Ir para conteúdo

What Is Cbd?


VadeRsTBull

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

canabidiol.. uma das substancias mais prazeirosas depois da degradaçåo do thc.. dizem que aquelas sensaçôes de panico, submundo, perseguição e todo o tipo de paranoia latente meio que afloram.. nos fumos prensados (street smoke) vendidos nas ruas 90 porcento da sua composicao é cbd. ideal pra surfar mar ultra ressacado, ir no trem fantasma ou na montanha russa. eu curto! transforma qualquer dia cinzento em pura adrenalina. não recomendado pra iniciantes, pois estes costumam dizer que cai a pressao e nunca mais se atrevem a colocar um baseado na boca

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

canabidiol.. uma das substancias mais prazeirosas depois da degradaçåo do thc.. dizem que aquelas sensaçôes de panico, submundo, perseguição e todo o tipo de paranoia latente meio que afloram.. nos fumos prensados (street smoke) vendidos nas ruas 90 porcento da sua composicao é cbd. ideal pra surfar mar ultra ressacado, ir no trem fantasma ou na montanha russa. eu curto! transforma qualquer dia cinzento em pura adrenalina. não recomendado pra iniciantes, pois estes costumam dizer que cai a pressao e nunca mais se atrevem a colocar um baseado na boca

Tá confundindo. CBD é ansiolítico, mais presentes em strains índicas, provocando sensação de chapação corporal, relaxamento e até induzindo ao sono. As sativas possuem mais THC, provocando uma onda cerebral, com pensamento a milhão, sensação eufórica no corpo e na mente, e é esse que pode desencadear alguma reação de paranóia e pânico em algumas pessoas predispostas a isso. O CBD age ao contrário. Já os fumos prensados vendidos por traficantes, 99% são lixo! sem o menor controle de qualidade dos componentes da maconha.

Editado por sapo.Ro
  • Like 3
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Tá confundindo. CBD é ansiolítico, mais presentes em strains índicas, provocando sensação de chapação corporal, relaxamento e até induzindo ao sono. As sativas possuem mais THC, provocando uma onda cerebral, com pensamento a milhão, sensação eufórica no corpo e na mente, e é esse que pode desencadear alguma reação de paranóia e pânico em algumas pessoas predispostas a isso. O CBD age ao contrário. Já os fumos prensados vendidos por traficantes, 99% são lixo! sem o menor controle de qualidade dos componentes da maconha.

Exato, CBD é um dos princípio ativos da maconha que quando ultilizado somente produz a sensação de relaxamento muscular e controle da dor, mantendo a pessoa ainda funcional, ou seja, você não fica chapado.

Eu planto aqui, para meus pacientes, a Harlequin que contém altíssimo CBD e quase nada de THC, uma planta super díficil de cuidar, não produz muito e não tem demanda nas ruas. É uma planta estritamente medicinal.

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Vocês tão confundindo CBD com CBN.

CBD, Canabidiol é um composto que segundo o que eu li serve para balancear os efeitos do thc, que tendem a ser energéticos demais, podendo até causar paranóia, perseguição e tal.

Pessoas em estudos espostas a quantidades de THC puro, se sentem desconfortáveis demais, tem inclusive um vídeo bem legal que já postaram por aqui de uma pesquisa com uma mulher que nunca havia usado, e dão injeções de THC nela, ela fica paranóica, suando frio, não curte nada o efeito e só quer que passe.

Aí no outro dia dão uma dose regular de cannabinóides, com THC, CBD e todos os outros cannabinóides em menores quantidades, muitos cujo ainda se desconhece provavelmente, feitos através da sábia magia da natureza, e a mulher adora, só dá risada, conversa, fala bobeira e curte o barato.

Dizem que o CBD é a parte mais medicinal da erva, inclusive há strains que tem mais CBD do que THC, adoraria saber os efeitos que causa.

Já CBN, Canabinol é um composto produzido após a degradação do THC, esse dizem que é o que tem nos prensados.

Pois todo THC que já ouve naquele fumo já se degradou.

Espero ter ajudado.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

o q eu tenho salvo aqui no pc tirado daqui do forum...

