialista, controla até o pH [acidez] do material. Maconha 'gourmet', de tão pura e bem embalada que é", disse. "É a maior apreensão que fizemos em relação à variedade e à estrutura", informou o delegado, na investigação do caso há dois meses.O G1 teve acesso a um vídeo mostrando o momento da apreensão dos entorpecentes (veja vídeo). A estufa funcionava no meio da sala, com um sistema de iluminação, irrigação e ventilação considerados de excelência pela polícia. Todo o material foi apreendido, incluindo fertilizantes, R$ 340 em dinheiro e o carro do lutador, usado para entregar a droga. Maconha e material usado para o cultivo da droga apreendidos com lutador de MMA no Guará, no DF (Foto: Gabriel Luiz/G1) Larizzatti afirmou ao G1 que o lutador alegou que a droga serviria para consumo próprio e que o apartamento só era usado na produção do entorpecente – ninguém morava no local. Segundo o delegado, a rede de clientes está sendo investigada. Até a publicação desta reportagem, a polícia ainda calculava a quantidade total de droga apreendida. O suspeito vai responder por tráfico de droga e pode pegar até 15 anos de prisão. Estufa com plantação de maconha, encontrada em apartamento no Guará, no DF (Foto: Polícia Civil/Divulgação) Fonte: http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2015/08/lutador-de-mma-e-preso-no-df-por-manter-estufa-para-maconha-gourmet.html
  2. Se for pra ver os primórdios do growroom e comparar com agora já deu pra ver a evolução que o fórum e as pessoas focadas na causa conseguiram depois de muito esforço e sonhos, há 13 anos atrás falar de legalização com qualquer um que não fosse daqui era motivo de risos e chacotas e as mesmas pessoas que falamos isso hoje tem uma visão diferente de antes "algumas", espero que quinta o Brasil possa evoluir nos quesitos da proibição de porte, cultivo e medicinal. Uma coisa deveria ser mais certa em relação há legalização seria os impostos, do jeito que tá eu pago mais impostos para os EUA ou a Europa comprando equipamentos e sementes de lá do que pago em imposto aqui no Brasil comprando produtos normais do dia dia, se for por no papel devo ter dado pelo menos 10 mil reais pros gringos só de impostos em 5 anos e isso deveria ser pra melhorar escolas, hospitais, etc no nosso país e não revertido para os gringos, se eu sozinho paguei isso imagine juntando todo mundo que fez algo parecido aqui? Desculpa o desabafo galera mas as vezes dá vontade de largar tudo e comprar um terreno no Uruguai ou Chile, tudo por conta da hipocrisia de quem tem nas mão o controle de melhorar o país! abraço
  3. Estufa de maconha é encontrada na Zona Leste de São Paulo Cerca de 400 mudas foram apreendidas e serão incineradas. Cultivo hidropônico tinha iluminação especial e controle de temperatura. A polícia descobriu uma estufa de maconha em vários cômodos de uma casa no Jardim das Oliveiras, na região do Itaim Paulista, na Zona Leste de São Paulo, na noite de quinta-feira (25). Cerca de 400 mudas foram apreendidas e serão incineradas. Dois irmãos que trabalhavam na residência na Rua Ângelo Estefanini foram presos e o líder do grupo ainda é procurado pela polícia, como mostrou o Bom Dia São Paulo. A infraestrutura preparada para o cultivo surpreendeu a polícia, que encontrou a plantação após receber denúncias anônimas. Os cultivadores colocaram iluminação amarela em toda a residência porque ela favorece o crescimento das mudas. As plantas hidropônicas (cultivadas sem o contato com o solo) estavam em diversos estágios de crescimento. Além das plantas, a polícia apreendeu 8 equipamentos de ar condicionado e aparelhos para medir umidade e temperatura. Foi preciso uma carreta para transportar tudo o que foi apreendido. Os presos vão responder por associação para o tráfico e podem pegar até 15 anos de prisão. *Tem um vídeo no link da reportagem! Fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2015/06/estufa-de-maconha-e-encontrada-na-zona-leste-de-sao-paulo.html
