Ir para conteúdo

A Milionária Industria Da Cannabis Nos Eua - O Globo


Bas

Recommended Posts

Reportagem publicada na edição deste domingo do Globo pela correspondente Marília Martins mostra que a maconha virou fonte renda municipal nos Estados Unidos.

280_253-maconhatratada1.JPG

Os eleitores de Oakland, cidadezinha perto de São Francisco, encontraram uma solução para melhorar as receitas da prefeitura: taxar o comércio da maconha. Isto mesmo! Desde que se tornou o primeiro estado a legalizar a maconha para fins medicinais em 1996, a Califórnia viu crescer uma indústria que hoje tem seu valor — nos negócios legalizados e nos ilegais — estimado em US$ 17 bilhões por ano. Por isto, os eleitores de Oakland decidiram que já é hora de a maconha legal passar a contribuir para melhorar as finanças municipais, deterioradas com a crise.

— Esta foi uma decisão histórica, que vai ajudar a cidade a se recuperar em tempos difíceis — diz Steve DeAngelo, líder dos produtores de cannabis em Oakland e promotor de uma campanha para convencer agricultores a colaborarem com as finanças municipais.

A cidade teve queda de arrecadação da ordem de US$ 83 milhões por causa da recessão americana e espera levantar pelo menos US$ 300 mil nos negócios de maconha legal do município. Para incrementar o comércio, a Apple acabar de lançar um aplicativo para iPhone, chamado Cannabis, que localiza em segundos pontos de venda e profissionais que ajudam consumidores a obter maconha legal. A base de dados é fornecida pela ONG Ajnag, que defende a legalização da erva.

Opositores da medida, reunidos na ONG Coalition for a Drug Free California, protestaram contra a decisão dos eleitores:

— É incrível que num momento de recessão econômica o município se volte para recolher impostos de uma droga que o país ainda considera illegal. A comunidade não deveria aceitar tornar-se dependente de uma produção agrícola tão discutível — avalia Paul Chabot, líder da ONG.

Para comprar maconha legalmente na Califórnia é preciso ter receita médica e adquirir o produto num dos postos de distribuição autorizados. Aceita-se pagamento com cartão de crédito, e cerca de 3,5 gramas da erva saem por US$ 102, incluindo entrega a domicílio. A maconha é receitada pelos médicos californianos em várias circunstâncias, como, por exemplo, no caso de pacientes com elevado índice de insônia ou para tratar determinados casos de alergia, em que o chá feito com a erva é indicado. O cultivo pelos produtores é fiscalizado pelas diversas prefeituras, e exige-se que a produção seja orgânica, o que eleva a qualidade da erva.

— Para aqueles que têm receita médica, o produto que recebem é de boa qualidade. As lojas são fiscalizadas e as quantidades vendidas da erva também. Ainda existe maconha vendida no mercado clandestino, mas a legalização do produto para uso médico fez com que a diferença de qualidade fosse sensível entre aquilo que é comercializado legalmente e o que se compra de forma ilegal — avalia o promotor Meredith Lintott, do condado de Mendocino, uma das regiões produtoras de maconha legal na Califórnia.

A Apple já vendeu mais de mil aplicativos Cannabis para iPhone e já existem mais de 30 serviços de twitter para informar consumidores sobre as notícias mais recentes da droga. A Califórnia é o estado pioneiro na taxação da maconha legal, mas desde que aprovou o comercio da maconha para uso medicinal, há 13 anos, outros 12 estados americanos já adotaram legislação semelhante.

De início, muitos pacientes foram autorizados a ter uma pequena plantação em vasos domésticos, para consumo individual, mas com o tempo a industrialização foi se impondo. Numa pesquisa feita com 2.500 pacientes de tratamentos à base de maconha na região de Berkeley, em São Francisco, o advogado Tod Mikuriya constatou que mais de dois terços dos pacientes apresentavam melhoria de seu quadro clínico, ligado a doenças de pele relacionadas a condições nervosas alteradas. Há também os chamados clubes fechados, os pot-clubs, que são resenhados por especialistas para atestar a qualidade dos serviços. Um deles, WeedesMaps.com, faturou cerca de US$ 250 mil em um ano de funcionamento.

Vereadores de São Francisco querem agora seguir o exemplo de Oakland. O democrata Tom Ammino, por exemplo, acha que se a mesma lei for aprovada em sua cidade, a prefeitura poderá arrecadar cerca de US$ 349 milhões por ano.

— Esta é uma indústria que está crescendo e chegou a hora de ver os produtores contribuírem para as finanças da prefeitura, especialmente num momento de crise. E o dinheiro poderá inclusive ser usado para ajudar a polícia a combater o tráfico ilegal da erva — avalia Ammino.

