Ir para conteúdo

Leaderboard

Popular Content

Showing content with the highest reputation since 08/29/22 in all areas

  1. daqui a pouco ta os pm aqui perguntando como se descobre o sexo da planta e quanto fert se usa
    2 points
  2. Descu pai todo mundo >>> + essa porra existe > 11 dias O show foi caido Top hit > tem que respeitar o Gangrena > Vários albuns > Muita noise
    2 points
  3. E aí maconheirada? Ninguém afim de combater o fascimo? Nenhum tópico sobre as eleições? Em que mundo estamos? Como reivindicar algo assim, isolados e bitolados? Ou é LULA13 PRESIDENTE ou é a destruição do país. ACORDA GALERA. BOLA 1 E TECLA 13 PRA NOSSA ALEGRIA!
    1 point
  4. Que situação esquisita mano... os caras te acompanharam até sua casa depois do enquadro, pegaram tua planta e te mandaram um flw, brigado? O procedimento esperado e legalmente previsto seria que eles te levassem a presença de um delegado da policia civil, que iria analisar a situação e te indiciar em algum crime (28, 33) ou te liberar. Dado o contexto todo, seria errado e poderia prejudicar os próprios policiais se eles levassem as provas em outro momento e sem o suspeito junto. Ou seja, dificilmente vão te importunar legalmente (mandado de busca e apreensao / prisão) ou msmo te investigar, pq isso implicaria agora em prejuizo aos proprios que te acompanharam. Mas, isso tb demonstra uma indole não mtu boa desses, então eles sabendo seu endereço e seus dados podem eles te importunar de novo em causa própria... Se a balança não era mesmo de nenhum dos seus amigos, já demostra a intenção deles... é possível que só estivessem atrás de coisas pra eles mesmo, foda, não dá pra saber o q é pior... ai dps o vagabundo criminoso é o maconheiro
    1 point
  5. 1 point
  6. Salve brother, na paz? Então as seeds que comprei foram variadas, aquelas Pick 'n' Mix, não vieram na embalagem original não. Tem as outras opções de 3 seeds , 6 seeds... mas nunca comprei, não sei te dizer se vem na embalagem original. E quanto ao envio, depende o stealth que irá escolher, aqui no fórum eles pedem para não explanar o modo de envio. Mas não tem erro, só escolher um stealth lá (tem um valor $ adicional) e boa, tava passando geral de boa, rapidão ainda. TMJ
    1 point
  7. Chapadão, pensei "caraca, que rabeta!". Depois observei melhor... kkkk
    1 point
  8. Pois então meu mano, nesses casos a gente é mais psicólogo do que grower. Tudo já começou errado, e agora você quer salvar a planta no meio da floração. Milagre não vai ter e você não vai colher um baseado disso aí. O que diferencia o cultivo de ganja do resto da jardinagem amadora é nossa expectativa sobre, a gente sempre quer muito resultado seja em qualidade ou quantidade. Só que pra ter um cultivo de qualidade é preciso ter um mínimo de preparo, seja na parte de estudo ou de estrutura. Você vai precisar escolher como vai iluminar, como vai nutrir, quanto pode vegar, quando vai florir, etc. Sem isso, esquece. E não tô falando de setup não, se você fizer isso com um balde de um solo bem feito, luz do sol e prenseed, vai colher boas g pra fumar, agora catar um pé que nasceu sozinho, tombou (Provavelmente estiolou pela falta de luz) e agora tá florindo cheio de deficiências e querer aproveitar alguma coisa, ele vai responder com o mesmo descaso que foi gerado. Minha recomendação é: Começa de novo preparado pro que quer fazer
    1 point
