Ir para conteúdo

Maconha + Medicamentos = ?


mauricio666

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

Putz Need, situação bad mesmo, nem se culpe por ficar assim, pressão de todos os lados não é mole não...

Agora é trabalhar pra voltar a colheita, e eleger uma strain pra fazer um cultivo em massa, pra garantir um bom estoque antes de voltar as pesquisas em busca da strain que melhor se encaixa.

Agora é tentar diminuir ao máximo esse tempo de rivotril, pra facilitar na hora de interromper.

Estou na torcida por ti, Força aí!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

ae Need, Força Irmão....

vou contar minha esperiencia com tarjas pretas...

desde os 19 anos tinha problemas pra dormir, fumo desde os 15, mas sempre sativas cultivadas aqui no interior do meu estado, conclusão - naum dormia e ficava pirado a noite inteira... isso perdurou ateh os 23 (hoje tenho 30) qd conheci os tarja pretas, através de um psiquiatra... comecei com Lexotan... me dei mal... ressaca do kct... depois dormonit e frontal... são soniferos, e ao que se propõem fazem bem feito... vc dorme como se estive morto... fiquei com medo... e comecei a usar o rivotril... SANTO REMEDIO... além de usar ele pra ajudar a dormir, faço uso de um anti depressivo.

no começo eu também fiquei preocupado com "TARJA PRETA" mas depois de algumas consultas com bons psiquiatras desencanei... são sete anos de uso... 2mg antes de dormir... qd naum tem, eu durmo lah pra 5 6 horas da manha, e naum fico como louco atras dele e sim atras de uma boa noite de sono... nunca aumentei a dose, nunca fiquei resistente à droga... por isso naum me preocupo mais com ele... e recomendo...

mas estou procurando uma ou mais strains que me ajudem a dormir... jah comprei algumas... to esperando chegar mais duas pra comecar o cultivo...

essa semana comprei um fumo solto aqui... fraquinho... me deu uma brisa boa... dormir sem rivotril... e nem viajei... vou tentar cultiva-lo...

mas cara, soh posso te desejar FORCA... sei o quanto eh complicado naum ter paz de espirito... dormir pensando... acordar pensando... qualquer telefone gera uma expectativa do kct... tenha calma... vah levando como der... to ai pra ajudar... manda as ordens... parcerias e experiencias saum bem vindas...

FORÇA...

[]'s

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Poxa Need, que dureza ein? Força pra você.

Desde que fiquei sem a MINHA maconha(não a do meu colega) tenho tido muito mais problemas para durmir... mas eu havia salvo um budzinho para alguma crise emergencial, e com este bud o relaxamento foi mais fraco q rivotril porém muito mais agradavel.... eu não ficava lesado, apenas mais calmo aceitando as coisas com menos desespero. Hoje me sinto como quando fazia uso regular de anti depressivos ou anti psicoticos, como se tivesse feito um retrocesso incrivel na minha terapia.

Poderia dizer qual é essa strain que tanto te agrada?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Eu não tenho preconceito com tarja preta, apesar da minha familia morrer de medo quando eu tomo 2 comprimidos de rivotril de 0,5g... é ignorancia mesmo, da mesma forma q existe com a maconha.

O Rivotril já funcionou como anti depressivo em alguns momentos, me lembro q no falecimento do meu pai ele deu uma boa segurada não só na angustia como na depressão. Eu estava tomando rivotril na epoca pois ainda não tinha estabilizado um grow decente e era uma epoca q não existia maconha boa aonde moro... até mesmo o traficante falava "ta fumavel".. então pedi um apoio ao meu psicologo que me indicou um colega q receitou o rivotril como S.O.S.

Acho q já falei antes, mas como S.O.S. o rivotril pra mim funciona bem. O meu caso é a bipolaridade... é um problema um pouco diferente que apenas insonia, depressão ou hiperatividade. Para durmir acho q 1,5mg de rivotril é batata agora, porém houve época q tomava Sulpan + Rivotril + Dormonid e não batia. Mas pra se acalmar com sua mãe no hospital com probabilidade de cancer no "aniversário" de 2 anos do diagnostico do cancer do meu pai o rivotril só me deixa menos agitado e mais triste.

