Ir para conteúdo

Uso Da Maconha Contra Depressão


Gotthishigh

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

Olá amigos, estou interessado no uso da maconha medicinal pra tratar a depressão, não quero voltar a usar aqueles remedios que me deixam meio zoado.

Dei uma pesquisada no forum mas não achei nada muiito relevante quanto a isso...

Alguém conhece info sobre isso?

abraços glr

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Também uso pra tratar e posso lhe dizer que uma boa híbrida com dominância sativa vai ter fazer bem

Tenho uma aqui que veio em um mix, não sei que strain é, mas não posso perdê-la porque fez muito bem pra mim.

Fumo ela pra me animar e deixar pra cima durante o dia, de noite depois que chego do trabalho é só Indica

As vezes quando acontece algo de inesperado e desagradável tenho pequenas recaídas, mas me sinto muito melhor.

E sim, ela não me deixa zoado. Meu trabalho exige boa memória e paciência. As vezes fumo e com 30 minutos estou lá no meu trabalho, muito bem disposto e com a cabeça funcionando perfeitamente.

  • Like 7
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Cara eu também tenho alguns problemas depressivos, mas eu não tomo nenhum remédio, porém fumo bastante. As vezes quando o dia ta uma merda ou bateu aquela bad ja preparo a vela pra dar uma aliviada na mente e conseguir levar o resto da rotina...

Mas algo muito importante que sempre vale ressaltar é que caso você use de maneira medicinal, não deixe NUNCA a erva te controlar: ela é o meio pra você se tratar, não a consequência do tratamento. Isso significa que ao menos eu nunca tomo como PRIORIDADE fumar antes dos afazeres. O ruim não é o uso em si, mas a dependência psicológica que a ganja te proporciona por deixar tudo mais interessante de se fazer(ao meu ver claro rs). Uso racional com qualquer tipo de droga sempre é bem vindo :emoticon-0102-bigsmile:

boas carburadas! :joint:

  • Like 5
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Gotthishigh, blz cara?

Fui diagnosticado com depressão. Meu médico me receitou cloridrato de paroxetina 20mg e rivotril.

Tomo a Parox, mas me recuso a tomar rivotril..Cannabis é meu ansiolítico natural!

Dá uma lida no tópico do toledojf ele faz um relato sobre isso.

http://www.growroom.net/board/topic/53646-primeiro-cultivo-porque-como-quando-e-vida/

Boa sorte!

Paz.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 3 months later...
  • Usuário Growroom

Muito interessante esse tópico... Dei uma olhada no link que o Daniel Freitas postou, muito bom, mas ainda preciso de ajuda.

Estou com um problema sério em casa, minha mãe sofre de esquizofrenia há anos, ela melhora mas depois de um tempo tem crises, ela pensa que implantaram um chip nela, que sabem tudo que ela pensa, que estamos sendo observados entre outras viagens.

Já venho passando por momentos muito tristes quanto a isso, desde os meus 7 anos de idade, hoje com 25, já não sei mais o que fazer.

Estou pesquisando pela internet por algum tratamento diferenciado, mas não consigo achar nada com conteúdo concreto que me ajude realmente, em uma dessas pesquisas, acabei entrando nesta página e até fiz o cadastro no fórum com esperança que alguém que possua mais conhecimento, possa me ajudar.

A questão é:

A Cannabis pode ajudar minha mãe?

Se sim, qual o tipo de planta seria bom?

Alguém poderia me indicar medico, site, livro ou qualquer material que possa me ajudar nessas dúvidas?

Já li em alguns lugares, que dizem que a "maconha" pode ajudar pessoas com depressão e esquizofrenia, porém li também que ela é uma causadora ou um gatilho para quem tem tendências, mas nenhum material detalhado, ou que me ajude.

Agradeço desde já.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Muito interessante esse tópico... Dei uma olhada no link que o Daniel Freitas postou, muito bom, mas ainda preciso de ajuda.

Estou com um problema sério em casa, minha mãe sofre de esquizofrenia há anos, ela melhora mas depois de um tempo tem crises, ela pensa que implantaram um chip nela, que sabem tudo que ela pensa, que estamos sendo observados entre outras viagens.

Já venho passando por momentos muito tristes quanto a isso, desde os meus 7 anos de idade, hoje com 25, já não sei mais o que fazer.

Estou pesquisando pela internet por algum tratamento diferenciado, mas não consigo achar nada com conteúdo concreto que me ajude realmente, em uma dessas pesquisas, acabei entrando nesta página e até fiz o cadastro no fórum com esperança que alguém que possua mais conhecimento, possa me ajudar.