  4. Bogos

    Hidroponia

  5. Onze pés de maconha, dois coletes à prova de balas e drogas foram apreendidas pela polícia na casa de uma adolescente, de 16 anos, na madrugada desta sexta-feira (5) na Serra, Grande Vitória. O menor foi conduzido, com mais dois menores e um homem, para o Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) do município. De acordo com o soldado Moacir Peterle Junior, do Grupo de Apoio Operacional da Polícia Militar, os quatro rapazes estavam dentro de um carro no bairro Manguinhos, em um lugar escuro utilizado para a comercialização de entorpecentes. “Quando nos aproximamos, o motorista tentou sair com o carro mas não conseguiu. No veículo estavam os três menores e o maior, que já foi preso suspeito de homicídios. Além do condutor não ser habilitado, o carro estava com o licenciamento atrasado. Em revista pessoal foi encontrado uma pequena porção de maconha e dinheiro. Ao ser questionado a origem do dinheiro e da droga, ele admitiu que traficava junto com os companheiros”, contou. Um dos adolescentes contou a polícia que na sua casa encontrariam mais do material. Os militares foram até o bairro Feu Rosa, também na Serra, e encontram pedras de crack, maconha, ácido bórico, uma balança de precisão, dois coletes à prova de balas, 11 pés de maconha e balas de revólver já usadas. O veículo que estava com o grupo foi levado para o Batalhão de Polícia de Trânsito da Rodoviário e Urbano (BPRV) de Manguinhos. Fonte: http://g1.globo.com/espirito-santo/noticia/2012/10/policia-do-es-encontra-onze-pes-de-maconha-na-casa-de-adolescente.html
  6. Bogos

    Grow

    Projeto quase completo.
  7. O significado da vida é "viver" se está morto, qual é o sentido? kkkkkkkkk sacanagem galera!! to de volta ao forum, depois de uns 3 anos fora!! um abraço galera
  8. O mais novo é o BonderBraw pra quem não o conheçe os dois trabalhavam e o bonder morava com a mãe dele ainda demos sorte que ele não revelou o grow e o Samba!! ps: po acho que o nick dele era esse não tenho certeza.
  9. Imagino, O Rappa tá tocando umas musicas du caralho!!
  10. olha essa aqui que eu nem sei o nome mas é de um Vaaran do over!!
  11. olha só EUA grampearam Alvorada e Itamaraty; veja entrevista com Bob Fernandes Da Redação em S.Paulo 19/03/2004 - 18h04 Serviços secretos dos Estados Unidos grampearam os telefones do Palácio da Alvorada e do Itamaraty, em Brasília. A informação foi obtida pelo repórter Bob Fernandes, autor da reportagem de capa da última edição da revista Carta Capital, publicada nesta sexta-feira (19/03). Fernandes entrevistou o chefe do FBI no Brasil de 1999 a outubro de 2003, o português Carlos Costa. O jornalista revelou a Paulo Henrique Amorim as principais informações que obteve do FBI. Clique no vídeo ao lado para assistir. ''Carlos Costa não desmentiu nem confirmou se o Palácio da Alvorada e o Itamaraty foram grampeados por agências de inteligência dos EUA. Ele negou que o FBI tenha grampeado, mas deixou subentendido que serviços secretos dos EUA instalaram os grampos'', revelou o jornalista. Bob Fernandes reproduziu para o UOL News os principais momentos de seu diálogo com Carlos Costa. Confira: Bob Fernandes - Essa é uma questão muito delicada. Tenho a informação de que vocês receberam ordens para grampear o Alvorada e o Itamaraty. Carlos Costa - Como você sabe disso?! De quem você recebeu essa informação?! Estou surpreso. Não vou tocar neste assunto. Ponto final. Bob Fernandes - Então o senhor não confirma nem desmente ter recebido a ordem de pôr os grampos? Carlos Costa - Não confirmo nem desminto. Como você verá em nossa conversa daqui por diante, eu já me recusei a cumprir ordens bem menos graves do que esta. Polícia comprada Carlos Costa também revelou que a Polícia Federal brasileira teria sido ''comprada'' pelas