Ontem houve uma virada de humor... eu tinha dado mole de deixar a ponta do top bud encostar na parte mais quente do tube por horas.. isso tostou o bud. Depois de 1 semana vi q os outros buds do lado cresciam mas o queimado tava estatico... resolvi tirar e fuma-lo... foi 1/4 de smoking pequena fininha... alem de acalmar elevou meu humor... mas o passar do efeito residual e novas noticias ruins me fizeram ficar hiper-maniaco, "que nem um maluquinho". Infelizmente isso veio misturado com angustia e depressão.

Meu psiquiatra já me alertou que apesar de eu poder tomar a concentração q tomo, evitar tomar repetitivamente pois ai é muito mais facil eu cair em depressão deste jeito.

Essa strain q eu falo é uma de certa forma desconhecida. Ganhei de brinde do Elite Genetics, mas o cara é muito sequelado no mal sentido... quando fui perguntar qual era a strain ele respondeu "Qual foi mesmo o nome q te falei antes" e eu respondi "Voce nunca me disse o nada".... Eu apelidei de Free Med Pheno#2.... tem cheio de goiaba e pelas cruzas q ele faz creio q seja alguma coisa com Chemdawg. A strain q não me ajudou se não me engano é uma dessas pop como White Widow, Jack Herer... não tenho certeza, tenho q confirmar. Mas infelizmente a FreeMed2 só é clone only... quase perdi ela pra spidermites, mas felizmente consegui recuperar e ainda tenho um amigo q ficou responsavel por não deixar o clone morrer.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
Caraca, que bomba!

Foi médico que te passou esse coquetel cara? Combinação explosiva essa!!

Foi receitado e indicado por um psiquiatra.... mas isso faz muito tempo. O pior de tudo era q não batia... claro q isso foi depois de alguns meses(talvez 1 ano) tomando.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
rapaziada, para dormir arranjem uma planta indica e façam dela um haxixe caseiro..

ao desfazerem o haxixe com o calor do isqueiro o THC vai se decompor em CBD .

Daonde você tirou isso ? bem interessante, apesar que parece meio sombrio, se alguem me ver fazendo isso vão achar que é heroina hehhehehehe Mas gostaria de saber mais sobre isso, você tem algum texto de referência ?

Não sei porque mas este processo me soa mais como transformação do THC em CBN que é a degradação do THC. Também tem outra possibilidade.... o calor pode acelerar a transformação de percursores como o CBG, aTHC e etc em THC...

De qualquer forma, qual o processo de haxixe caseiro que você faz ? Tintura ? Charas ? Keif ? Butano ?

Apesar do THC não ser o melhor relaxante, ele tem um fator importante na interação seja com o CBN ou CBD para o efeito desejado aqui.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

po, ontem mesmo tive que tomar um diasepan por causa de uma creise de falta de ar, batedeira que tiver apos fumar meio base noturno, comi, dai 20 minutos ai fui andar de bike no fim da noite e fui fumando, quando chegeui em casa e deu uma falta de ar de leve e uma batedeira normal se for lembrar que exerciocio+erva+digestão acelera o batimento cardiaco

tb vale lebrar q era fim de noite e fuei um base eio groso, de sativa com uma hash caseiro...

mas quando comei a sentir a falta de ar, comecei a ficar nervoso e a coisa foi piorando, fiquei meio deseperado e tive que ir ao hospital e o plantonista disse q era de fundo emocional, crise de anciedade-sindrome do panico (uma tia me disse q tem esses mesmos sintomas)

de fato ando muito ancioso com varias coisas, decisões que tenho de tomar, negócios, relações familiares,...

tomei um diasepan e me acalmei e passou, dormi até umas 11 no outro dia, mas acordei esquisito, meio sonolento...

agora eu to meio q com edo de fumar meus buds e lohgo agora q colhi umas gramas de um bang ótimo, organico e tal...

sera que devo encanar galera ? da pra controlar essa falta de ar incial q senti apenas com a cebeça ? inha tia falou q ela segura a onda facil quando essa crise começa. devo para de queimar meu matinho ?

abraços

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
Evite sativas... só digo isso...