  9. Boa noite meus amigos(a)! Preciso de ajuda, com esse pé que nasceu sem eu querer, pegou pouca luz, e uma vez fez igual Jesus, morreu e ressuscitou depois de 3 dias....mas aí quando voltou, o caule principal havia tombado e pelo peso e desidratação....resultado? Ela ficou com o Top torto pro lado, e cresceu estranha demais, torta e com o caule muito alto por conta da pouca luz, pois ela pega muita sombra. Pequena e já deu flores, mas ela não se desenvolve mais, não tá "engordando". Tenho medo de nem 1 perna de grilo conseguir tirar dessa menina aí. Agora as folhas dela estão caindo e ficando amareladas. Podem me ajudar? Alguma dica pra esse pézim pra pelo menos eu colher alguma micro coisa kkkk? Deu muita dó de só tela descoberta tardiamente, ela cresceu junto a uma Mostarda, e isso ctz influenciou com falta de nutrientes, além da falta de luz. Já tentei plantar algumas vezes de prensado mas nunca dava menina rsrs essa foi a única e tenho medo de não conseguir colher nada, pq pouco será, mas nada é de ficar triste A plantinha tem aproximadamente 3 meses eu acho. Se fosse sua o que vc faria? Me ajudem ai help!!!!! :) Vlwww Sorte e saúde pra todos
    1 point
  10. Salve hermano! Que triste chegar a essa situação. Como você já disse no inicio, o primeiro detalhe aí está no tempo exposto a luz. Você não falou sobre o substrato utilizado, isso é importante. Você também falou que o caule principal tombou, precisa verificar a situação desta região do caule, possívelmente rolou um super cropping aí natural, mas se não foi bem cicatrizado não chegará nutrientes suficientes do solo para as flores (contado que existe nutrientes em seu solo). As folhas amarelas certamente é uma série de fatores, idade, nutrição, temperatura, umidade e desidratação. Essa aí sofreu bastante, mas se está "viva" aí, é possível dar sequência nela sim. Eu principiante começaria corrigindo o fator iluminação e rega, contando que haja um solo nutritivo. Se não for o caso, entraria com complementação nutritiva via rega por uma absorção mais rápida, ou faria um transplante o mais delicado possível para um substrato adequado. Mas antes disto, tentaria fazer um clone para pelo menos manter a espécie. A planta está em um momento frágil, qualquer mudança acredito que irá trava-la, afinal ela chegou até aí 'sozinha' segundo seu relato. Não conte com esta colheita, talvez com a próxima se buscar clonar/revejetar, mas não dá para esperar frutos de uma planta que não recebeu alimentação adequada. Vamos esperar alguém mais experiênte no assunto se manifestar. Boa sorte hermano! 🌱
    1 point
  11. Eai @F Punkblz? Tipo esse evento de ninfomaniacos >>>
    1 point
  12. Eltin é cria da Ilha > Esse gosta > Eu acordo acendo a ponta e aperto 1 > 2012 >2022
    1 point
  13. Segura sempre cripto (questão de anonimato). Cartão é seguro para estornar. Outro meio não conheço ainda.
    1 point
  14. Rap >> Mano Stu Bangas > Tudo de Agosto
    1 point
  15. @Bud Weiser voltou > Obrigado Moderators
    1 point
  16. Olá pessoal, recentemente recebi a seguinte PM: Eu fiz uma pesquisa no google para ver se a história era legítima e achei a seguinte noticia: http://www.jornaldosudoeste.com.br/noticia.php?codigo=211640 O fórum do growroom na verdade anda abandonado, eu acredito que não tenha mais ninguém do jurídico ativo, de qualquer forma se vcs puderem divulgar para alguém @jpw
    1 point
  17. Fazendo o que ninguém faz, passando aqui pra deixar um feedback Procedi da seguinte maneira: Fumei a última vez na madrugada do dia 31/12 Fiz a coleta com 55 dias depois do último consumo. Peguei o resultado hoje: Negativo! Só me fodi pra caralho pq fui com os pelos muito curtos e gastei 5 gilettes pra conseguir pelo o suficiente pra amostra, fiquei com a perna tudo cortada. kkkkkkkkk Mas deu, que alívio do caralho.