agências norte-americanas de segurança. Segundo Bob Fernandes, o ex-diretor do FBI no Brasil afirmou que a polícia brasileira ''pede esmolas para estrangeiros''. As principais operações da PF, de acordo com Costa, seriam financiadas pelos americanos que, desta forma, gozam de nefastos privilégios em território nacional. Fernandes reproduziu na entrevista a Paulo Henrique Amorim os principais trechos de sua conversa com o ex-diretor do FBI no Brasil sobre a polícia brasileira. Veja abaixo: Bob Fernandes - Como são as relações dos serviços secretos americanos com a polícia do Brasil? Carlos Costa - Você se refere à polícia de vocês ou à comprada por nós? Bob Fernandes - Comprada? Carlos Costa - Sim, comprada. Nossas agências doam todos os anos milhões de dólares à polícia de vocês para executar operações vitais. No ano passado, a DEA doou US$ 5 milhões, o departamento de narcóticos doou uns US$ 3 milhões . . . Os EUA compraram a Polícia Federal do Brasil. E há um antigo ditado que diz o seguinte: quem paga dá as ordens. Bob Fernandes - Vocês se locomovem com facilidade no Brasil? Carlos Costa - Com toda a facilidade. Bob Fernandes - Mas o Estado brasileiro não controla a circulação dos agentes estrangeiros em seu território? Carlos Costa - Não controla. Repito: quem paga é que dá as ordens. Não creio que o governo brasileiro tenha noção do quanto sua polícia está infiltrada por nós há anos. A polícia do Brasil não tem autonomia na prática. O jornalista disse que Carlos Costa exemplificou a subordinação da PF aos interesses americanos com o caso de Shalom Weiss, foragido da polícia dos EUA, que estava escondido em São Paulo. ''Ele me contou que requisitou pelo menos quatro delegados na PF para caçar o foragido, que só foi capturado em Viena. Tudo foi pago pelos americanos. Carro, viagem, refeição, tudo. A PF de um país como o Brasil deveria ser capaz de fazer seu trabalho de forma autônoma. A dependência ameaça a soberania'', diz Fernandes. O jornalista disse ter ouvido de Costa que, formalmente, o FBI dá treinamento à PF. Na prática, os americanos pagam o dinheiro das grandes operações da PF. Segundo Fernandes, como a polícia vive uma situação de penúria, a situação favorece a dependência com relação aos americanos. ''A polícia encerrou o ano de 2003 com uma dívida de R$ 58 milhões em contas de água, luz, telefone. Na prática, são os americanos que financiam operações como a Anaconda [que investiga o crime organizado e suas ramificações no judiciário]. É vergonhoso'', julga o jornalista. Bob Fernandes relata que Carlos Costa deixou de chefiar o FBI no Brasil por conta de crescentes atritos com seus superiores. Um deles teria sido a recusa em grampear toas as mesquitas bem como as personalidades mais influentes da comunidade muçulmana do Brasil, após os atentados de 11 de setembro de 2001. ''Ele me disse que se recusou a cumprir esta ordem porque ela é inconstitucional tanto no Brasil quanto nos EUA. Mas Carlos Costa afirmou que não sabe se a ordem foi cumprida à sua revelia'', conta o jornalista. O ex-diretor do FBI, segundo Bob Fernandes, também criticou a Abin (Agência Brasileira de Inteligência), tachando-a de ''órgão sem missão''. ''Para ele, a Abin não faz o que se espera de um órgão de inteligência, que é espionar fora do país. Carlos Costa disse que a Abin faz apenas uma investigação rasteira de figuras de porte médio e do MST'', conta o jornalista. Fernandes informou que Carlos Costa era figura importante no âmbito das agências governamentais americanas. Suas relações pessoais incluem Felix Rodrigues, que contribuiu para a descoberta de Che Guevara. Segundo o jornalista Costa esteve com Rodrigues na posse do presidente americano George W. Bush, na qual o ex-representante do FBI no Brasil também ciceroneou o então governado do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho. UOL
×
×
  • Criar Novo...