CDB > proporciona um sentimento euforizante pesado porém de curta duração... mais ou menos como quem não fuma (tabaco) e fuma um cigarro, tragando bem fundo... vc vai ficar tonto, talvez enjoado mais por pouco tempo.... os papas do assunto dizem q este é o psicotrópico que nosso sistema nervoso mais rapidamente cria resistência... tb se diz q as experiências desagradáveis com a maconha (tipo pânico e enjoo) são devidas geralmente ao CDB, por isso estas sensações são mais comuns em fumantes novatos...para os fumantes experientes no entanto este componente pode ser prazeroso..

CBN > Têm as características relaxantes da maconha (leia-se chapadonas...)

Bom o THCA é o que está mais abundante neste momento (antes de colher, na etapa final de seu desenvolvimento..) um fumo com muito CBN é geralmente aquele q te dá vontade de não fazer nada.. o CBN tb acaba por se decompor em outros componentes não psicoativos, porém depois dos outros componentes acima citados.. e daí é q vem aquele fumo velho, um pouco chapante e nada euforizante..

No momento da colheita a planta têm mais THCA (pouco ativo) do que THC (muito ativo) têm tb uma parte de CDB (legal pois é bem psicoativo) e uma pequena parte de CBN ( q deixa chapadão) .. quem quizer comprovar isso basta fumar um bud ( de boa qualidade..) recem colhido... provavelmente ele não carburará mas experimentem colocar um um bong ou cachimbo.. vcs irão, provavelmente, ficar levamente euforizados (pela ação do THC) e nada chapados (pois ainda têm pouco CBN).. depois curem corretamente o fumo e tentem comparar as ondas ( se vcs se lembrarem.. )

em algumas especies tem a ver com a cura tb ne..

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Então pessoal, não tenho certeza do que estou dizendo.

Eu fumei um beck de sativa, e provavelmente tinha muito mais THC que Canabidiol, porque senti umas alucinações e um pouquinho perseguição meio desagradavel.

Outro dia resolvi fazer um chá, com água só e não com leite, com a mesma sativa, eu acho que chá com água faz com que só os Canabidiol sejam sentidos, e o THC não fica na água e fica só na erva, então senti um efeito diferente, um pouco de enjoo, e não tive alucinações, mas não senti nenhum efeito muito forte cerebral.

Bom essa foi minha experiencia.

Cheguei a uma conclusão, prefiro fumar umas Indicas pra poder aliviar esse efeito de perseguição, mas curto algumas alucinações também, mas essa foi muito forte.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Então pessoal, não tenho certeza do que estou dizendo.

Eu fumei um beck de sativa, e provavelmente tinha muito mais THC que Canabidiol, porque senti umas alucinações e um pouquinho perseguição meio desagradavel.

Outro dia resolvi fazer um chá, com água só e não com leite, com a mesma sativa, eu acho que chá com água faz com que só os Canabidiol sejam sentidos, e o THC não fica na água e fica só na erva, então senti um efeito diferente, um pouco de enjoo, e não tive alucinações, mas não senti nenhum efeito muito forte cerebral.

Bom essa foi minha experiencia.

Cheguei a uma conclusão, prefiro fumar umas Indicas pra poder aliviar esse efeito de perseguição, mas curto algumas alucinações também, mas essa foi muito forte.

Alucinação??

Como assim brow??

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Alguém me ajuda a desmistificar alguns detalhes que disseram aí.

*) ? Maior quantidade de CBD, é uma característica exclusiva da linhagem Indica ? Ou de raças puras/landraces, independente se for indica, sativa ou ruderalis ?

*) ? Alto nível de THC é exclusivo da linhagem Sativa ?

Pois é, até pouco tempo se pensava que alto teor de CBD se obtinha mais em indicas puras,

porem ultimamente as hibridas tem batido os recordes, li em um forum gringo que as vezes nessas cruzas sai uns fenos ´´mutantes`` que contem bastante CBD e pouco THC...

Um Ex: Strain Harlequin, confira...

  • Classification: Sativa (75%)/Indica (25%)
  • Growing Environment: Indoor Recommended
  • Flowering Time: 60 - 70 days
  • THC Content: Low
  • CBD Content: High
  • Garden Ability: Beginner to Intermediate
  • Medicinal Uses: Pain relief, anti-inflammatory, anxiety

Cannabissearch.com Buzz Rating: The taste is ever-so-sweet with definite fruitiness, with the aroma being thick, sweet and hash-like.