[2]

Notei que há algumas strains que pioram muito meu estado de espírito.

Vou partilhar um pouco da minha experiencia, tentando não me estender. E no meu caso entra muito também na questão da Esquizofrenia.

Nunca fui em psicólogos ou psiquiatras, sempre me auto-analizei, mas sempre de uma perspectiva um tanto quanto supeita (eu sei que outro alguém é que devia me analizar);

Descobri há pouco que eu sou totalmente depressivo, devo ter uma depressão crônica que se estende há datas não rastreáveis, creio que próximo aos 3 ou 4 anos de idade..

Tenho tendencias familiares a esquizofrenia e depressão. Creio que sou esquizofrênico, mas sou bem controlado em relação a isto e por enquanto não pretendo me tratar.. A esquizofrenia praticamente está enraizada em meus genes. Mas em relação a isso, creio que a maconha não teve uma influência negativa, pelo menos não quando eram ervas não domintantemente sativas.

Descobri que não posso fumar sativas, elas me deprimem total, começo a ficar triste com tudo e querer saber só de diversão e mais nada. Ou seja, aqui entra um pouco de mania e psicose, e entra no quadro típico de psicose/mania/depressão, ou PMD.

Bem, direto ao ponto, hoje em dia, quase que por sorte, descobri uma que estou fumando e que me deixa 100% de boa com a vida, que é a White Widow do Dutch Passion. Esta erva me deixa pra cima e praticamente cura meus problemas. Ela não é muito couchlock, mas melhora bastante minha PMD. Fico bem por mais de um dia quando fumo ela, coisa de uns 3 dias melhor (o efeito benéfico chega a se estender por uma semana, quando começo a ficar mal de novo e sentir falta), e tento manter este ritmo, 1 a 3 doses a cada 3 dias. Minha vida praticamente mudou.

Fica aqui a dica, acho que esta planta é mágica. De todas as que fumei, foi a melhor no sentido de cura psicológica. Se saber de outras tb, não me deixem de contar!

Não sei bem se o que funciona são as indicas, porque não me agradam muito aquelas plantas lariquentas.. Mas há strains específicas que me deixam bem e outras que me deixam péssimo!

Só sei que eu tenho que ficar distante, ou tomar muito cuidado com a Amnesia Haze do Soma... E creio qe as sativas em geral são perigosas pra mim. A Nevilles Haze também é péssima pro meu humor.

Abraço

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Dio, bom que achou uma variedade que te cai bem.

Além do tipo, acho importante cada um descobrir a quantidade ideal para sí. Para mim é sempre pouco, tipo um, dois tapinhas pela manhã para começar o dia mais inspirado... E/Ou a noite para namorar, levar um papo com minha mulher, ver um filme ou brincar com minha enteada...

Uso Frontal pela manhã (0,5gr) todos os dias. Minha psicóloga que também é psiquiatra diz que não há problema algum no uso continuado e contíguo do remédio e da cannabis.

Depois de uma batida de trabalho de uns dois meses, cheio de pressão em cima e algumas insatisfações em casa tive uns dois ataques de pânico. Reforcei o Frontal e parei com a erva, pois já sei que só posso fuma se estiver numa boa. Já tive muita bad trip. Estou dando um tempo mas aos poucos vou fazer uns testes, pois o caminho era substituir o frontal...

Uma erva que sempre me fez bem, apesar de sativa é a Thay Haze Skunk fumada em pequenas quantidades. As vezes meio tapinha... Aí espero para ver o efeito. Começo a me sentir mais leve e a vida vai entrando nos eixos sem dar lezera, taquicardia etc. Para quem gosta de ìndicas recomendo a Speed Queen (Mandala). Cultivo rápido e onda bem gostosa, tranquila, meditativa.