A questão é:

A Cannabis pode ajudar minha mãe?

Se sim, qual o tipo de planta seria bom?

Alguém poderia me indicar medico, site, livro ou qualquer material que possa me ajudar nessas dúvidas?

Já li em alguns lugares, que dizem que a "maconha" pode ajudar pessoas com depressão e esquizofrenia, porém li também que ela é uma causadora ou um gatilho para quem tem tendências, mas nenhum material detalhado, ou que me ajude.

Agradeço desde já.

Assista os 2 vídeos que postei neste tópico...

http://www.growroom.net/board/topic/49521-depressao/page-2#entry1141883

Sugiro vc tentar uma soma de dois tratamentos que podem fazer a diferença se levados a sério:

1- Reeducação alimentar rigorosa.

Problemas de saúde quase sempre estão ligados a 2 fatores, intoxicação e deficiências nutricionais(inclusive quem sofre de problemas mentais), geralmente a maioria das pessoas tem os 2 juntos. Comida industrializada em geral deve ser cortada, embutidos, biscoitos, bolos, temperos prontos, etc...

Existem alguns destes alimentos que vc deve fazer uma pesquisa a parte por serem muito prejudiciais pro cérebro, açucar refinado e trigo(e todos os alimentos que tb contém glúten, centeio, cevada e aveia... esses 2 tem grande impacto na saúde do cérebro, são altamente inflamatórios, no caso do glúten muitas pessoas tem intolerância a ele, e o principal sintoma disso são danos neurológicos que acarretam em várias doenças mentais.

Além dos 2 vídeos que indiquei vou postar 2 sobre glúten tb, que quem assistir vai se espantar com a pirocada que tá levando ao comer alimentos a base de trigo.

http://www.youtube.com/watch?v=Qjr_v7jAYy8

Alimentação deve ser o mais natural possível, frutas, verduras e legumes orgânicos, muito alimento cru.

2- Ingestão diária do Hemp Oil.

Estude sobre o Hemp Oil na área medicinal e de cannabis & sáude do fórum,

lá vc vai aprender a fazer o remédio mais poderoso que existe contra intoxicação/inflamação,

ai é montar um grow e esperar as crianças crescerem pra fazer o óleo,

num piscar de olhos vc tá com o Hemp Oil ai pra cuidar da sua mãe...

Abraço.

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Fico muito grato pela força.

A partir de hoje, irei começar a frequentar o forum e adquirir o máximo de conhecimento, vejo que posso levar a serio e que o pessoal aqui presente, realmente é de bem.

Valeu mesmo.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Salve!

Muito bom os vídeos Thiabo... É pra ficar de cara mesmo como um alimento tão consumido faz tamanho estrago....

só para não deixar passar um detalhe importante na sua colocação: "...os alimentos que tb contém glúten, centeio, cevada e linhaça" ..... até onde eu saiba a linhaça não contem gluten.

no vídeo ele coloca como principais alimentos que contem gluten: o trigo, centeio, cevada e aveia.... apesar de haver uma discussão se aveia possui gluten naturalmente ou por contaminação com o trigo...

De toda forma, uma dica para diminuir o gluten é deixar os grãos/sementes de molho na agua por algumas horas... o processo de germinação quebra as proteínas, inclusive o gluten, em cadeias menores, e menos "toxicas".

Alimentação natural, crua, orgânica faz milagres para saúde de qualquer um... a ingestão do óleo não testei, uso a maneira tradicional mesmo, mas acredito no seu poder e tenho curiosidade. Assim que der vo testar tb.

Valeu Thiabo pelas valiosas informações.... quem precisa sabe o valor que tem!

Abraços

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Salve!

Muito bom os vídeos Thiabo... É pra ficar de cara mesmo como um alimento tão consumido faz tamanho estrago....

só para não deixar passar um detalhe importante na sua colocação: "...os alimentos que tb contém glúten, centeio, cevada e linhaça" ..... até onde eu saiba a linhaça não contem gluten.

no vídeo ele coloca como principais alimentos que contem gluten: o trigo, centeio, cevada e aveia.... apesar de haver uma discussão se aveia possui gluten naturalmente ou por contaminação com o trigo...

De toda forma, uma dica para diminuir o gluten é deixar os grãos/sementes de molho na agua por algumas horas... o processo de germinação quebra as proteínas, inclusive o gluten, em cadeias menores, e menos "toxicas".