Harlequin is preceded by a Thai cannabis strain, a Swiss one, and a Columbian Gold marijuana strain. While Harlequin is notably low in THC content (lab testing in California showed around 7%), it is considerably high in CBD (usually showing results between 5% and 9%).

http://www.cannabiss...ains/harlequin/

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

afe! valeu Diegrow! o texto que voce transcreveu aqui é um artigo do Marcelo que estava a perdido e que eu resgatei e usei no post QUANDO COLHER (al gusto) clica no link ricco y locco files que lá vc tem melhores informaçôes e fotos, alem do texto integral, que segue:

===================================================================================

escrito pelo growroomzeiro Marcelo, nos idos de 2002-2003,

faz parte do meu post

QUANDO COLHER (al gusto)

http://www.growroom.net/board/gallery/image/93556-18-308522-purrfectcloseupjpg/

vamos ao texto a respeito do assunto

Beleza galera??

Andei vendo uns posts a respeito da cura do fumo..

como faço às vezes gostaria de passar minha experiência

a respeito deste assunto..portanto acendi um e vou escrevendo...

Quando começei a plantar

eu simplesmente colhia no momento certo

( para quem não sabe qual o melhor momento de colher

eu sugiro dar uma olhada nos outros posts específicos deste tema..)

esperava secar (ou às vezes nem esperava ) e fumava..... mais tarde isso se revelou um grande erro..

percebi q meu fumo estava bom mais ainda faltava algo..

começei a consultar um monte de fóruns e mais tarde comprei

um pequeno livro específico sobre o assunto (la importancia del curado - Urtigueras - LCC) ,

que me forneceu todas as respostas para que eu iniciasse minhas experiências com a cura

(nesse lance de plantar maconha só se aprende lendo bastante e experimentando mais ainda... )

.. espero com esse tutorial

convence-los da importância da cura

e passar o método que costatei ser mais eficaz para mim.

A cura é fundamental para conseguirmos

uma maconha de melhor sabor, potência e menos agressiva para nosso pulmões..

além disso com um processo adequado de cura poderíamos,

ao menos em teoria, variar certos aspectos das características psicotrópicas do fumo...

Os cubanos têm os melhores charutos em parte pelo apurado processo de cura que promovem em seu tabaco...

o correto envelhecimento do vinho é um processo parecido com a cura... mas vamos lá..

Na etapa final do desenvolvimento da planta

ela incrementa muito sua produção de resina..

nessa resina se econtram - entre muitos outros componentes - os psicotrópicos cannabinóides...

os principais cannabinóides encontrados nesta etapa são:

o ácido tetrahidrocannabinóico (THCA)

o famoso THC

o cannabidiol (CDB) e

o cannabinol (CBN)... existem outros componetes variantes,

e suas versões ácidas mas eles são em pequena quantidade e portanto irrelevantes para nós..

Seus efeitos aproximandos (considerando-se q cada pessoa tem uma reação diferente...) são:

THCA > não é muito ativo psicotropicamente falando.. têm 10% do poder psicotrópica do THC.

THC > é o componente mais conhecido e responsável pela onda euforizante q sentimos em alguns tipos de maconha.. do tipo querer ir fazer as coisas... ( apesar de estarmos bem loucos e não conseguirmos fazer nada... )

CDB > proporciona um sentimento euforizante pesado porém de curta duração... mais ou menos como quem não fuma (tabaco) e fuma um cigarro, tragando bem fundo... vc vai ficar tonto, talvez enjoado mais por pouco tempo.... os papas do assunto dizem q este é o psicotrópico que nosso sistema nervoso mais rapidamente cria resistência... tb se diz q as experiências desagradáveis com a maconha (tipo pânico e enjoo) são devidas geralmente ao CDB, por isso estas sensações são mais comuns em fumantes novatos...para os fumantes experientes no entanto este componente pode ser prazeroso..

CBN > Têm as características relaxantes da maconha (leia-se chapadonas...)

Bom o THCA é o que está mais abundante neste momento (antes de colher, na etapa final de seu desenvolvimento..) um fumo

com muito CBN é geralmente aquele q te dá vontade de não fazer nada.. o CBN tb acaba por se decompor em outros componentes não psicoativos, porém depois dos outros componentes acima citados.. e daí é q vem aquele fumo velho, um pouco chapante e nada euforizante..