Fonte: O Globo

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

De início, muitos pacientes foram autorizados a ter uma pequena plantação em vasos domésticos, para consumo individual, mas com o tempo a industrialização foi se impondo.

Muito legal,muito bonito,e nos growers?a legalização nao pode deixar abertura pra industrialização,e controle da produção por "grandes cooporaçoes",isso alem de tirar o dinheiro do bolso de quem sempre usou,sempre lutou pela legalização,de que mais sofreu com a proibição,e daqueles que cultivam por amor acima de tudo,nós os growers,uma possivel industrialização da produção da cannabis pode afetar a cannabis propriamente dita,especie padrao por exemplo,o exterminio total das ja quase inexistentes mas extremamente valiosas landraces etc...

Os EUA vao ser um modelo,assim como a Holanda é outro,assim como e outros paises Europeus sao outros, nos do Brasil devemos estudar todos e criar um plano de legalização perfeito para o Brasil,sem cometer os erros dos que estao na nossa frente.

Vamos la,que agora esta mais perto que nunca,na minha opiniao mais otimista em alguns anos talvez ja veremos a nossa querida erva,se nao legalizada,pelo menos descriminalizada.

Abracos

Mr.Fishermab

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

mas como realmente tudo gira em torno do dinheiro.

100R$ por alguns becks?? surreal

mas de qq forma é um grande passo

R$ não... US$

Só é esse preço pra quem quiser pagar, quem não quiser, pode plantar, sai bem mais baratinho...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Muito legal,muito bonito,e nos growers?a legalização nao pode deixar abertura pra industrialização,e controle da produção por "grandes cooporaçoes",isso alem de tirar o dinheiro do bolso de quem sempre usou,sempre lutou pela legalização,de que mais sofreu com a proibição,e daqueles que cultivam por amor acima de tudo,nós os growers,uma possivel industrialização da produção da cannabis pode afetar a cannabis propriamente dita,especie padrao por exemplo,o exterminio total das ja quase inexistentes mas extremamente valiosas landraces etc...

Os EUA vao ser um modelo,assim como a Holanda é outro,assim como e outros paises Europeus sao outros, nos do Brasil devemos estudar todos e criar um plano de legalização perfeito para o Brasil,sem cometer os erros dos que estao na nossa frente.

Vamos la,que agora esta mais perto que nunca,na minha opiniao mais otimista em alguns anos talvez ja veremos a nossa querida erva,se nao legalizada,pelo menos descriminalizada.

Abracos

Mr.Fishermab

Penso exatamente como você e torço para que a legalização no Brasil favoreça aos growers.

Acho que nos Estados Unidos o próximo passo será ver esse lado também (o dos growers), afinal o sonho americano é isso ai, fazer valer as opções do individuo.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

De início, muitos pacientes foram autorizados a ter uma pequena plantação em vasos domésticos, para consumo individual, mas com o tempo a industrialização foi se impondo. Numa pesquisa feita com 2.500 pacientes de tratamentos à base de maconha na região de Berkeley, em São Francisco, o advogado Tod Mikuriya constatou que mais de dois terços dos pacientes apresentavam melhoria de seu quadro clínico, ligado a doenças de pele relacionadas a condições nervosas alteradas. Há também os chamados clubes fechados, os pot-clubs, que são resenhados por especialistas para atestar a qualidade dos serviços. Um deles, WeedesMaps.com, faturou cerca de US$ 250 mil em um ano de funcionamento.

Fonte: O Globo

Podem me chamar de chato, mas não foi EXATAMENTE isso que comentei no outro tópico ?

Sobre os rumos que a legalização está tomando?

Cuidado galera. Pessoal sai comemorando, mas quando ve,

a erva tá legalizada servindo aos interesses do BANQUEIROS,

e não dos MACONHEIROS.

Pelo que entendi da reportagem, se eu quiser lá plantar e fumar não vou preso nem nada.

Mas por enquanto né galera. É questão de tempo pra começarem a FECHAR O CERCO, e ir EMPURRANDO os consumidores de Cannabis a SAIREM do auto-cultivo, e irem pra GANJA INDUSTRIALIZADA.

E o Codex alimentarius vem ai, pra acabar de vez com esse lance de usuários plantando em casa, uma maconha "ultra-perigosa" que não se sabe a concentração de compostos medicinais etc.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Na verdade são 100US$ para voce ter a carteirinha, que te da acesso a comprar nos dispensaries.