Alimentação natural, crua, orgânica faz milagres para saúde de qualquer um... a ingestão do óleo não testei, uso a maneira tradicional mesmo, mas acredito no seu poder e tenho curiosidade. Assim que der vo testar tb.

Valeu Thiabo pelas valiosas informações.... quem precisa sabe o valor que tem!

Abraços

Foi confusão minha aqui,

eu troquei a aveia pela linhaça... vou corrigir lá pra não ficar errado a info...

Referente a ingestão do óleo, te garanto que está em outro patamar no que se refere a resposta de cura do organismo, nada chega nem perto do que ele faz....

Abraço.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Já tive depressão, tomei mais de 9 antidepressivos que não fizeram nada.

Dai comecei a procurar por soluções alternativas, já que tinha absoluta certeza que o tratamento tradicional não me traria a cura.

Foram 3 anos de buscas na internet, até que finalmente encontrei algo que de fato me curou.

Tomo cloreto de magnésio diluído em 1,5l de água, normalmente vem em saches na farmácia que vem em 33g.

Além disso, também tomo diariamente 1L de água de kefir, que é a melhor bebida probiótica que existe. Comecei a tomar os probióticos de farmácia, e comecei a me sentir melhor ainda, aí acabei encontrando os grãos de kefir que criam uma água extremamente nutritiva e funcional, enchendo sua flora intestinal de microorganismo e bacterias benéficas.

Quando comecei a estudar a influência dos probióticos no bem estar geral, notei como a psiquiatria é muito reducionista, a visão deles não é nada holística, entendem o corpo como uma maquina, então se falta serotonina o problema deve ser no cérebro né? Mas ninguém nos conta que 95% de toda a serotonina é produzida no intestino. A frase oriental de que nosso intestino é nosso segundo cérebro é real e a cada dia mais aparecem evidências científicas sobre a relação de um bom trato digestivo com probióticos e uma boa saúde mental.

Minha dica seria, tome cloreto de magnésio e compre bons probióticos na farmácia. Ou se quiser, pode me mandar uma MP que te adiciono no grupo onde rola doação de grãos de Kefir e você pede por lá.

Se teve curiosidade sobre a flora intestinal e saúde mental tem um livro excelente sobre o assunto, chama-se "The gut and the psychology syndrome", a autora Dr Campbell apresenta de forma muita interessante a relação da saúde da flora intestinal e saúde mental. É bacana por que ela fez neurociência e depois se especializou em nutrição.

Qualquer coisa me mande um MP, assim conversamos melhor.

Grande abraço e melhoras hermano, sei como é se sentir assim e acreditar que vai durar pra sempre, mas acredite, eu fiquei 3 anos sendo metralhado de remédios e achava que nunca ia passar... mas finalmente encontrei o que precisava, magnésio e probióticos, lhe garanto que nenhum psiquiatra sabe dessas coisas por que infelizmente hoje em dia, em um curso de medicina que tem 6-8 anos, os alunos só tem 3 matérias de nutrição, ou seja, eles só aprendem sobre droga, mecanismos de ação e tudo isso, tudo amarradinho pras farmacêuticas deitarem e rolarem no nosso dinheiro e cagarem pro nosso sofrimento.

Ahhh, esqueci de falar.... No meu caso a Cannabis não me ajudava não, me dava muita ansiedade, mas usei dela muitas vezes pra não ter que utilizar benzodiazepínicos pra dormir...

  • Like 4
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Realmente Davinci, o intestino e a sua flora é uma fronteira a ser expandida na medicina ocidental, já há pessoas que falam em "transplante de flora", ou seja, pessoas saudáveis fornecendo parte de sua flora para pessoas adoecidas.

Acredito piamente na relação entre flora intestinal e felicidade.

Essa da serotonina ser 90% produzida no intestino eu não conhecia, mais uma pro rol dos conhecimentos sobre o corpo

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Já tive depressão, tomei mais de 9 antidepressivos que não fizeram nada.

Dai comecei a procurar por soluções alternativas, já que tinha absoluta certeza que o tratamento tradicional não me traria a cura.

Foram 3 anos de buscas na internet, até que finalmente encontrei algo que de fato me curou.

Tomo cloreto de magnésio diluído em 1,5l de água, normalmente vem em saches na farmácia que vem em 33g.

