Ir para conteúdo

A massa cinzenta e a maconha


lixeiro300

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

Alô irmão,

Em 10/7/2016 at 05:19, lixeiro300 disse:

Alguém sabe algo sobre a relação do uso constante e a diminuição da massa cinzenta no cérebro??

Isso é um mito, uma balela que inventaram pra gerar repercussão na opinião pública e tentar desistimular o consumo.... Eles fizeram uma vez um estudo com macacos para comprovar isso, e aplicavam nos macacos doses gigantescas. Ao fim do estudo, os danos causados aos pobres animais não comprovaram a teoria, mas a repercussão continua atuando no inconsciente coletivo.

https://erowid.org/plants/cannabis/cannabis_myth8.shtml

http://www.mit.edu/~thistle/v13/2/myths.html

 

valeu, boas!

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Grey Matter Changes Associated with Heavy Cannabis Use: A Longitudinal sMRI Study (2016)

"A falta de diferenças significativas na alteração do volume de matéria cinzenta entre jovens adultos com consumo pesado de Cannabis e controles saudáveis ao longo do tempo sugere que o consumo de Cannabis não reduz volumes regionais de matéria cinzenta nesse período. As correlações negativas transversais entre os volumes do lobo temporal medial e severidade do consumo de Cannabis podem ser o resultado do consumo pesado de Cannabis antes da idade adulta (com dano maximizado antes do início do atual estudo) ou representar um fator de vulnerabilidade (genética) que já estava presente antes do início do estudo ou antes mesmo do início do uso de Cannabis. Estudos futuros devem abordar essas hipóteses em projetos prospectivos em indivíduos que nunca tenham sido expostos à Cannabis antes do início do estudo."

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Alô irmão,

14 horas atrás, lixeiro300 disse:

Foda é ver médico indo na Rede Plim falar que a diminuição da massa cinzenta é um dado real, comprovado, expondo medo a população..

Isso que me motivou perguntar aqui, muitos sites br's confirmam a tal tese do médico aí..
 

Rapaz, o que tem de informação falsa e boato rolando nessa intenção de querer maldizer a cannabis... Dá uma olhada, por exemplo, naquele link que postei acima onde tem uma série de mitos da maconha (em inglês)

O lance é procurar as fontes da informação e/ou os artigos cientificos de verdade. Essa de "ouvi falar" hoje em dia já não qer dizer muita coisa. Até porquê a gente sabe o que eles querem justificara com essas falsas informações, falso moralismo, etc...

 

valeu, boas!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

O médico devia estar baseando sua opinião tendenciosa em estudos mais limitados, isso é, incapazes de avaliar se as reduções de matéria cinzenta em áreas cerebrais temporais são causadas pelo consumo de Cannabis, ou se o consumo de Cannabis é uma consequência de reduções de matéria cinzenta em áreas cerebrais temporais. O que esse estudo longitudinal recente sugere é que existe uma associação entre consumo de Cannabis e reduções de matéria cinzenta em áreas cerebrais temporais, mas que não existe causalidade.

"A falta de alterações significativas no volume de matéria cinzenta entre os grupos ao longo do tempo sugere que o consumo de Cannabis (>5 anos) durante o final da adolescência e início da idade adulta não altera a morfologia da matéria cinzenta. As correlações transversais negativas entre os volumes do lobo temporal medial e severidade do consumo de Cannabis sugere que alterações na matéria cinzenta relacionadas ao uso de Cannabis já estavam presentes antes do início do estudo, e não pioraram após o uso contínuo ao longo do estudo. Por outro lado, não pode ser descartado que essas correlações de matéria cinzenta já estivessem presentes antes do início do uso de Cannabis, e possam representar um fator de vulnerabilidade para o uso pesado ou dependência."

"Se esses menores volumes de matéria cinzenta em regiões cerebrais temporais são uma consequência direta do uso de Cannabis, isso significa que somente aqueles com os padrões mais severos de consumo de Cannabis vão sofrer reduções de volume de matéria cinzenta, e que essas reduções não pioram com uso pesado contínuo após uma certa idade (20 anos)."

"No entanto, a falta de associações longitudinais entre (variações) no consumo de Cannabis e mudanças no volume de matéria cinzenta ao longo do tempo faz com que seja improvável que as diferenças transversais no volume de matéria cinzenta sejam o resultado do uso pesado de Cannabis. Uma outra explicação é que os resultados transversais representem um fator de vulnerabilidade para o desenvolvimento de problemas relacionados com o consumo de Cannabis (incluindo a incapacidade para controlar a quantidade de uso)."

Esse estudo longitudinal também cita suas próprias limitações que precisam ser consideradas. Para conclusões mais definitivas sobre causalidade (ou falta de) é necessário um estudo longitudinal com um grupo de indivíduos que nunca tenham sido expostos à Cannabis antes do início do estudo. Além disso, o período de seguimento do estudo não cobriu o início da adolescência, e portanto seus resultados não definem se os achados são o resultado do uso pesado de Cannabis antes do início do estudo, ou se são o resultado do efeito contínuo de um fator de vulnerabilidade que já estava presente antes do início do estudo ou antes mesmo do início do uso de Cannabis.

Sendo assim, a atual literatura científica sugere que embora não exista uma ligação causal entre consumo de Cannabis e reduções de matéria cinzenta em áreas cerebrais temporais, o inverso é verdadeiro; pessoas com reduções de matéria cinzenta em áreas cerebrais temporais são vulneráveis a desenvolver um consumo habitual de Cannabis, e quanto maiores são as reduções, maior é o padrão de uso. 

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Faça login para comentar

Você vai ser capaz de deixar um comentário após fazer o login



Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...