No momento da colheita a planta têm mais THCA (pouco ativo) do que THC (muito ativo) têm tb uma parte de CDB (legal pois é bem psicoativo) e uma pequena parte de CBN ( q deixa chapadão) .. quem quizer comprovar isso basta fumar um bud ( de boa qualidade..) recem colhido... provavelmente ele não carburará mas experimentem colocar um um bong ou cachimbo.. vcs irão, provavelmente, ficar levamente euforizados (pela ação do THC) e nada chapados (pois ainda têm pouco CBN).. depois curem corretamente o fumo e tentem comparar as ondas ( se vcs se lembrarem.. )

Bom aí é q entra a primenra parte de processo de cura que é a Secagem

1. SECAGEM

secagem é o processo de deshidratação da maconha (secagem mesmo.. q tira a agua e deixa ele "carburável").. e pricipalmente de transformação do THCA em THC.... isso se faz deixando o fumo em contato irrestrito com o oxigênio do ambiente.. o problema é q parte do THC se transforma em CBN e portanto o que conseguimos realmnte é aumentar o THC e o CBN ou seja nesta etapa o fumo fica mais euforizante e mais sedante ...

A secagem ideal é obtida da seguinte maneira:

a) corte o caule da planta e a pendure de cabeça para baixo, sem cortar as folhas... isso é util pois as folhas acabaram por cubrir os buds delicadamente, os protegendo de qualquer manipulação externa... lembrem-se q os cristais e as resinas são bastante frágeis e quanto menos as manipularmos melhor...

B) mantenha sua planta no escuro, em um ambiente ventilado (mas sem ventanias...) e seco.. na temperatura ideal entre 18 e 22 C ( é importante não ter uma temperatura cima de 30 C pois isso acelera muito a conversão de THC em CBN e aí teremos um fumo muito chapante e pouco euforizante..)

C) a secagem se dá lentamente... não tenha pressa.. caso esteja na seca compre uma paranga, mais não apresse o processo... NUNCA use fornos ou secadores de cabelo.. sei por experiência própria, q isso é nada mais do q disperdiçar o fumo...

D) o processo está completo quanto o peso de tudo chegou a 25% do inicial... mas têm uma maneira mais prática de verificar.. basta tentar entortar o galho.. se ele quebrar e dentro estiver seco, beleza...

E) não deixe secar demais.. pois um mínimo de humidade (cerca de 10% do peso em água) é necessário para o processo seguinte (cura) mas não deixe húmido demais pois senão vai mofar.. é galera só com o a experiência...

Bom findo este processo manicurem a planta (tirem tudo q não for buds.. fohals e galhos desnecessários.. eu tiro até as folhinhas pequenas..) e passemos para a cura propriamente dita.

2. CURA

Na etapa da cura queremos q a clorofila (q dá um péssimo gosto a maconha e "pega na garganta") e outros componentes se decomponham.. a correta cuar melhora muito o sabor e o aroma do fumo..

A decomposição da clorofila se dá em aproximadamente em 60 dias e a transformação de outros óleos essenciais ( q dão o aroma) se dão em 90 dias.. assim q o processo ótimo de cura leva 3 meses.. mais em uns 50 dias já temos um excelente fumo..

Lamentavelmente neste processo parte do THC oxida tranformando-se em CBN.. com a maconha perdendo assim parte de sua psicoatividade eufórica embora ganhe muito em matéria de sabor... o processo ideal de cura é uma combinação de gosto pessoal, condições ambientais e genética da planta...

Uma boa maneira é ir curando e experimentando um pouquinho, até q se chege ao ponto ou se acabe a paciência...

Durante a cura ocorrem nos buds inúmeras reações químicas o alguma atividade de biosintese.. basta lembrar de como amadurece e depois apodrece uma maçã, mesmo depois de colhida..

Depois de tentar algumas técnicas de cura eu faço assim:

A) Guardo os buds em um recipiente hermeticamente fechado e opaco, preferencialmente aqueles vidros com tampas vedadas com borracha.. como os vidros são translúcidos eu os guardo em uma caixa de papelão ou armário fechado, sem luz...

É importante q o vidro fique cheio até a metade, somente e com os buds sotinhos.. poius assim teremos um pouco de O2 necessário para a cura...