Além disso, também tomo diariamente 1L de água de kefir, que é a melhor bebida probiótica que existe. Comecei a tomar os probióticos de farmácia, e comecei a me sentir melhor ainda, aí acabei encontrando os grãos de kefir que criam uma água extremamente nutritiva e funcional, enchendo sua flora intestinal de microorganismo e bacterias benéficas.

Quando comecei a estudar a influência dos probióticos no bem estar geral, notei como a psiquiatria é muito reducionista, a visão deles não é nada holística, entendem o corpo como uma maquina, então se falta serotonina o problema deve ser no cérebro né? Mas ninguém nos conta que 95% de toda a serotonina é produzida no intestino. A frase oriental de que nosso intestino é nosso segundo cérebro é real e a cada dia mais aparecem evidências científicas sobre a relação de um bom trato digestivo com probióticos e uma boa saúde mental.

Minha dica seria, tome cloreto de magnésio e compre bons probióticos na farmácia. Ou se quiser, pode me mandar uma MP que te adiciono no grupo onde rola doação de grãos de Kefir e você pede por lá.

Se teve curiosidade sobre a flora intestinal e saúde mental tem um livro excelente sobre o assunto, chama-se "The gut and the psychology syndrome", a autora Dr Campbell apresenta de forma muita interessante a relação da saúde da flora intestinal e saúde mental. É bacana por que ela fez neurociência e depois se especializou em nutrição.

Qualquer coisa me mande um MP, assim conversamos melhor.

Grande abraço e melhoras hermano, sei como é se sentir assim e acreditar que vai durar pra sempre, mas acredite, eu fiquei 3 anos sendo metralhado de remédios e achava que nunca ia passar... mas finalmente encontrei o que precisava, magnésio e probióticos, lhe garanto que nenhum psiquiatra sabe dessas coisas por que infelizmente hoje em dia, em um curso de medicina que tem 6-8 anos, os alunos só tem 3 matérias de nutrição, ou seja, eles só aprendem sobre droga, mecanismos de ação e tudo isso, tudo amarradinho pras farmacêuticas deitarem e rolarem no nosso dinheiro e cagarem pro nosso sofrimento.

Ahhh, esqueci de falar.... No meu caso a Cannabis não me ajudava não, me dava muita ansiedade, mas usei dela muitas vezes pra não ter que utilizar benzodiazepínicos pra dormir...

Davinci, será que o magnésio e probióticos ajudariam em caso de esquizofrenia? Pensei em perguntar ao psiquiatra, mas como você mesmo mencionou: "lhe garanto que nenhum psiquiatra sabe dessas coisas por que infelizmente hoje em dia, em um curso de medicina que tem 6-8 anos, os alunos só tem 3 matérias de nutrição, ou seja, eles só aprendem sobre droga, mecanismos de ação e tudo isso, tudo amarradinho pras farmacêuticas deitarem e rolarem no nosso dinheiro e cagarem pro nosso sofrimento."

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

E ae man,

Não posso lhe dizer sobre esquizofrenia pois nunca estudei a fundo essa condição.

Mas esquizofrenia tende a ser um pouco mais complicado, mas não tenho dúvidas que certamente existe uma dieta selecionada de forma a minimizar os sintomas, teria que correr atrás e buscar esse tipo de info na internet.

O livro que estou lendo se chama "The gut and the psychology syndrome" de repente pode te ajudar. Ainda não terminei o livro, mas se ela citar esquizofrenia nos estudos volto aqui pra postar.

O que é incrível é como as farmacêuticas utilizam do mesmo mecanismo de ação pra tratar várias condições.

Depressão? Tome um recaptor seletivo de serotonina

Ansiedade? Tome um recaptor seletivo de serotonina
Esquizofrenia? Tome um recaptor seletivo de serotonina

Bipolar? Tome um recaptor seletivo de serotonina

Déficit de Atenção? Tome a anfetamina das crianças, Ritalina, que tem o mesmo princípio farmacológico do que a cocaína.

É uma palhaçada. O pior são os médicos de boa fé que não tem nem noção que toda a grade curricular deles é feita pela indústria farmacêutica.

Uma das principais ciências que eram para ser destacadas após o descobrimento do mapeamento do DNA é a Nutrigemônica.

A Nutrigemônica é uma ciência na qual estimula que a pessoa tenham determinada alimentação para que certos gens de doenças - como depressão, ansiedade, esquizofrenia e déficit de atenção - não se expressem, mesmo que você tenham uma pré disposição genética a desenvolver a doença. E por que será que ela não avançou e poucas pessoas sabem dela? Ora, nutrição não traz dinheiro. Previnir que gens ruins se expressem também não traz dinheiro.

