Ir para conteúdo

Ativista Preso Com Cultivo Medicinal Responderá Em Liberdade


biscoito71

Recommended Posts

Ativista preso com cultivo para fins medicinais responderá em liberdade
photo_2015-05-21_15-24-09-1000x666.jpg

Na manhã desta quinta-feira (21), a polícia civil de Maricá, Rio de Janeiro, entrou na casa do advogado Ricardo Nemer, de 40 anos, e encontrou alguns pés de maconha, material de cultivo e mudas da planta. Segundo José Ricardo Oliveira, Chefe de Investigações da 82ª DP de Maricá, o advogado estava em São Paulo na hora da ação, e apenas sua esposa e sua mãe estavam no local. Ao saber da ação policial, o advogado voltou às pressas da capital paulista para se apresentar à delegacia.

Ele prestou depoimento e foi liberado para responder em liberdade. Ricardo Nemer é um ativista conhecido no meio canábico e atende legalmente pessoas que fazem uso medicinal de maconha, como disse em entrevista recente para o jornal Estadão. O delegado Dr. Júlio César Mulatinho que coordenou a operação na casa de Ricardo, afirmou que vai esperar a apuração dos fatos, mas ponderou que o advogado talvez mantivesse a plantação para uso de fins medicinais (assista ao vídeo abaixo). O advogado do Growroom, Emílio Figueiredo, acompanha o caso.

No final de março deste ano, a 6ª Vara Criminal de Santos inocentou da acusação de tráfico de drogas um médico ginecologista e obstetra que plantava maconha em seu apartamento, em Santos (SP). Para a juíza Silvana Amneris Rôlo Pereira Borges, que acompanhou o caso, ficou comprovado no processo que o médico, de 27 anos, plantou a erva para o próprio consumo e fins medicinais e desclassificou o delito para porte de drogas. A apreensão na casa do médico aconteceu em novembro de 2012.

É um momento delicado, mas que pode trazer benefícios para futuros casos semelhantes aos de Ricardo. Ao contrário da lamentável divulgação feita nessa semana pela PF do Distrito Federal no Facebook, exaltando a prisão de um jovem em Brasília por conta de uma estufa com meia-dúzia de plantas, o Growroom destaca o trabalho que alguns agentes da lei vêm fazendo em compreender as obviedades que diferem um usuário -sobretudo para fins medicinais -, de um traficante de drogas.

#liberdadeatodososcultivadores
#legalizeocultivocaseiro
#jardineironãoétraficante
#legalizeamaconhamedicinal

  • Like 37
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Amem, que noticia boa!

Da um pouco de esperança pra gente, bom saber que tem delegado com a minima consciência,

que esta la nao para se promover fudendo com a vida dos outros, mas para fazer o trabalho que ele considera certo!

bom demais, ainda temos irmao presos, mas continuaremos lutando!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

É INCONSTITUCIONAL criminalizar um usuario. Cade a nossa liberdade de escolha e privacidade?? E se um usuario é descriminalizado é total HIPOCRISIA não permitir que o mesmo faça a sua produção propria! Devagar o Brasil esta evoluindo!! Mas infelizmente, e me deixa muito triste, é que ainda tem jardineiro preso. #Liberdadeaoscultivadores!!

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

muito bom, cheguei do almoço no trabalho e li a notícia no update, fiquei desanimadão... meia-hora depois, chegaram as boas novas com gostinho de virada aos 45 do segundo tempo

parabéns!

:emoticon-0137-clapping:

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

UHUUUUUUUUUUU, que alegria!!!

Não sei nem como expressar minha alegria.....

PARABENS GROOWROOM

Orgulho em fazer parte da casa, e em conhecer pessoalmente o irmão.

Abraço

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

http://g1.globo.com/rj/regiao-dos-lagos/noticia/2015/05/defensor-da-legalizacao-da-maconha-advogado-e-denunciado-por-cultivo.html





21/05/2015 16h45 - Atualizado em 21/05/2015 16h45



Defensor da legalização da maconha, advogado é denunciado por cultivo

Polícia apreendeu cerca de 30 pés que estavam em casa de Maricá, no RJ.
Ricardo Nemer já defendeu consumo medicinal no Senado.




Do G1 Região dos Lagos


img_5033-1024x644.jpgPés de maconha foram encontrados em casa de advogado (Foto: Romário Barros / Lei Seca Maricá)
Cerca de 30 pés de maconha foram apreendidos na casa de um advogado em Maricá (RJ), em uma operação da Polícia Civil, na manhã desta quinta-feira (21). Ricardo Nemer, de 40 anos, é conhecido por defender a legalização e o uso medicinal da droga. Os policiais chegaram ao local, no bairro Morro do Clan, após uma denúncia. O advogado estava em viagem a São Paulo na hora da abordagem, mas já se apresentou à 82ª DP nesta tarde.
11296989_10202936614536077_1952924755_o.Livros e material de cultivo também foram
apreendidos (Foto: Romário Barros / Lei Seca Maricá)

Segundo o chefe de investigação, inspetor José Renato Oliveira, na casa do advogado também foi encontrada uma estufa, além da droga pronta para o uso, sacos de adubo e livros sobre o uso medicinal da erva e história da maconha no Brasil.
Ativismo
Em uma audiência pública no Senado, em setembro de 2014, o advogado aparece defendendo o consumo da planta e se opondo à distribuição do CBD (canabidiol) pelo SUS. "Imagine um remédio que vem importado pra cá, que só pessoas com poder aquisitivo podem ter e pessoas de baixo poder aquisitivo, que plantam sua maconha, vão presos para a cadeia. É muito importante mostrar que maconha não é uma ampola, maconha é uma planta", fala Nemer em um vídeo gravado na audiência.
11297084_10202936614616079_870784724_o.jAdubo e maconha já pronta para consumo também foram encontrados (Foto: Romário Barros / Lei Seca Maricá)

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Faça login para comentar

Você vai ser capaz de deixar um comentário após fazer o login



Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...