    1 point
  18. Ola, sou de Florianópolis, cursei Técnico em Agropecuária por 2 anos, trabalhei em Floricultura por 6 meses e me identifico com produtos orgânicos e fitoterapia. Posso oferecer serviços de webdesign para site e design de material publicitário. Estou com um projeto de cultivo autorizado pela ANVISA, com fins medicinais, fitoterápicos, informativo e em prol do ativismo e regulamentação da maconha. Disponibilizando meu CNPJ para fazer a solicitação da autorização e fazer dela um modelo sólido, pois hj em dia a ANVISA realiza testes para 2 doenças contando com drogas apreendidas. Nesse Projeto será cultivada organicamente algumas plantas medicinais mais procuradas e requisitadas pelo SUS e ANVISA, incluindo a CANNABIS, para extração de CBD e outras propriedades medicinais. extração de THC e CDB em forma de óleo e extrato em pó Projeto da empresa, com laboratório de testes e espaço Outdor para cultivo, com captação de recursos através de Empresas beneficiadas com apoio de incentivo fiscal, ou seja, sai de graça para elas, pois é deduzido automaticamente do IR. (imposto de renda). produção de extrato de Cannabis para tratamento via inalação com cigarro eletrônico (doenças e dores crônicas) produção de Canabis Medicinal com alto teor de CDB oferecer um apoio profissional para aplicação dos extratos e derivados da planta a pacientes com doenças crônicas que lutam na justiça para importar o produto com valor muito alto. promover o marketing e divulgação dos resultados Preferencialmente serão aceitas pessoas ligadas a Agronomia, Fitoterapia e profissionais para assistência Jurídica, Marketing / Publicidade e assessor de imprensa. Gostaria de convidar uma ou mais pessoas pra participar desse projeto. Preferência que seja da minha região, disponibilidade e vontade de expandir o projeto. Vamos boicotar o tráfico plantando ! Força e luta
    1 point
  19. Se os demônio querem energia tem que dormir com um colar de Duracell... Eles vão sair pilhado!
    1 point
  20. carai voce era ateu e agora é o que??? é tipo ex-gay kkkkkk
    1 point
  21. Acho que existe sim, não é nem por conta da erva e sim por conta do tráfico, uma vez eu acordei de madrugada e abri um pouco o olho e vi bem na minha frente um demônio todo preto sugando algo como minha energia, saia uma luz de mim e ia pra ele, ele estava caindo na gargalhada, pra vocês terem ideia eu era ateu kkk, mas o que eu vi não foi apenas uma ilusão, sei separar bem pois já sou bem maduro com isso, aquilo que vi era real... Desde então nunca mais peguei nada do trafico, quem sabe futuramente tente alguma coisa seeds, mas do trafico jamais...
    1 point
  22. Boas galera, venho aqui pra atualizar o ocorrido e fazer um baita agradecimento. Vamos la: Após o ocorrido relatado acima, sou um usuário muito antigo do fórum (criei esse user para não expor o outro, já que sou bem "ativo" no fórum e rodei pelo art33 (trafico) Depois de ter passado todo o perrengue, fiz a cotação com o adv o qual me acompanhou na delegacia e depois na audiência de custodia enviado por um grande amigo, mas o valor pedido para defender minha causa era extremamente fora da realidade, pelo menos da minha realidade rs, o mesmo adv em questão me disse o seguinte: Corra de defensor de bairro, ou vc pega um defensor "pica" como eu que tenho um escritório em uma cobertura em uma das melhores áreas comerciais de do estado, ou vá direto para a defensoria publica pois os mesmos são muito bons e defendem muito bem esse tipo de causa! Feito isso após conversar muito com o amigo @jpw Fui intimado para comparecer a audiência (muito rápido, apos menos de 4 meses da minha "prisão" já estava com a audiência marcada! isso me deu uma mistura de PANICO e ao mesmo tempo de felicidade pois a angustia iria terminar logo, de um jeito ou de outro rs. O defensor era novo, muito bem instruído em relação a cannabis, me pediu 2 testemunhas para defesa, chegando todos lá, eu com o C* que não passava 1 fio de cabelo (era para estar 1 hora antes do horário marcado para conversar com o defensor) SIM, o defensor meio que só conversa com vc 1 hora antes do julgamento ou da audiência, de resto todas as duvidas ou provas levadas a ele é entregue para os estagiários que lá trabalham com eles. Segundo ele, deu