Quando temos uma indústria focada em fornecer soluções para as doenças, as chances de levantar grana são inúmeras.

Solucionar a causa ninguém quer, por que não traz dinheiro.

  • Like 4
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 months later...
  • Usuário Growroom

Olá amigos, como vão?

Já há alguns anos leio tópicos aqui do Growroom, mas nunca postei nada. Resolvi postar nesse tópico porque compartilhei no passado do mesmo problema citado por alguns colegas, o da depressão, no meu caso mesclada com problemas de ansiedade. Depois de muito esforço e mudanças na minha vida, me considero hoje recuperado de ambos os problemas, mas continuo me cuidando muito para que eles não voltem. Foram anos pesquisando e testando alternativas, muitas das quais se provaram mal sucedidas - logo posso falar, dentro da minha experiência, sobre o que funciona ou não.

A própria Cannabis posso dizer que foi o meu veneno em um primeiro momento, mas acabou se tornando uma aliada mais recentemente. Os meus problemas iniciais de ansiedade tiveram a ver com o consumo exagerado de maconha inapropriada (alto THC) e de má qualidade (prensada), mas também tiveram relações c/ excesso de cafeína, tendências a exagerar no trabalho, dieta ruim, sedentarismo e etc. São vários os caminhos que levam à depressão. Posso dizer que eu já tinha uma tendência para a ansiedade/depressão e que isso foi ressaltado com o exagero no beck de rua. Passei alguns anos sem fumar, fiz vários ajustes na minha vida (explico abaixo) e recentemente voltei a fazer uso da Cannabis, mas primordialmente de forma medicinal, na maioria das vezes fazendo sucos das flores e folhas de Indicas com alto CBD ( leiam aqui http://www.naturalnews.com/035759_cannabis_juicing_health.html ). Fumo bem ocasionalmente, mas procuro não depender da planta e me garantir com outras alternativas. As Indicas são boas opções para depressão/ansiedade, mas não existe solução mágica. A estrada da depressão é longa e pedregosa, mas com tempo e esforço é possível encontrar alternativas sustentáveis para enfrentá-la. Mas ressalto que é preciso atacar por várias frentes.

Para mim, a mudança na alimentação foi a mais importante. Esse foi a mudança de estilo de vida que verdadeiramente me ajudou a superar a depressão e a ansiedade de uma vez por todas. Grande parte das nossas doenças surgem por conta dos nosso estilo de vida pouco saudável, principalmente de hábitos alimentares ruins. Uma boa nutrição pode melhorar muito ou reverter a maior parte dos problemas psicológicos, e digo isso por experiência própria. Há cerca de dois anos adotei uma dieta vegana saudável e realmente me sinto outra pessoa. Cortei todos os alimentos de origem animal e também os processados, e tento fazer uma dieta primordialmente de frutas e verduras orgânicas no seu estado in natura (ou seja, cruas), com um reforço de alguns alimentos cozidos (pré-bióticos) e de nozes, castanhas e grãos germinados. Trata-se da Alimentação Viva ou Crudivorismo, como chamam essa linha aqui no Brasil, ou Raw Veganism fora do país. Para quem se interessar, duas referências de pesquisa nessa área são o médico norte-americano Gabriel Cousens e o brasileiro Alberto Peribanez (que tem um bom livro, 'Lugar de médico é na cozinha').

É interessante pesquisar os alimentos que podem ajudar a aumentar a sua serotonina e o GABA, assim como os aminoácidos que podem ajudar a melhorar o humor, há bastante material na internet sobre isso. Não aconselho tomar suplementos, mas realmente incluir alimentos propícios na alimentação, pois existe uma maior biodisponibilidade de nutrientes ao ingeri-los dessa forma. Também é importante notar para a questão dos probióticos, como comentou o colega que faz uso do Kefir. Os psiquiatras não gostam de lembrar disso, mas 90% da serotonina do nosso corpo é produzida no intestino, então manter a nossa microbiota saudável é vital para equilibrarmos nossa mente e seus humores (tem até um bom livro sobre isso, The Second Brain). Da mesma forma, é importante prestar atenção no equilibrio ácido/alcalino do nosso corpo, já que o corpo tende a se tornar convalecido e ansioso em ambiente extremamente ácido, então é bacana tentar manter o corpo sempre levemente alcalino (para isso, existem alimentos alcalinizantes ou alcalinos, como o limão e a grama do trigo/wheatgrass). Note se sua dieta contém as vitaminas A, complexo B, C, D, E, Cálcio, Ferro, Magnésio, além de gorduras sadias, ômega 3 e 6. Para depressão, é uma boa opção fazer uso do abacate, da linhaça (ou óleo de linhaça) e da própria Cannabis Indica, de preferência batida em sucos e vitaminas e depois coada. Superalimentos como spirulina (propriedades mil) e maca (adaptogênico, ajuda a lidar c/ stress) podem ajudar também. Por fim, para quem quer realmente investir nessa solução através da nutrição,também indico a personalização da dieta através de consulta com um terapeuta de ayurveda, ou ao menos a pesquisa na internet sobre o seu dosha e recomendações alimentares.