Buds q pegam luz poderão acabar por desenvolver microorganismos anairóbicos q acabarão por estragar o produto final... se vcs deixarem eles com oxig6enio a vontade eles acabarão por envelhecer, oxidando todos os componentes legais... se bem q um pouco de oxigênio é necessário para a cura... a temperatua ideal é de 25 C

B) uma vez por semana abro o vidro dou uma "mexidinha nos buds" e fecho de novo.. isso é importante para renovar o O2 e contribuir p/ quebra da clorofila...

C) caixas de papelão não são indicadas pois elas renovam o ar muito... caixas de madeira, desde q bem fechadas e q a tampa feche bem são boas, mas neste caso encha a caixa de buds (assim teremos menos espaço para o O2, para compensar a renovação pela porosidade da madeira..) e a abra a cada 10 dias... eu experimentei e gostei..

Quando chegar ao ponto, geralmente após umas 6 ou 7 semanas guarde o fumo em pequenos vidros herméticamente fechados e opacos e não os abra mas... e como fumar? já q esles não podem ser abertos

bom abram os vidros somente das quantidades de fumo q vcs vão consumir na próxima semana de guardem os outros sem abrir e sem renovação de O2.. outra opção é guardar pequenas quantidades de fumo em embalagens de filme preto... (sem abrir..) este é, sem dúvida, o melhor jeito de conservar a maconha.. se vcs o expuserem ao O2 depois de chegarem no ponto exato da cura a processo vai continuar, oxidando todo o THC e cagando tudo...

Congelar não é uma boa opção - apesar de diminuir a velocidade da degradação dos canabinóides - pois acaba por deshidratar o fumo, danificando as moléculas que dão o aroma e sabor...

O fumo velho é aquele

q o THC já virou CDB e o CDB já se decompos...

embora mais lentamente q o THC (note q a essa altura o THCA já foi para o caralho..)

Bom e o CBD, aquele q dá pânico, e junto com o THC é o psicotrópico mais legal??

ele se decompõe lentamente... com muito pouco O2 e portanto quase q independente da armazenagem... portanto sentiremos mais os efeitos do CBD em fumos mais novinhos... mesmo se o acondicionarmos corretamente..

Reitero q tudo isso depende de ínumeros fatoras tais como gosto pessoal, e genética das plantas.. mas em linhas gerais é isso...

Espero poder ter ajudado...

Um abraço,

marcelo

==========================================================================================

em linhas gerais..

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Mano

CBD - medicinal , antinflamatorio, aumenta o apetite .....

THC - medicinal , euforico .....o que sempre gostamos

CBN - mantem e prolonga os efeitos de todos os mais de 100 cannabinoids

é mito dizer que THC converte em CDB ......o THC degrada e o CBD mantem ou aumenta apos o ponto

eu planto plantas narcoticas , White Widow ......

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Pois é Maconheirão, muita gente aqui tá viajando! Nada se transforma em nada, são dois componentes da planta que possuem determinados efeitos.

Indicas dominantes - possuem mais CBD e menos THC que causa efeito corporal que chapa, dá sono, tem efeito antialérgico, é muito boa para quem tem epilepsia, insonia...

Sativas dominantes - Posuem mais THC e menos CBD e causa euforia, é mais cerebral, é boa pra quem tem déficit de atênção.

A combinação desses componentes é que faz as diferentes Strains.

E como mensionei antes tem strains como a Harlequin, que não causa efeito cerebral nenhum, ou seja, você fica totalmente ativo, mas o corpo fica relaxado causando alívio da dor e alívio contra espasmos musculares.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Pois é Maconheirão, muita gente aqui tá viajando! Nada se transforma em nada, são dois componentes da planta que possuem determinados efeitos.

Indicas dominantes - possuem mais CBD e menos THC que causa efeito corporal que chapa, dá sono, tem efeito antialérgico, é muito boa para quem tem epilepsia, insonia...

Sativas dominantes - Posuem mais THC e menos CBD e causa euforia, é mais cerebral, é boa pra quem tem déficit de atênção.

A combinação desses componentes é que faz as diferentes Strains.

E como mensionei antes tem strains como a Harlequin, que não causa efeito cerebral nenhum, ou seja, você fica totalmente ativo, mas o corpo fica relaxado causando alívio da dor e alívio contra espasmos musculares.