entrada em um pedido de "anulação" da sentença, eu não entendo muito disso mas o @jpw pode explicar caso queira e possa rs, sei que diz o defensor que isso é padrão e que se der certo deu se não, toca-se o processo normalmente. Porém segundo ele, com isso ele conseguiu que o processo caísse em uma vara (algo do tipo) mais (tranquila), tb confesso que não entendi muito bem, mas ok, vamos nessa! Bem, chegando a hora da audiência, ambos policiais que foram intimados para contar a versão dos fatos estavam lá, assim como as minhas 2 testemunhas e meu "amigo" envolvido no caso que só tinha assinado um 28 (usuário) Dada a hora marcada, fui chamado assim como um dos policiais, sentamos nas devidas cadeiras e a juíza lendo o B.O fez algumas perguntas ao policial como se foi achado dinheiro na residencia, quantos pés de maconha foram achados (no B.O constava 32 pés e 3kg da "droga" levados a pericia (contendo terra, caule, folha etc), perguntou tb se tinha balança, se tinham envelopes para fracionar e vender a "droga" se tinha indícios de trafico etc etc. Logo quando ele começou a responder as perguntas, senti um certo "alivio" pois logo de cara o mesmo disse que tinha na verdade somente 3 pés prontos para a colheita, e que isso renderia uma media de "150g" de produto final... De resto, o mesmo disse que nada de $$ foi encontrado (Não mesmo) que minha casa não era nada de mais, que lá tinham esposa, filho, minha avó de 90 anos, e que era um ambiente muito familiar. Logo após as respostas do mesmo, a juíza perguntou para a promotora se tinha alguma pergunta a mesma disse que não e ela o dispensou. Apos isso, eu mudo dês de que entrei, meu defensor também mudo até então, a juíza disse que não achava necessário chamar as outras testemunhas, nem o outro policial, nem meu "amigo" nem as 2 testemunhas de defesa. Nisso meu coração parou kkkk sabia que ali ja iria ser dado o veredito, sendo ele pra sair dali logo com pena branda, ou já ir direto pro cadeião! Logo ela ja emendou em sua fala que estava claro não se tratar de um "crime" que o delegado exagerou um pouco e iria reverter a pena em XXX (juro que não me lembro os termos, e nem tinha cabeça pra isso no momento) nisso meu defensor disse (Meritíssima, mas ai ele vai ficar com criminal nas costas) então ela disse que poderia fazer como transação penal, perguntou a promotora o que achava, a mesma também concordou, disse que já iria oferecer "parte" da minha fiança dada pra soltura na audiência de custódia" para ja pagar a pena toda, sem eu precisar ficar indo assinar todo mes, e me deixando livre de qualquer tipo de pena. Todos na sala concordaram, ela pediu para conversar com meu defensor e ver se estava OK isso para mim, se tivesse ela ja iria efetuar os tramites junto com a promotora e todos ali na sala presentes. Sai da sala, todas as outras testemunhas foram dispensadas, fui conversar com meu defensor que me explicou o que conseguimos (eu tava nervoso pra caralho, não conseguia entender direito mas sei que não foi nada RUIM perto do que poderia acontecer) Passou uns 20 min ele foi lá dizer que estava ok com tudo que foi decidido no tribunal, e após mais uns 10 min fui chamado lá para assinar a sentença e ela me disse que conseguiu mandar R$ 1500,00 dos meus 2 mil pagos da fiança para não sei onde, então que ainda me sobraria R$ 500 para retirar kkk. Logo após isso, eu ainda na sala de espera com minha esposa, como já era tarde cerca de 20hrs e minha audiência era a ultima, a promotora passou pela sala que eu estava, fez questão de vir em minha direção me dar tchau, e logo em seguida a juiza passou e fez o MESMO! Confesso que não acreditei em tudo que tava acontecendo! Claro que eu estava, estive, e ainda estou meio abalado com tudo que havia acontecido, mas tudo dês de a entrada dos policiais na minha residencia, até o julgamento foi tão diferente do que havia imaginado que pra mim aquilo tudo foi muito estranho kkkkk Bom, desculpem o testo grande, mas creio que todos cultivadores aqui que leram o tópico dês de o inicio tem a curiosidade de saber o desfecho da historia, bem como a curiosidade de saber como é ou como foi o julgamento. Quero deixar aqui um agradecimento mais do que especial ao irmão @jpw que dês de o inicio do tópico vem me ajudando, me