Estou curioso com a Strawberry Cought (Dutch Passion). Alguém já fumou essa? Eles (os produtores) dizem que é especial contra ansiedade...

Need, força aí irmão. Isso que você está passando é barra pesada e não fique grilado de usar os medicamentos com orientação médica.

Exercícios físicos são sempre bem-vindos. Natação é excelente. Caminhar, bicicleta... ou então um saco de pancadas... Tentar manter uma prática dessas é uma boa.

Abrs e sorte a todos.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
Para quem gosta de ìndicas recomendo a Speed Queen (Mandala). Cultivo rápido e onda bem gostosa, tranquila, meditativa.

Estou curioso com a Strawberry Cought (Dutch Passion). Alguém já fumou essa? Eles (os produtores) dizem que é especial contra ansiedade...

Need, força aí irmão. Isso que você está passando é barra pesada e não fique grilado de usar os medicamentos com orientação médica.

Exercícios físicos são sempre bem-vindos. Natação é excelente. Caminhar, bicicleta... ou então um saco de pancadas... Tentar manter uma prática dessas é uma boa.

Abrs e sorte a todos.

Obrigado ae pelas dicas de strains. A Strawberry da DP é uma strain q venho correndo atraz, porém parece q a SC original é uma racy sativa, mas a da DP é diferente. Em contrapartida já disseram q a SC da DP não é muito boa geneticamente, sei lá... meio instavel. Como é caro d+, não quis arriscar ainda.

Eu não encando em tomar remedio tarja preta, eu me encano em ficar sem tratamento, ainda mais tratamento adequado. Os exercicios... realmente fico devendo. Mas sei os beneficios que traz, dificil é consciliar isso com meus hábitos diários, tem vezes que nem consigo dar atenção as minhas plantas. Era legal quando eu estava desempregado, acordando cedo, tocava violão e ia nadar... isso era uma boa terapia... Aproposito, não toco raul seixas nem cazuza nem nada do tipico tocador-de-violão, não venham achar q sou bixo grilo ou coisa do tipo :P

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

galera

fui ao medico e foi diagnosticado com uma depressão, comecei a dois dias com pondera, 10mg, to sem fumar desde então, acho q o lance de fumar é oq o sibanc disse, meio tapinha e ja era, tava fumando uns baseados sozinho, mas com toda essa pressão ultimamente minha cabeça não ta mais segurando, conforme for suspendendo o pondera e as pressões volto a dar uns tapas.

need,

cara, violãozinho pela manhã e natação não há terapia melhor !!

seja cazuza ou paco de lucia, dedilhar as seis cordas e depois dar umas braçadas faz bem pra alma, corpo, mente.... tudo!

a proposito, logo depois de fumar uma base pela manha a uns dias atras comecei a ter a tal falta de ar/taquicardia, mas respirei fundo, sentei na cama, peguei o violão e mandei ver num trecho de litle wing, foi batata, coração desacelerou, respiração melhorou muito... acho q preciso de umas feria pra esses surtos irem embora de uma vez !

melhoras a todos nós!

abraços

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
galera

fui ao medico e foi diagnosticado com uma depressão, comecei a dois dias com pondera, 10mg, to sem fumar desde então, acho q o lance de fumar é oq o sibanc disse, meio tapinha e ja era, tava fumando uns baseados sozinho, mas com toda essa pressão ultimamente minha cabeça não ta mais segurando, conforme for suspendendo o pondera e as pressões volto a dar uns tapas.

need,

cara, violãozinho pela manhã e natação não há terapia melhor !!

seja cazuza ou paco de lucia, dedilhar as seis cordas e depois dar umas braçadas faz bem pra alma, corpo, mente.... tudo!

a proposito, logo depois de fumar uma base pela manha a uns dias atras comecei a ter a tal falta de ar/taquicardia, mas respirei fundo, sentei na cama, peguei o violão e mandei ver num trecho de litle wing, foi batata, coração desacelerou, respiração melhorou muito... acho q preciso de umas feria pra esses surtos irem embora de uma vez !

melhoras a todos nós!

abraços

O que aconteceu com você me fez pensar bastante. O impacto que o forum tem nas pessoas. Comentários, opiniões e até recomendações. Por mais que estudemos, por mais que saibamos o que funciona com agente.... É uma questão complicada de ética. Fico pensando nos médicos quando perguntados num irc/msn/orkut sobre um problema de saúde respondem que não fazem consulta online....