Outras abordagens que ajudam a superar a depressão:

Terapia de fala - Ajuda a entender como você chegou a ter o problema que você tem, e como superá-lo.

Exercício físico moderado - Não precisa ser rato de academia, só não ser sedentário já ajuda. Eu pessoalmente corro, atividade que inclusive estimula os nossos endocannabinoides (pesquisem aí 'Runners High', hehe)

Meditação - Ajuda a clarear a mente e tem suporte científico, basta pesquisar que você encontrarão centenas de referências em papers recomendando a prática da meditação estilo 'mindfulness'. Não precisa ser dentro de uma abordagem mística de qualquer tipo, pode muito bem ser totalmente laica, basta focar na respiração calma e fechar os olhos, buscando cessar o fluxo de pensamentos por certo tempo, pode começar c/ algo em torno de meia hora.

Contato com a natureza - A gente não foi feito pra viver em cima de cimento, respirando ar poluído o dia inteiro. O contato com a natureza ajuda a esquecer os problemas e afastar os pensamentos depressivos.

Acho que é isso, galera. Desculpe ter falado tanto. Espero ter ajudado aqueles que vem sofrendo com a depressão e ter dado uma luz quanto a caminhos possíveis para controlá-la. Existem casos de tristeza sazonal que erroneamente são chamados de depressão, mas aqueles que sofrem verdadeiramente da doença tendem a batalhar contra ela por toda a vida, por isso é importante fazermos mudanças positivas no nosso estilo de vida para que ajudemos o nosso corpo a lidar - e eventualmente se livrar - da condição. Sei como é foda passar por isso, mas com o tempo a gente vai aprendendo a domar a fera.

Não adianta acreditar em solução mágica e nem em boa vontade de médico, a gente tem que pegar a nossa saúde com as nossas próprias mãos.

Grande abraço!

  • Like 3
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Para mim, a mudança na alimentação foi a mais importante. Esse foi a mudança de estilo de vida que verdadeiramente me ajudou a superar a depressão e a ansiedade de uma vez por todas. Grande parte das nossas doenças surgem por conta dos nosso estilo de vida pouco saudável, principalmente de hábitos alimentares ruins. Uma boa nutrição pode melhorar muito ou reverter a maior parte dos problemas psicológicos, e digo isso por experiência própria.

Reeducação alimentar bem feita, somada a ingestão diária de Hemp Oil, reverte praticamente q/q problema na minha opinião, só que tem muita gente que prefere continuar doente ou até msm morrer(msm que inconsciente), que sair da zona de conforto, principalmente no que se refere a mudanças radicais na alimentação.

:335968164-hippy2:

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Thiabo eu sou vegetariano e to tentando me aproximar cada vez mais do crudivorismo. tenho algumas dúvidas que acho que você pode tirar:

Tu acha que comendo banana, maçã, tomate, alface, bergamota e cenoura diariamente tá de bom tamanho em questão de frutas/verduras ou eu tenho que adicionar mais coisas? sei que quanto mais variedades melhor, mas pra mim é meio difícil pois nunca fui acostumado a comer muito disso e ja está sendo bem chato pra mim comer essas coisas...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Thiabo eu sou vegetariano e to tentando me aproximar cada vez mais do crudivorismo. tenho algumas dúvidas que acho que você pode tirar:

Tu acha que comendo banana, maçã, tomate, alface, bergamota e cenoura diariamente tá de bom tamanho em questão de frutas/verduras ou eu tenho que adicionar mais coisas? sei que quanto mais variedades melhor, mas pra mim é meio difícil pois nunca fui acostumado a comer muito disso e ja está sendo bem chato pra mim comer essas coisas...