acalmando, me dizendo o que fazer, como me portar! cara, sem palavras para agradecer o quão bom e humilde você é e foi comigo em todo o processo mesmo não sendo meu defensor! pessoas assim são raras e vc tem um futuro brilhante como defensor e como pessoa, que deus ou jah te abençoe! Agora uma dica galera, forte mesmo! eu NUNCA fui (talvez pela minha criação, ou pela minha idade) de xingar policial de "verme" de "coxinha" de "porco" de nada disso! acho isso uma baita besteira, infelizmente nosso país ainda não liberou nossa "causa" e muitos deles só cumprem com sua obrigação! não to aqui pra defender nem atacar "policia" mas vejam: Dês de que meu portão se abriu e a viatura entrou, TUDO que eles perguntavam eu respondia! não mudei meu jeito em NADA, os tratei como pessoas que estavam ali pois estavam fazendo o trabalho deles! Não rolou nada de pedido de $$ nem tentativa da minha parte de nada do tipo, mesmo pq eu não era "traficante" e não tinha condição de oferecer nada... O que isso mudou em toda a historia? talvez TUDO! pois não me zuaram em nenhum momento, não falaram NADA a minha família, TODOS sem exceção foram totalmente educados, entreteram meu filho que estava no computador dizendo ser amigos do papai, não me algemaram, me disseram que eu sairia tranquilo na custódia, não me deixaram na cela de transito (onde ficam os outros presos esperando para serem levados a audiência de custódia, me deixaram passar a noite em uma "sala" que tinham lá sozinho) e no julgamento/audiência, o policial em questão relatou o que disse acima. Ou seja galera, se cair, caiu, conta tudo, abre o jogo, mostre tudo, explique, não faça cara nem fale como "marrento" não tente mentir, abra o jogo, conte a real, explique a situação, CONVERSE! TUDO isso irá contar MUITO dês de a abordagem até o julgamento. Valeu por lerem, espero que isso sirva de lição e aprendizado para alguns, assim como serviu pra mim! vou continuar sem cultivo, até mesmo por recomendação do amigo @jpw e do defensor pulico que me instruiu a já que aconteceu, tentar pelos meios legais uma liberação para cultivo já que possuo laudo psiquiátrico e faço tratamento a mais de 10 anos. É isso, gradeço de coração novamente ao @jpw e a todos que leram e de alguma forma torceram para que tudo desse certo. Abs.
    1 point
  23. Rapaz, acho que o teu coroa ta fumando a tua ganja ai!!! E quem precisa de muita oração ai é ele ... Taskipariu
    1 point
  24. Acompanho casos de cultivo desde 2009 e nunca vi usarem o GR como prova contra alguém. Pelo contrário, acredito que um diário pode provar que o cultivo se destina ao consumo próprio, basta o advogado de defesa ter coragem.
    1 point
  25. Então o preconceito é seu. Muitos "branquelos" são viciados em vários tipos de drogas e vão em biqueiras. Se eles tivessem desconfiado em algum momento, você já saberia. E, talvez, de uma maneira não tão agradável. Dispa-se do seu preconceito antes de apontar o preconceito do outro. Um grande abraço e forças pra um dia plantar pra si mesmo.
    1 point
  26. Olha.. Eu não quero polemizar, tampouco fazer papel de advogado do diabo.. Mas eu acho que algumas coisas tem que ser melhor explicadas, os pingos de alguns is tem que ser colocados e eu vou usar a minha vivência na situação como exemplo para clarear a mente de muitos e, talvez, fazer alguns pensarem melhor antes de escreverem determinadas "certezas" em um fórum de internet. Como a maioria dos Growers iniciantes, eu resolvi pagar pra ver e encomendar sementes gringas para começar o meu plantio. Vi comodidade no fato das mesmas chegarem em minha casa pelo correio, em poder pagá-las com cartão de crédito ou VPI (vale postal internacional), sem contar que fiquei maravilhado ao ver as variedades e ao perceber que poderia comprar diretamente sementes feminizadas (o que pouparia bastante meu trabalho como Grower). Logicamente, sabia dos riscos envolvidos, sabia que poderia ter as seeds apreendidas, ser intimado pela polícia e quiça, rodar. Como deslumbrei geral, efetuei a encomenda das seeds assim mesmo. Fiz o pedido no sementemaconha e as seeds chegaram, até rápido. A intenção era a de plantar e sendo meu primeiro plantio, sabia que ia me confundir com algumas coisas, mas lendo as infos aqui com os camaradas, vendo