Por mais que eu veja que o problema no teu caso foi a strain(inclusive estava escrevendo um texto sobre o assunto baseado em pesquisas) me sinto culpado... não sei se temos o direito de falar disso, pois nem médicos somos...

Me sinto um tanto quanto culpado pela sua crise de anciedade, pois apesar de ter alertado sobre a questão da sativa, eu levanto a bandeira do uso medicinal da maconha que não é um remédio muito simples de lidar... existem tantos fatores que alteram a qualidade medicinal, desda strain, a doença/condição, a forma de administração, genética, histórico familiar....

Espero que você fique bem, que se trate com um psiquiatra competente que irá indicar o melhor tratamento.

Mas não posso deixar de comentar que realmente tem strains que provocam taquicardia e outros sintomas desagradaveis que você mencionou... mas não leve isso muito a sério, um psiquiatra irá lhe guiar melhor. Se quiser saber mais sobre essas coisas, de uma pesquisada em material academico e converse com seu psiquiatra.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

brother need,

não se sintra culpado por nada cara, no meu caso sei oq causa essa depressão/anciedade, é questão de me livrar das preocupações e aprender a lidar com isso, seu conhecimento na area canabica (medicinal), apesar de vc dizer que não é de nivel médico, garanto que é maior que muitos medicos, até maior que o da inha médica e ao contrario do que pensa me ajudou muitoi a entender oq ta se passando comigo, não deixe de compartilhar esse seu precioso estudo sobre o tema com os usuários deste forum.

e outra, oq vc fez foi um palpite via internet q dificulta uito uma opnião específica, quem deve ponderar se devo seguir os conselhos ou não sou eu e se alguém deve se sentir culpado pelo meu estado, novamente sou eu.

parabéns pela atitude pioneira de se informar/tratar sériamente com canabis, pois se até nos paises onde o uso medicinal é permitdo as informações são escassas, imagine por aqui... tem que ter muita disposição pra o fazer.

agradeço imensamente seus toques !

forte abraço

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

need, a proposito

me diga onde acho os tres titulos literários que paerec nas fotos de seus tópicos e qual o preço de cada um, to lendo o livro do cris conrad, posso estar enganado, mas as informações parecem meio " diz que me diz" em alguns trechos, não acha ?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
need, a proposito

me diga onde acho os tres titulos literários que paerec nas fotos de seus tópicos e qual o preço de cada um, to lendo o livro do cris conrad, posso estar enganado, mas as informações parecem meio " diz que me diz" em alguns trechos, não acha ?

Bem... ainda estou refletindo sobre todo o caso... mas obrigado pelas "palavras de consolo".

Legal esse livro do Chris, não conhecia... normalmente eu prefiro procurar livros acadêmicos pq supostamente eles não seriam moralmente tendenciosos(o proibicionismo tem um cunho moral muito forte).

O livro sobre Cannabis Sativa L. e Substancias cannabinoides em medicina é um livro um tanto quanto restrito pois não foi posto a venda, ganhei ele de um amigo que também esta na luta. Ele é sobre um congresso. Se você procurar aqui na parte de cannabis medicinal vai achar o PDF dele, mas já soube q alguns sebos tem ele pra vender. O Cannabis e Saude Mental você compra na saraiva online ou qualquer livraria destas... é um livro novo, deve estar completando 1 ano agora. O do Cervantes(aquele verde grandão) foi emprestado e já não esta mais comigo, porém é facil de achar online.