Concordo, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 weeks later...
  • Usuário Growroom

Pois é Maconheirão, muita gente aqui tá viajando! Nada se transforma em nada, são dois componentes da planta que possuem determinados efeitos.

Indicas dominantes - possuem mais CBD e menos THC que causa efeito corporal que chapa, dá sono, tem efeito antialérgico, é muito boa para quem tem epilepsia, insonia...

Sativas dominantes - Posuem mais THC e menos CBD e causa euforia, é mais cerebral, é boa pra quem tem déficit de atênção.

A combinação desses componentes é que faz as diferentes Strains.

E como mensionei antes tem strains como a Harlequin, que não causa efeito cerebral nenhum, ou seja, você fica totalmente ativo, mas o corpo fica relaxado causando alívio da dor e alívio contra espasmos musculares.

valeu, Luiz!

estava pra te agradecer tuas informações desde o inicio do post

resgatei um texto que era referencia desse assunto há 10 anos aqui no site,

se você quiser discorrer a respeito, fique á vontade, eu aqui sigo aprendendo teus ensinamentos!

boa sorte e good buds a todos!

:)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Grande Ricco y Locco, é nóis irmão.

Pois é eu ví que vc desenterrou aquela informação lá, a parte boa é que provou que tá estudando bastante aqui no GR e tenho certeza que vc vai ter muito sucesso no seu grow!!!

Parte ruim num tem, informação foi atualizada e é isso.

Vlw

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 year later...
  • Usuário Growroom

Salve rapaziada! Estou afastado forum ha um tempo, mas estou voltando agora... Entao, me desculpem se estiver postando no lugar errado, mas busquei bastante e não achei. É o seguinte:

To pra colher umas plantinhas agora... E eu tenho muita ansiedade, então quero uns camarões com menor concentração de THC e maior concentração de CBD (canabidiol)! Sei que varia da strain etc., mas sei também que está relacionado com a maturação dos tricomas.

Como devem estar os tricomas pra eu ter uma concentração maior de CBD, a fim de ter uma planta ansiolítica?! Quase todos âmbar?!

Muito obrigado...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Salve rapaziada! Estou afastado forum ha um tempo, mas estou voltando agora... Entao, me desculpem se estiver postando no lugar errado, mas busquei bastante e não achei. É o seguinte:

To pra colher umas plantinhas agora... E eu tenho muita ansiedade, então quero uns camarões com menor concentração de THC e maior concentração de CBD (canabidiol)! Sei que varia da strain etc., mas sei também que está relacionado com a maturação dos tricomas.

Como devem estar os tricomas pra eu ter uma concentração maior de CBD, a fim de ter uma planta ansiolítica?! Quase todos âmbar?!

Muito obrigado...

A maturação da planta não converge pra uma maior concentração de CBD, e sim de CBN que tem propriedades pra combater a sua insônia tb,

mais pra se conseguir o CBD(o mais indicado pro seu caso) vc tem que achar uma genética rica nele como é o caso da Cannatônic...

:335968164-hippy2:

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

A maturação da planta não converge pra uma maior concentração de CBD, e sim de CBN que tem propriedades pra combater a sua insônia tb,

mais pra se conseguir o CBD(o mais indicado pro seu caso) vc tem que achar uma genética rica nele como é o caso da Cannatônic...

:335968164-hippy2:

Uhnnn... entendi, esse é um debate antigo né.. é que tem muitos lugares q a gnt le q a maior maturação dos tricomas leva a maior quantidade de CBD (se nao me engano, inclusive na biblia)... mas se o CBN vem da degradacao do THC, faz sentido...

To com umas blueberry... sabe da concentração de CBD nela?!

Muito obrigado, camarada!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Olá Growers!