os diários de cultivo da galera e estudando mais sobre o assunto a idéia era conseguir ter belas plantas e alguma coisinha para fumar sem ter que ir em boca de fumo, em biqueira, sem ter que me envolver com traficante algum. Até aí, lindo. Confiante como estava e vendo que as seeds que tinha comigo eram poucas (5 apenas), efetuei um novo pedido, no mesmo site, próximo do final do ano passado. As seeds não chegaram. Entrei em contato com o site, reclamei e eles se comprometeram a enviar o pedido novamente. As seeds não chegaram again. Noiei, paranoiei, fiquei assim até meados do ano atual e depois relaxei, já que não chegou intimação nenhuma, pensei "Foi pra cacete, se perdeu, extraviou". Ledo engano. No início do mês passado, tive o desprazer de receber do carteiro uma carta que tinha em seu conteúdo uma intimação da DRE da PF aqui do RJ para que eu comparecesse para prestar "esclarecimentos do interesse da justiça", 15 dias depois. Irmãos.. Como diz aquela música do Djavan "Só eu sei, as esquinas por que passei" depois de receber a intimação. Primeiro, fui surpreendido, tomei um "shock and now" já que eu nem esperava mais que aquelas seeds chegassem, assim como não esperava que ela estivesse em poder da PF, já que passados praticamente 1 ano após a compra em questão eu pressumi que, se estivesse com eles, eles já teriam me intimado antes. Ledo engano 2. Não só estava com eles como sim, eles me intimaram apenas 1 ano após a compra. A casa caiu, literalmente. Minha esposa, com a qual eu já sou casado a 10 anos pirou, chorou, ficou numa pior. Ela é aquela mulher toda certinha, que tem as contas em dia, que nunca teve ninguém da família envolvida com parada errada, que dirá ter um marido sendo intimado pela DRE da PF para prestar esclarecimentos. Nunca a vi tão triste. Como consequência, meus pneus arriaram junto. O TAG (transtorno de ansiedade generalizada) do qual eu sou portador e estava devidamente controlado se descontrolou em um tiro, como consequência, entrei em depressão aguda. Uma colite ulcerativa que tive a 5 anos atrás que estava igualmente controlada voltou com força total, emagreci 5 kilos. Foi a destruição mental e material de um ser humano mais rápida que eu já vi. Sofri, sangrei e chorei, literalmente. No meio dessa densa névoa, perdido e sem saber a quem recorrer, mandei um email para o SOS aqui do Growroom, pedindo ajuda. Juro, não achei que teria um décimo do que me foi oferecido. Quando muito, passariam algumas informações para algum advogado maluco que quisesse pegar minha causa, pensei eu. Ledo engano 3. Minutos depois de ter mandado o email, fui respondido pelo camarada Bigcunha que de bate pronto me deu as primeiras informações e me tranquilizou. Expliquei todo o ocorrido para ele e novamente, minutos depois, ele me respondeu dizendo que se eu quisesse, meu caso seria acompanhando diretamente pela Consultoria Jurídica do Growroom. Fiquei estupefato. Como podia em coisa de minutos eu, um fudido, ter arrumado consultoria jurídica para o meu caso? As coisas não estavam batendo para mim. De toda forma, trocamos telefones e marcamos de nos encontrar em um restaurante aqui do centro da cidade, alguns dias depois. Imaginei que seria eu e o camarada Bigcunha, achei que ele seria o responsável pela minha defesa e eu já estava achando isso o máximo. Ledo engano 4. Imaginem o tamanho da minha satisfação ao encontrar o camarada Bigcunha e em seguida, ser surpreendido pelos camaradas Sano, BraveHeart, Forrester e Agroo, chegando com uma enorme energia positiva, me abraçando, afagando minha cabeça e me dizendo para ficar tranquilo que eu seria assessorado por eles, que estavamos todos juntos nessa e que eu não podia abaixar a minha cabeça já que eu não era bandido. Nossa galera.. Pra um cara que estava no estado mental e psicológico que eu estava, ter tido esse tipo de recepção, de apoio, de ajuda e de carinho não tem preço, é algo que fica difícil mensurar ou tentar quantificar em valores reais. No meio disso tudo eu resolvi fazer a pergunta mais importante : Quanto me custaria a ajuda que eles estavam me oferecendo? Sim, até porque, estamos no Brasil, uma merda de um país fudido de terceiro mundo. Ninguém (ou pelo menos não a maioria das pessoas) arrota dinheiro. Estava