É como se fosse uma receita médica para o uso de cannabis.

Só o médico pode lhe autorizar a ter essa carteirinha.

Sobre a questão de grandes corporações eu não sei se isso pega com a maconha.

A planta sempre sera cultivada por diversas pessoas, ainda mais se seu cultivo for liberado.

Quem consegue fumar a mesma "marca" de maconha como um cigarro q vc fuma o marlboro, ou o free, ...

Maconha depois de um tempo fumando da mesma te empapuça, e voce já quer fumar outro tipo.

Então acho q essa variedade dificulta um pouco o lance da industrialização.

Sei la, ...

Foda pensar nisso né. Qual será o futuro de nossa erva?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Na verdade são 100US$ para voce ter a carteirinha, que te da acesso a comprar nos dispensaries.

É como se fosse uma receita médica para o uso de cannabis.

Só o médico pode lhe autorizar a ter essa carteirinha.

Sobre a questão de grandes corporações eu não sei se isso pega com a maconha.

A planta sempre sera cultivada por diversas pessoas, ainda mais se seu cultivo for liberado.

Quem consegue fumar a mesma "marca" de maconha como um cigarro q vc fuma o marlboro, ou o free, ...

Maconha depois de um tempo fumando da mesma te empapuça, e voce já quer fumar outro tipo.

Então acho q essa variedade dificulta um pouco o lance da industrialização.

Sei la, ...

Foda pensar nisso né. Qual será o futuro de nossa erva?

Não é porque a souza Cruz tomo o mercado de fumo que não existe fumo sendo cultivado e vendido, vai no interior pelo menos aqui no nordeste toda feirinha rola uns fumo de corda, acho que esse lance de fumo de marca vai ser muito pro futuro e sempre vai haver a opção de plantar em casa. a partir da legalização é claro.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

No Brasil o grower que é grower mesmo vai continuar plantando.

Se fizerem uma legislação coerente até será favorecido, mas se for como lá, que precisa ter carteirinha para comprar ao menos vão tirar os maconheiros da associação desagradável com o tráfico.

Eu pretendo continuar plantando. Acho que pelo menos esse lance de puliça esmiuçando a casa de grower e denúncia de vizinhos fiadasputa vai virar coisa do passado.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Com Todo respeito White Smoke, mas perigoso mesmo é esse seu pensamento. Pelo que você mesmo explicou, uma certa parcela do pensamento político brasileiro acha que se uma determinada idéia vem dos EUA e é apoiada pela Rede Globo, então só pode ser ruim. Parece aquela cena final do Totally Baked em que a maconha é legalizada e o garoto não quer mais fumar porque agora "maconha pertence às grandes corporações". Já estou começando a ficar com medo que a esquerda brasileira que sempre foi simpática à legalização comece a mudar de lado, pois agora quem está interessado nisso são os maconheiros e sim "Os banqueiros".

O principal obstáculo a derrubar é o estigma. Imaginar um futuro onde a maconha seja vendida como cigarro, mas onde os growers sejam perseguidos, me parece completamente absurdo. Teoria conspiratória mesmo.

O que estão acontecendo é muito simples. Se chama consenso. Quando algo é ruim para todo mundo, todo mundo se junta e faz as coisas acontecerem no sentido de mudar. Foi assim com a escravidão em nível mundial, ou com a inflação no Brasil. A proibição da maconha é ruim para todos, pois fortalece o tráfico, gera violência, aumenta o chamado "custo Brasil" e afasta negócios. É por isso, simplesmente por isso, que o pensamento liberal direitista embarcou na idéia. Pense no que poderia ser o Rio De Janeiro sem o tráfico, pense nos milhões que são perdidos no turismo, e em outros negócios. Manter isso para satisfazer a sanha proibicionista dos caretas é burrice, e o mercado financeiro é tudo menos burro, por isso veio pra nosso lado.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

A proibição da maconha é ruim para todos, pois fortalece o tráfico, gera violência, aumenta o chamado "custo Brasil" e afasta negócios. É por isso, simplesmente por isso, que o pensamento liberal direitista embarcou na idéia. Pense no que poderia ser o Rio De Janeiro sem o tráfico, pense nos milhões que são perdidos no turismo, e em outros negócios. Manter isso para satisfazer a sanha proibicionista dos caretas é burrice, e o mercado financeiro é tudo menos burro, por isso veio pra nosso lado.