O próximo livro que quero comprar é um q é mais de 100 dolares(quanto mais acadêmico, mais caro), então to cuidadosamente observando meu orçamento e minha lista de compras pra ver quando vou poder compra-lo... talvez possa pedir de aniversário hehehehhehe mas entre os livros que estou de olho são estes: http://www.amazon.com/s/ref=nb_ss_b_0_10?u...efix=Cannabinoi

Fora isso existe o Google Scholar que você consegue achar bastante coisa... infelizmente a maioria só da o Resumo/Abstrato e muitos PDF com o texto completo tem sido retirado do ar para o publico geral... então teria q morrer em 30 dólares pra comprar o PDF ou fazer parte de uma instituição acadêmica conveniada.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Bom, growlera, eu ando bastante afastado do Grow, mas conversando com o mano Need, eu pediu que eu viesse ler e dar uma opinião.

Primeiro eu devo dizer que nunca gostei de tomar remédio, de tipo nenhum. Não é que não tome, mas não gosto de prolongar o uso. Sempre achei (mesmo que ”por dentro”) remédios são para uso esporádico: Usa-se para curar algo e interrompe o uso.

Por este motivo eu sempre acreditei que eu era, e sou, curado muito pelo efeito do ”pensamento positivo” (atitude, também).

Há cerca de 2 anos, a empresa em que trabalhava começou a ficar mal das pernas (veio a falir ano passado) e eu comecei a ter algumas crises de pânico. Comecei a acordar após uma, duas horas de sono e não conseguia tornar a dormir.

Como ainda tinha um bom convênio médico, e para aproveitar antes de perde-lo, fui a vários especialistas e fiz uma grande bateria de testes.

Um psiquiatra, o chefe de psiquiatria de uma faculdade aqui próximo, quando falei que estava com dificuldades para dormir, com um pouco de taquicardia, e que há 4 dias não fumava, falou na lata: Melhor voltar a fumar.

Mesmo assim ele me receitou Rivotril. Tomei por 3, 4 dias, e realmente me ajudou a dormir. Mas...

Na verdade, eu estava com uma Pangastrite (o pan é de generalizada, mas não é grave), pois eu tinha habito de ficar horas sem comer e tomava litros de café, e ia fazer almoço de ZÉcultivo, cheio de besteira e gordura, sempre fora de hora e sempre misturado ao trabalho (e o pior, usando a idiotice da gravata).

Outra coisa, nesta mesma semana de doença, estava um calor de cão, aqui em sampa. Isso ajudava. O grow ficava no meu quarto, com 250 de sódio e várias flouors (mais reatores e etc). Tudo isso me ajudou a somatizar e entrar em pânico. um pânico leve, em que se eu não cheguei a pensar em suicídio, sei que tangenciel o fato em meus pensamentos.

Quando soube do resultado pelo gastro, percebi que apenas uma mudança de vida, e hábitos alimentares, me ajudariam.

Hoje eu tenho algumas leves crises de pânico, pois estou há seis meses desempregado. Como sei o motivo (cada vez que vejo o saldo bancário acabando), sei que tenho que relaxar, comer algo leve ( de 2 em 2 horas), e fazer atividade durante o dia (eu trabalho com informática, ficava o dia inteiro parado, sentado em um único lugar).

Nestes quase 2 anos eu perdi 14 quilos (comendo, de 2 em 2h), melhorei minha capacidade física e respiratória, muito, e nunca mais tomei nenhum faixa preta. E fumo umas 10 a 15 bongadas por dia. Cerca de 5 gramas.

E, quanto ao strain¿¿¿ Bom, eu uso fumo comercial, made in favela. Na época que eu fiquei doente, eu tinha uma safra, que começou a andar pra trás, morrer, e eu achando que era um over de vacilo. Ai eu tive que ficar um ano parado. No fim do ano passado, eu reativei o grow, mas descobri que minha mãe tava envenenando as plantas, com água sanitária. De pouquinho em pouquinho. Ou seja, na vez anterior, minha mãe ajudou minha doença, me envenenando com sanitária. Cloro!!!!

Esta safra também saiu bem prejudicada, apesar de eu ter descoberto o truque, duas semanas antes de mudar pra florir.