começando a preparar meu psicológico para ouvir os valores. Incrivelmente eu obtive como resposta em uníssono que não me custaria nada. Nada. Absolutamente nada. Me disseram que estavam ali para me defender gratuitamente, já que eu era usuário, estava sem pai nem mãe na pista e que a minha causa era a causa deles. Fiquei muito emocionado. Não acreditava no que estava ouvindo. Sei bem que os honorários cobrados pelos poucos advogados capazes de lidar com esse tipo de assunto (querendo ou não querendo, o assunto pra PF é tráfico internacional de entorpecentes) estão bem acima das minhas possibilidades financeiras. E no entanto, eu teria uma assessoria jurídica de primeira, triple A, gratuitamente. Achei incrível no momento e continuo achando até agora. Dito isso, sentamos, almoçamos, conversamos, alinhamos parte das coisas e o Bigcunha marcou um outro dia, para que eu fosse a residência dele, para que conversassemos melhor, definíssimos uma linha de defesa e nos preparassemos para o dia da ida a PF. No dia acordado, estava me preparando para ir a residência do Bigcunha quando sou mais uma vez surpreendido pela notícia de que ele viria me buscar em minha casa, eu não precisaria ir até a casa dele de buzão, o cara viria até mim, me pegaria e me levaria para a casa dele. Além de não pagar porra nenhuma para os caras ele ainda viria me pegar em casa. E veio. Chegando a residência dele entreguei os documentos que ele me pediu, a intimação, alguns laudos médicos que possuo e começamos a conversar. Eu contei toda a minha história, expliquei os motivos que me levaram a querer importar minhas próprias seeds, falei tudo. Ele ouviu atentamente, leu tudo com a maior atenção e varamos noite adentro conversando a respeito do caso e montando a linha de defesa a ser seguida. Tarde da noite, na hora de ir embora, o camarada Bigcunha me levou novamente até minha residência. Eu disse que não precisava, que eu pegaria um ônibus e para casa voltaria no entanto, o camarada contra argumentou dizendo que estava tarde, que o ônibus demoraria e que de carro eu chegaria em casa em um instante. E assim foi feito e nessa noite digo a todos vocês que foi a primeira noite que eu consegui dormir mais tranquilo, já que estava me sentindo defeso, protegido pelo CJGR. Na despedida, marcamos um novo dia para rebatermos novamente tudo que haviamos conversado, para que chegassemos na PF preparados para o que desse e viesse. O dia chegou e o esquema foi o mesmo. O camarada Bigcunha me buscou e me trouxe em casa novamente, mesmo após estar cansado do seu dia de trabalho e por estar cuidando de sua pequena filha. Nesse dia ele fez uma procuração para que eu assinasse, procuração essa que daria a ele o direito de me defender na PF. Eu achei que seria ele somente. Ledo engano 5. Constavam na procuração como meus advogados o camarada Bigcunha, o camarada Sano e o camarada Braveheart. Pirei quando li aquilo. Vejam : Eu não teria grana para pagar nem 1, que diria 3 advogados. Mas sim, era exatamente isso que me estava sendo ofertado, gratuitamente : 3 advogados compentes e experientes no assunto, prontos para me defender contra os leões. Em casa, após esse dia, antes de dormir, fiquei pensando em tudo que estava ocorrendo. Não me achava merecedor de tanto apoio, nem imaginava que teria um décimo dele. No entanto, eu estava tendo e graças a ele, estava me sentindo mais seguro, mais confiante e foi com esse espírito que fomos a PF, no dia que a intimação ordenava. Ao adentrar no prédio da PF, nem precisa dizer que gelei. Tremia, suava, estava entrando em um processo de paranóia que eu não desejo nem para o meu pior inimigo. Enquanto isso o Bigcunha estava ali, impávido, do meu lado, me passando força, me pedindo tranquilidade e me garantindo que tudo daria certo, que no final, tudo acabaria bem. Entendam o pavor que um ser humano normal sente ao entrar pela primeira vez em uma delegacia de polícia e ao chegar lá ser surpreendido por um cheiro de maconha dos mais fortes que eu senti em minha vida. Olhei assustado para o Bigcunha e ele com um sorriso tranquilo me disse que naquele andar era onde eles guardavam as apreensões. Não sei dizer se fiquei feliz ou triste com isso, mas garanto que bem eu não estava. Quando fomos chamados para entrar, me