Lí o tópico todo, e foram muitas opiniões. Eu tenho algumas ressalvas pessoais, gostaria de escolher uma strain que melhor me atendesse mas eu fiquei na duvida sobre isso tudo. Tentei entrar em contato com alguns growers pois não sabia onde postar, até que achei este tópico =D

Então, eu estou fazendo alguns planos de começar meu grow e etc, e uma coisa que eu não gosto nem um pouco é daquela sensação de perseguição, paranoia. E eu percebi que isso só acontece as vezes, com determinados tipos de fumo.
Posteriormente lí algo sobre derivados sintéticos, Spice / CBD / CBN, e coisas do gênero que podem ser as responsáveis por essas sensações, e possivelmente posso ter fumado algo deste gênero... sabem como é...
O que eu procuro não é uso medicinal, não tenho problemas pra dormir, não procuro fugir de grande stress, nem tratar nenhuma doença.
O que procuro da planta realmente é: a diversão propiciada, risadas, viajar nos papos, me divertir em alguns afazeres domésticos etc.
O interesse é puramente recreativo.
Eu ví que os senhores entendem um pouco mais da química envolvida nisso tudo e gostaria de saber:
  • É possível sentir uma viagem divertida e ativa evitando os compostos que aguçam essas sensações de perseguição?
  • Qual composto exatamente evitar em um strain pra evitar consequentemente essas sensações de paranoia?
  • Qual o strain ou hibrida pode ser mais indicada para evitar esse tipo de efeito?
Obrigado! Até mais!
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Fala Rike09,

Algumas pessoas tem mais sensibilidade que outras e isso acontece em tudo. No álcool por exemplo, tem pessoas que ficam mal com vodka mas se dão bem socialmente com cerveja, por outro lado há pessoas que preferem whisky e outras que ficam bem com vinho.

Com maconha é a mesma coisa, há pessoas que amam as sativas, outras preferem as indicas, e por outro lado há aquelas que curtem mesmo as híbridas. Isso é você quem vai ter que ir descobrindo de modo consciente.

Mas de um modo geral fuja de maconha do tráfico, essa não tem qualquer qualidade, a colheita é feita precocemente e misturada com plantas machos e fêmeas, é armazenada incorretamente e na maioria das vezes é vendida em estado inicial de decomposição, que pra maioria passa desapercebido, porque não conhece maconha, nunca viu a planta, suas flores, logo também não vai conseguir estabelecer um padrão de qualidade.

Quanto aos compostos, o THC confere um efeito energético, de disposição, que te deixa com vontade de fazer coisas, alegre, muitas vezes critativo e inspirador. Dependendo da concentração, em plantas com menos CBD e mais THC, algumas pessoas podem se sentir confusas, com a cabeça a mil, ou até por momentos de paranóia. Vale ressaltar que o álcool também pode desencadear esses efeitos. Mesmo assim, ao sentir esses efeitos negativos, são sempre passageiros e de todas as substâncias com efeito psicoativo a maconha é de longe a mais segura. Pessoas sob o efeito de álcool perdem a capacidade de auto-avaliação, já pessoas que fumam maconha e mesmo experimentando algum efeito negativo não perdem o senso de auto-crítica e não expõem a perigo outras pessoas, e nem a si próprio.

O CBD por sua vez é ansiolítico, antiemético, relaxa a musculatura. Em algumas pessoas pode gerar efeitos narcóticos, mas nem de perto comparado a morfina ou ópio. O máximo que pode acontecer com alguém mais sensível é capotar na cama e ter uma excelente noite de sono...rss.

Sua pergunta, sobre qual espécie de planta consumir é a pergunta de todos. Se a maconha fosse legalizada a prescrição poderia ser feita.

Ela pode ser eficaz em muitos casos, pode ser usada na depressão, ansiedade, dores crônicas, insônia, enjôo, só pra citar alguns exemplos.

Se você optou por consumir, então plante, cuide você mesmo da sua planta e mais ninguém, pesquise aqui no forum como fazer isso da melhor e mais segura maneira, experimente uma híbrida, depois pesquise mais profundamente as espécies e veja qual se adapta mais a você.

Sites para pesquisar Strains:

http://es.seedfinder.eu/strain-info/Jacky_White/Paradise_Seeds/

http://www.cannabissearch.com/strains/top-dawg/

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Obrigado Saporo!
Sinto profundo respeito e admiração na sua forma de tratar disso tudo!

Vou pesquisar sempre, pode deixar! Consciência em 1º lugar =D


Eu gosto desta parada da "atividade", mas sem excesso... vou dar uma olhada nos strains! Sabe como é, todo grower deseja obter sucesso =D

Obrigado pelas referências!

Paz!
Valeeeu!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Faça login para comentar

Você vai ser capaz de deixar um comentário após fazer o login



Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...