Assim sendo, eu fumo o mesmo fumo, prensado, às vezes, mofado, etc e tal, de manhã, após o café da manhã e a noite, antes de dormir. de manhã a maconha de deixa desperto. Trabalho, dou aula, participo de reunião. E a noite o mesmo fumo me chapa.

Mais uma vez, só posso atribuir isto ao meu ”pensamento positivo” (lembrei da frase: ”Os idiotas são felizes”, huahuahua).

Outra coisa, eu descobri o motivo das insônias. Eu comia muito a noite e ia dormir estufado. Se fosse carne, então, a noite, ia acordar meio desesperado.

Hoje eu acordo (quando faço a cagada de comer muito ou comer carne muito tarde) ”desesperado” e falo pra mim mesmo: ”Vai se fuder, seu idiota. Tá com vontade de dar a bunda¿¿¿ Vira ai e dorme!!!” :<img src=:'>

Lógico que ajudo com uma respiração ”forçada”, como alguém ai também sugeriu. Uma respiração de ”baixo-ventre” que os Yoges sugerem. Também conhecida por Respiração de cachorrinho, ou respiração de nene (eles respiram com a região do baixa diafragma)

Pra terminar esse amontoado de besteiras, ha muito tempo eu achava que certos alimentos podiam substituir muitos remédios. É que a vida que a gente leva, almoçando nos Kilões da vida, não dava pra seguir. Hoje eu procuro levar isso, a chamada culinária funcional, muito mais a sério.

Espero que alguém possa descobrir seus poderes do pensamento positivo, e que possam deixar de lado certas drogas sintéticas. Elas não são boa, principalmente se não podemos nos afastar delas, certo¿

Abraços para todos e MUITA saúde

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

cara,

por essas e outras que a cada dia mais tenho a certeza de que se a cuca n ta legal, o corpo que padece !

vo correr atras desse material mas agora a grana ta muito curta, isso vai ser mais pra frente, valeu pelos toques need !

abraços

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Então galera, venho dar um relato de uma forma geral, do que estou passando ultimamente.

Sempre fumei sativas, aliás, sou amante delas. Mas ultimamente comecei a me sentir mal, ficava me sentindo mal, cheio de bad's e não conseguia dormir nem por decreto.

Mesmo que eu fumace pela manhã, assim que acordasse e não fumace em mais nenhum horário, a noite, não conseguia dormir.

Isso vem acontecendo comigo a praticamente 1 ano, o que foi se agravando. Tenho flashs rápidos em minha memória, fico escutando coisas, aí eu sento, me desligo do tempo um pouco e passa. Talvez precise de um psiquiatra, mas depois que comecei o meu tratamento cannábico seguido de exércicios matinais isso tudo sumiu.

Tenho estudado muito esse ano, para um concurso, e minha cabeça está constantemente sob pressão, pois eu exijo muito de min, todos falam isso.

Comecei a buscar uma strain que me fizesse dormir como uma pedra durante a noite, e de manhã, me trouxesse boas sensações da natureza, pois sempre faço exercícios ao ar livre. Busquei muitas e muitas strains, mas a dificuldade de ainda não ter um grow só meu, dificulta a realidade de experimentar até chegar ao ideal.

O que posso dizer a vocês, é que encontrei uma strain que me fez dormir e me acordar bem, sem aquela sequela entendem?

A strain é a Tora Bora. Muito boa, estavél, com um vigor indico muito forte. me fez conseguir dormir depois de uns 20~30 minutos.

Consegui outra também, muita gente aqui estava comprando um fumo que todos falavam que só dava sono. Foi então quando pedi as sementes de alguns amigos e comprovei que tem muita strain desconhecida que pode trazer um efeito medicinal maravilhoso, creio que esta tenha um poder medicinal para insonia de uns 85%.

A dica que eu dou é procurar onde menos espera, e se querem uma boa strain para dormir e acordar bem todos os dias, escolham a Tora Bora, existem outras que variam de preço e uso para não criar tolerância e sempre mudar:

Sensi Star, Black Domina, Butterscotch Hawiian, Trainwreck.