Nao podemos nos esquecer de que,mesmo com todo o turismo e outros diversos negocios que sao perdidos por conta da violencia na Rio (como o exemplo que vc deu),existe bilhoes de reais indo pro bolso de mega empresarios,politicos,banqueiros,juizes de esquerda e de direita...realmente o mercado financeiro nao é burro,e muito menos é do "bem",eles trabalham pra ganhar grana,se pra ganhar grana eles tenham que "foder" com os growers eles vao fazer isso.

Na minha opiniao o White Smoke(eu tambem ja que compartilho de opiniao similar)nao esta errado em pensar nessa possibilidade.Quem tem que fazer as leis sobre a maconha somos nos,quem usa e luta pela erva...só é "paranoia" pq ainda nao esta acontecendo,e so agente pode garantir que nao nunca vai acontecer...

Abracos

Mr.Fisherman

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Porra cara, vocês estão viajando...

Maior galera planta na California, o cultivo pra quem tem a carteirinha também é permitido cara. Ninguém está sendo empurrado pra fora do auto-cultivo, o Homem-planta mesmo tem a autorização do lado do grow dele...

Lógico que a amioria vai preferir comprar, cultivar cannabis não é pra qualquer um, sempre existirão os acomodados, e nós continuaremos plantando...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

ahahaaha! imagina que doido... rio de janeiro a cidade vira numero UM do turismo mundialis, maconha liberads oh yeah... jah vejo ateh as propaganda brother: :cool BUTTS AND BUDS :cool hehehehe!

tah falando serio, tenho um brother que tah na gringa, tirou a carteira e tal e tah plantando ele e mais uns 4 amigos, eles montaram uma MEGA estufa e fazem o organics deles ali, eh uma comunidade rasta saca, eles moram na califa e eles fumam o que plantam e vendem para os estabelecimento e tal, tiram 4 mil doleta por 1 pound... ou seja tu tem fumo classe A lah nos estabelecimentos legalizados, sao growers que reabastecem eles saca. e tem tb a industrial etc etc...

cara eu acho que devemos ficar de olho na parada da legislaçao quando for a vez do brasil legalizar, se os politicos vao querer foder com agente? provavelmente de alguma maneira eles vao querer o deles e um pouco mais, mas o fato eh, temos que ficar ligados na lei se nosso direito de poder fumar nossa erva sagrada e cultiva-la, se quiser comprar ok, pague o preço, mas o direito de cultivar suas 6 plantas como o exemplo dos estados unidos, tah valendo galera. nao vamos ficar nos estressando antes da hora, mas sempre ligado na situaçao ;)

abraço galera

lee.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Eu acho que a Cannabis legalizada viraria sim um produto conforme sugeriu o White Smoke.

E...?

Na nossa sociedade tudo vira produto, oras. Com a maconha não seria diferente. Com ou sem o apoio da Globo, por exemplo, seria mais um produto se fosse visto como negócio rentável.

Mas eu discordo do White Smoke que isso seja um perigo.

Esse é o único jeito possível dentro da nossa sociedade. Se legalizar, escancarar mesmo, grandes coorporações vão crescer os olhos, sem dúvidas.

Quero que se foda, eu continuaria com a minha plantação.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

a questão não é O QUE,

mas COMO.

Não sou de forma nenhuma contra as MUDANÇAS que devem ocorrer (nas leis, na polícia, nos 'civis', nos paradigmas, e na sociedade como um todo).

Me refiro as mudanças que devem ocorrer para 'consertar' uma grande injustiça. Um grande mal entendido. Uma má reputação contruída propositalmente.

Tudo contra uma PLANTA.

E contra todos aqueles que bebem e desfrutam de sua fonte de Sabedoria, Consciência, Cura, Alimento...

E tenho medo de COMO poderá ser essa legalização que está sendo implementada em alguns países, defendidas em discursos, políticos, etc etc etc.

A simples nomeação de "legalizada" não garante que as coisas estarão boas para NÓS.

Ou seja, depende de COMO será o cenário na prática.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

É mesmo...

se eles legalizarem e tentarem impedir que nós plantemos a erva.. nao vai mudar nada.. eu vou continuar plantando e continuar infringindo a lei! :D ...

entao sigo por aqui tranquilo acompanhando.. o que mudar eu sei que não vai mudar em nada a minha vida.. vou continuar com minhas ervas lá em casa.. inclusive a maconha!

é uma palhaçada tudo.. eu antes acreditava que tinha que me mobilizar e ser revolucionario.. mas a revolucao só acontece quando é conveniente.. qual foi a ultima revolucao de fato que aconteceu no mundo ?

:(

vou é pro meio do mato.. isso é revolução pra mim!! pelo menos na minha vida!

abraço a todos

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Faça login para comentar

Você vai ser capaz de deixar um comentário após fazer o login



Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...