Fala bongado,

Cara uma grande variação no cardápio de comida boa/natural é o que faz as pessoas conseguirem seguir restringindo a grande variedade de porcarias que quer cortar né... se ficar muito pouco recurso, o cara acaba cedendo as tentações né, então o sujeito tem que estar sempre procurando o que somar a dieta, sempre algo que substitua uma tranqueira que vc curtia...

Eu faço uma compra de 60 a 70 reais semanal numa feira de orgânicos aqui que segura minha semana toda de rango, onde tudo é mais barato que em mercado que estão cheios de veneno, eu ainda não parei com carne, de resto cortei quase tudo de tranqueira, carne devo parar quando tiver cultivando toda minha comida, no máximo peixe dai...

Mais os itens que vc cita ai não dá pra eu dizer muito pq não sei se é só isso que vc come o dia todo saca, o mais importante é cortar as porcarias, trocar por alimento saudável e sempre que sentir fome ter algo nutritivo a mão, quanto mais alimento cru o cara comer diariamente melhor, e comer umas 3 ou 4 variedades de frutas todos os dias é o mais indicado.

O mais indicado é montar um prato com mais de 50% da comida crua nas refeições(um dia chego lá).

Pra repor a proteína que vc precisa sem precisar comer carne vc pode tomar leite de alpiste, eu adiciono um punhado castanha do pará e amendoa na hora de bater, fica profissa e de quebra já substitui tb o leite de vaca, vou deixar um vídeo dele pra quem ficar interessado.

:335968164-hippy2:

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Fala bongado,

Cara uma grande variação no cardápio de comida boa/natural é o que faz as pessoas conseguirem seguir restringindo a grande variedade de porcarias que quer cortar né... se ficar muito pouco recurso, o cara acaba cedendo as tentações né, então o sujeito tem que estar sempre procurando o que somar a dieta, sempre algo que substitua uma tranqueira que vc curtia...

Eu faço uma compra de 60 a 70 reais semanal numa feira de orgânicos aqui que segura minha semana toda de rango, onde tudo é mais barato que em mercado que estão cheios de veneno, eu ainda não parei com carne, de resto cortei quase tudo de tranqueira, carne devo parar quando tiver cultivando toda minha comida, no máximo peixe dai...

Mais os itens que vc cita ai não dá pra eu dizer muito pq não sei se é só isso que vc come o dia todo saca, o mais importante é cortar as porcarias, trocar por alimento saudável e sempre que sentir fome ter algo nutritivo a mão, quanto mais alimento cru o cara comer diariamente melhor, e comer umas 3 ou 4 variedades de frutas todos os dias é o mais indicado.

O mais indicado é montar um prato com mais de 50% da comida crua nas refeições(um dia chego lá).

Pra repor a proteína que vc precisa sem precisar comer carne vc pode tomar leite de alpiste, eu adiciono um punhado castanha do pará e amendoa na hora de bater, fica profissa e de quebra já substitui tb o leite de vaca, vou deixar um vídeo dele pra quem ficar interessado.

:335968164-hippy2:

muuuuuito obrigado irmão!! eu costumo tomar o leite de soja, mas vou provar o de alpiste e quem sabe trocar, até porque a soja é transgênico e consequentemente não é aliada á saúde...

Tudo de bom pra ti brother, e segue sempre orientando o pessoal com essas suas dicas que você pode ter certeza que são valiosíssimas!

Bless

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Fala galera,

Além das castanhas e sementes, outra boa opção para repor a proteína, inclusive para os irmãos que querem parar de comer carne, é a spirulina. É possível encontrar em pó ou em cápsulas. Trata-se do alimento com mais teor de proteína entre todos os outros, incluindo as carnes, pois contém cerca de 85% a 95% de proteína digerível. Além disso, é basicamente um suplemento completo, pois contém todos os aminoácidos essenciais, vitaminas, fitonutrientes e minerais, destacando a vitamina B12, betacaroteno, ácido gamalinoleico, ferro e clorofila. Corram atrás disso porque vale a pena, pois ajuda a consertar dietas deficientes e ajuda muito na depressão. É possível misturar em sucos (no caso do produto em pó) ou tomar de duas a três cápsulas por dia, no caso do produto em pílulas. Pessoalmente, senti que o uso da spirulina também ajudou muito a melhorar o meu humor e disposição, além de outros benefícios.

