Ir para conteúdo

Ex Presidente Cardoso Anuncia El Fracaso De La Guerra Contra Las Drogas


Percoff

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

Ex presidente Cardoso anuncia el fracaso de la guerra contra las drogas

El ex presidente de Brasil y máximo referente de la Comisión Global sobre Políticas de Drogas, envió este discurso filmado para la apertura del foro “Drogas: un Balance a un Siglo de su Prohibición”, que se realiza en estos momentos en México y que se puede seguir en vivo aquí.

“La violencia y la corrupción asociadas con el trafico alcanzaron tal nivel que las instituciones democráticas y la esencia misma de la vida social están bajo ataque en vario países latinoamericanos”, dice en la apertura del documento fílmico Fernando Henrique Cardoso.

“La políticas represivas basadas en la erradicación de la producción, interdicción del envío de narcóticos y la criminalización del consumo han fracasado” explicó el ex presidente.

“La Comisión Latinoamericana sobre Drogas y Democracia que organicé con los ex presidentes Gaviria de Colombia y Zedillo de México, llegó a una conclusión clara: los programas antidrogas son ineficientes en el mejor de los casos, y contraproducentes en el peor.

La fracasada guerra contra las drogas ha fortalecido el crimen organizado, desestabilizado gobiernos, violando derechos humanos y devastando vidas humanas por todas partes”.

La propuesta de Cardoso se basa en un cambio de paradigma con cinco pilares:

-Dejar de engañarse con que las leyes represivas por si solas protegen a las personas. No lo hacen y no lo harán.

-Fin de la criminalización de las personas que usan drogas pero no dañan a los demás. Las personas dependientes de drogas deben ser tratadas como pacientes y no como criminales.

-Explotar modelos de regulación legal y social de drogas como cannabis, para reducir el poder del crimen organizado y salvaguardar la salud de la gente y la seguridad pública.

-Invertir en información y prevención para desglamurizar las drogas. En ese punto, Cardoso pone de ejemplo las campañas anti tabaco, que demuestran que se pueden cambiar los modelos de comportamiento.

-Direccionar la aplicación de la ley a la lucha contra el tráfico y el crimen organizado.

En junio del 2011 la Comisión Global sobre Políticas de Drogas lanzó un informe en New York reiterando “que la principal medida de éxito debería ser la reducción del daño causado por las drogas a la gente y a la sociedad. El consumo de drogas no aumentó en los país que pararon de enviar a la cárcel a los usuarios de drogas, en tanto que los niveles de violencia, de crimen y marginación social han disminuido”, recordó Cardoso.

Por último, el ex presidente brasilero llamó a los lideres globales y la sociedad civil a “involucrarse en el debate” y “cambiar la percepción del tema”.

El fracaso de la “guerra contra las drogas”, dijo Cardoso, “confirma que tenemos que encontrar mejores políticas”.

Fonte: http://cosecharoja.fnpi.org/cardoso-drogas/

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

apesar de não estar diretamente ligada a essa notícia, acho que é algo a se pensar: a mudança na lei holandesa com a política de banimento do uso de cannabis por turistas é preocupante. Tem gente que acha que já foi proibido, não foi. Mas desde o final do ano passado essas novas regras linha-dura viraram o assunto da vez, em grande parte porque a Holanda é parte da União Européia, mas não segue todas as regras do bloco, por exemplo na questão da cannabis. Pra evitar problemas com a vizinha (poderosa e chata) França foi proibida a venda de cannabis para turistas franceses na região de fronteira (sul da holanda) sendo que na maioria dos locais a venda para holandeses, belgas e alemães está mantida (por enquanto).

Teoricamente até 2013 a proibição vai valer até pra AMSTERDAM, isso mesmo, AMSTERDAM, que (na minha opnião e com certeza de muitos aqui) sempre foi um exemplo de cidade onde as LIBERDADES INDIVIDUAIS são garantidas, como é comum na cultura holandesa, mas em AMSTERADAM isso é a regra primordial, o indivíduo pode fazer de tudo, mas pra tudo tem regra. Ex: usar drogas, cannabis pode, cocaína, LSD, heroína não pode (são as chamadas hard drugs). Ou seja, eles procuram manter um certo mínimo de liberdade ao indivíduo.

O pessoal de Amsterdam é claro está em sua maioria CONTRA essa cartada do governo holandês (que só está cedendo a pressão dos vizinhos) e vale lembrar, a proibição da venda e consumo seria apenas para os NÃO-RESIDENTES no país.

Ficam aqui as dúvidas óbvias se isso não geraria um MERCADO PARALELO em Amsterdam, como já existe infelizmente pras hard drugs, onde alguns locais teriam acesso facilitado a cannabis e a revenderiam aos estrangeiros. Ou se os coffee shops fariam vista grossa, como já fazem com a questão dos 5g por pessoa e tudo bem (mesmo porque não são 5g de bosta de vaca então poucos são tão cabeçudos assim de fumarem mais que isso).

desculpem se o post foi longo, mas acho a notícia (apesar de não ser tão recente) relevante, me deixa triste ver que mesmo em Amsterdam estão querendo dificultar as coisas e jogando os direitos individuais no lixo.

A tal guerra contra as drogas é uma furada, todos sabem disso, quanto mais droga se apreende, mais se ganha com a que não foi apreendida, e todos nós pagamos a conta, e os traficantes ficam ricos com o dinheiro dos usuários. Isso pra não falar na corrupção e outros crimes causados pelas drogas. Por isso os holandeses, com sua idéia de DANO REDUZIDO sabendo que existem pessoas que querem e vão usar drogas, liberaram a cannabis, sendo essa uma alternativa (muito) menos nociva ao indivíduo e à sociedade. É claro que certas drogas JAMAIS DEVERIAM SER PERMITIDAS, incluo aqui bebidas destiladas com alto teor de álcool, pois causam sérios danos em quem as consome e na sociedade, mas é fato que a legalização, ainda que cheia de regras e leis, da cannabis, é o caminho (apesar do governo sucatear a educação pública, o que é sempre um problema).

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Faça login para comentar

Você vai ser capaz de deixar um comentário após fazer o login



Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...