Acho que com essas 5 pouca gente vai ter problemas de insonia.

obs: a sensi star coloquei em segundo pois para mim é muito forte, é uma paulada, relaxa completamente, mas minha tolerância é baixa e por isso escolhi a tora bora. Mas se quer a mais forte de todas, comcerteza vai ser a Butterscotch Hawiian, Trainwreck e a Sensi star.

Para curar meu stress procurei bastante também, mas por indicação de um amigo conheci a Heavenly Man, gosto bom, não muito forte, porém fácil de plantar e colher.

E para servir como consolo anti-depressivo escolhi a: Blue Moonshine.

Acho que é isso galera, devido ao título do tópico ainda não tinha vasculhado a fundo tudo isso, mas agora me identifiquei com ele.

Qualquer coisa estou aqui para ajudar.

[]'s

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 month later...
  • Usuário Growroom

Vejo um monte de gente falando que tomou/toma benzodiazepínicos para dormir (rivotril (clonazepan) e família, diazepan, bromazepan, alprazolan, clordiazepoxido, etc). Embora elas realmente fazerem efeito, é muito comum pessoas depois de habituadas a tomar esses medicamentos para dormir terem dificuldade em dormir depois de interromper o uso. Se for pra tomar, sugiro que somente em caso de real necessidade.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 3 weeks later...
  • Usuário Growroom

Antes de mais nada, parabéns aos responsáveis por este fórum!

Mas vamos à minha dúvida:

Tomo Carbolitium e Rivotril pela manhã (de 5 a 8 gotas), Lexapro ao meio-dia, de noite mais Carbolitium e 30 a 35 gotas de Rivotril. Fui diagnosticada com Depressão, Stress, Transtorno Bipolar, Agorafobia e Anorexia Nervosa! (Ufa!!)

Mas como sempre fui hiperativa, tudo isso ainda nao me derruba e não venho tendo muito progresso ao longo do tratamento.

Quando iniciei a medicação cortei o álcool e a maconha, mas de uns 20 dias pra cá voltei a usar maconha no comecinho da noite e "parece" que está me fazendo bem.

Me desligo da depressão e o Stress é ignorado. Fico com a mente mais produtiva, devoro qualquer livro que estiver na minha frente, assisto filmes, viajo na busca do meu "Eu" que foi perdido em meio a essas neuroses todas (ação essa que a medicação parece inibir) e a larica me faz comer o que não como durante o dia.

Enfim, minha dúvida é se há alguma contra indicação em misturar tudo isso, se esta sensação de "fazer bem" é ilusão e passageiro, se posso estar me prejudicando ainda mais... Por que no meu caso eu só consigo enxergar benefícios.

Desde já agradeço!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Penei pra achar um lugar onde eu me sentisse a vontade pra fazer essa pergunta! Que bom que enontrei vcs, parabéns aos responsáveis!

Meu caso é o seguinte:

Tomo Carbolitium e Rivotril (de 5 a 8 gotas) pela manhã, Lexapro ao meio dia e mais Carbolitium e Rivotril a noite (de 30 a 35 gotas). Fui diagnosticada com Depressão, Stress, Agorafobia, Transtorno Bipolar e Anorexia Nervosa.

Quando iniciei o tratamento cortei o álcool e a maconha mas de uns 20 dias pra cá voltei a fumar maconha no comecinho da noite. Desde então tenho notado melhoras no meu quadro! A depressão dá lugar a momentos de atividade onde limpo a casa, cozinho, devoro qualquer livro que estiver na minha frente, o Stress é ignorado por que to concentrada em outras coisas, consigo pensar no meu EU (coisa que a medicação parece inibir) sem me deprimir e a larica me faz comer o que não como o dia todo.

Enfim... minha dúvida é se essa sensação de bem-estar é ilusória e passageira e se alguém por aqui conhece alguma reação adversa que a maconha pode ter a longo ou curto prazo quando somado a medicação que eu citei e ao quadro que me encontro.

Alguém aí pode me ajudar?

Agradeço desde já!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Faça login para comentar

Você vai ser capaz de deixar um comentário após fazer o login



Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...