Outras ótimas opções proteicas são as diversas variedades de feijões, a lentilha, o grão de bico, o brócolis, a couve... e por aí vai. Essa história de que carne é necessária para mantermos os nossos níveis proteicos é falácia total, não caiam nessa. Para o irmão que está querendo saber mais da alimentação viva, procure o livro Lugar de Médico é na Cozinha, do Dr. Alberto Peribanez (acho que inclusive tem pra download no Scribd), que é a melhor introdução sobre o assunto. Depois, se quiser sacar umas receitas, procure Alimentação Viva e Ecológica, de Ros'Ellis Moraes, e O Essencial: a arte da gastronomia sem fogão, de David Côte e Mathieu Gallant, ambos guias de receitas vivas.

Grande abraço!

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 month later...
  • Usuário Growroom

Já tive depressão, tomei mais de 9 antidepressivos que não fizeram nada.

Dai comecei a procurar por soluções alternativas, já que tinha absoluta certeza que o tratamento tradicional não me traria a cura.

Foram 3 anos de buscas na internet, até que finalmente encontrei algo que de fato me curou.

Tomo cloreto de magnésio diluído em 1,5l de água, normalmente vem em saches na farmácia que vem em 33g.

Além disso, também tomo diariamente 1L de água de kefir, que é a melhor bebida probiótica que existe. Comecei a tomar os probióticos de farmácia, e comecei a me sentir melhor ainda, aí acabei encontrando os grãos de kefir que criam uma água extremamente nutritiva e funcional, enchendo sua flora intestinal de microorganismo e bacterias benéficas.

Quando comecei a estudar a influência dos probióticos no bem estar geral, notei como a psiquiatria é muito reducionista, a visão deles não é nada holística, entendem o corpo como uma maquina, então se falta serotonina o problema deve ser no cérebro né? Mas ninguém nos conta que 95% de toda a serotonina é produzida no intestino. A frase oriental de que nosso intestino é nosso segundo cérebro é real e a cada dia mais aparecem evidências científicas sobre a relação de um bom trato digestivo com probióticos e uma boa saúde mental.

Minha dica seria, tome cloreto de magnésio e compre bons probióticos na farmácia. Ou se quiser, pode me mandar uma MP que te adiciono no grupo onde rola doação de grãos de Kefir e você pede por lá.

Se teve curiosidade sobre a flora intestinal e saúde mental tem um livro excelente sobre o assunto, chama-se "The gut and the psychology syndrome", a autora Dr Campbell apresenta de forma muita interessante a relação da saúde da flora intestinal e saúde mental. É bacana por que ela fez neurociência e depois se especializou em nutrição.

Qualquer coisa me mande um MP, assim conversamos melhor.

Grande abraço e melhoras hermano, sei como é se sentir assim e acreditar que vai durar pra sempre, mas acredite, eu fiquei 3 anos sendo metralhado de remédios e achava que nunca ia passar... mas finalmente encontrei o que precisava, magnésio e probióticos, lhe garanto que nenhum psiquiatra sabe dessas coisas por que infelizmente hoje em dia, em um curso de medicina que tem 6-8 anos, os alunos só tem 3 matérias de nutrição, ou seja, eles só aprendem sobre droga, mecanismos de ação e tudo isso, tudo amarradinho pras farmacêuticas deitarem e rolarem no nosso dinheiro e cagarem pro nosso sofrimento.

Ahhh, esqueci de falar.... No meu caso a Cannabis não me ajudava não, me dava muita ansiedade, mas usei dela muitas vezes pra não ter que utilizar benzodiazepínicos pra dormir...

- Ba meu nao sabe como me trouxe esperança este post seu mano, sofro de depressão faz um ano e meio mais ou menos, já estive bem pior, e também já estive bem melhor, hoje estou 'bem', mas nao me sinto 100% ainda, a medicação que eu tomo é a mesma desde que comecei a ir ao psiquiatra em abriu eu estava bem, e com isso foi tirado a medicação, eu voltei a queimar o meu de canto e não sei se foi essa a causa da volta, mas continuo queimando na esperança de encontrar uma solução que nao me faça parar de vez com a erva. Hoje eu tomo a medicação novamente, Mas parece que nao tem tanto efeito.

Mano, enfim, se tiver como trocar uma ideia contigo, pra tu me da uma força ai como funciona essas paradas que tu citou se tu poder fazer isso vo te agradecer muito mano, pois eu sei que tu ja teve no meu lugar então sabe o que é se sentir morto vivendo.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Faça login para comentar

Você vai ser capaz de deixar um comentário após fazer o login



Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...