vi com um réu andando sobre o patíbulo, prestes a ser enforcado. Juro, esse foi o sentimento que me cobriu. Deu um vazio imenso, cheguei a entrar em um estado que no kendo chamamos de "mente da não mente", onde a pessoa esta no lugar, mas ao mesmo tempo, não esta. Onde parece pensar no que esta acontecendo mas ela na verdade é parte integrante do que esta acontecendo. Difícil de explicar, complicado de sentir, mas era assim que eu estava. Não sentia mais medo. Simplesmente não sentia mais nada. Sentei na mesa e tinham pilhas, repito, pilhas de processos encima dela. Um escrivão mal humorado pegava meus dados enquanto aguardávamos o delegado. O mesmo chegou minutos depois, se apresentou e nesse momento, o Bigcunha pediu que eu tomasse a frente e começasse a falar tudo que havíamos conversado nos dias anteriores. E assim o fiz. Falei, falei, falei até não poder mais. E o silêncio na sala do delegado era profundo nesse momento. Terminado o depoimento, fiz a entrega expontânea de algumas outras seeds que estavam comigo. Isso deixou o delegado surpreso. E pelo olhar vi que foi uma supresa positiva, tipo "o cara entregou tudo numa boa, na maior, por conta dele mesmo". Após isso ele cantou o depoimento para o escrivão que digitou tudo exatamente da forma que o delegado cantava. E eu, apesar de leigo, comecei a ver que a linha de defesa criada pelo CJGR era realmente eficaz, já que quando entrei ali o olhar pra mim era tipo "lá vem mais um enrolão" e ao sair recebi tapas nas costas e desejos sinceros de boa sorte da parte do delegado. Quando saímos do prédio, quando nos afastamos tive a sensação que um Titã teria ao tirar o mundo que estava carregando em suas costas. Me senti leve, tranquilo e pela primeira vez em quase 1 mês, me senti feliz. Estamos agora no aguardo da decisão do MPF a respeito da situação mas pelo que vi até então, o desfecho final tem tudo para ser o arquivamento do inquérito policial. Eu vou ser sincero.. Li acima gente dizendo que é besteira levar advogado por conta de seeds apreendidas pela PF. Eu já penso o contrário. Besteira, besteira mesmo é se expor ao risco de entrar em uma delegacia de polícia federal, local onde só existem leões, sozinho, despreparado e sem a companhia de um advogado de confiança e compentente no direito canábico. A chance de tremer nas bases, falar mesbla e se complicar é gigante, colossal. Lembremos sempre que por mais malandros que possamos nos achar, os policiais lá dentro são 10, 20 vezes mais malandros do que nós todos juntos. Lidam com gente da pior estirpe diariamente, estão acostumados a ouvir mentiras e a desmontá-las a todo momento. Então, achar que por ser minimamente hábil com as palavras e por conhecer um tico de direito vai entrar e sair de uma delegacia da polícia federal incólume após ter seeds interceptadas é contar demais com o ovo no três da galinha.. EU não o faria e EU não recomendo ninguém que proceda dessa forma.. No entanto.. Cada cabeça, uma sentença. Todos somos grandinhos para sabermos quem devemos ouvir, para sabermos o que é prudente e o que é idiota fazer. Eu fico com a prudência. Se conselho fosse bom, ninguém dava, vendia. Mas eu vou deixar um aqui : Nunca, jamais, encomendem sementes de ganja antes da legislação mudar. Os motivos são óbvios. Se querem mesmo plantar, peguem mudas com algum amigo, juntem uma graninha, comprem um pedaço de prensado bom, catem as seeds e plantem, enfim, existem mil maneiras de preparar Neston. O que não pode é querer fazer o Neston de uma forma e terminar tomando Nescau de outra.. Eu não vou entrar no mérito da questão da minha vida pessoal, das minhas experiências.. Mas posso dizer para vcs que eu conheço nessa vida 3 tipos de pessoas : As boas, as ruins e as extremamente ruins. Após conhecer a galera do CJGR eu percebi que falta uma categoria.. A das pessoas extremamente boas.. Sim, apesar de não acreditar que elas existiam, elas existem e eu tive a honra de conhecer algumas dessas pessoas. Na verdade, analisando melhor, é quase como se os CJGR não fossem pessoas e sim, anjos vestidos de pessoas, infiltrados no meio delas para protegerem as mesmas das covardias e atrocidades que estamos expostos diante da Lei atual, da forma que ela é. De antemão peço desculpas por um post tão extenso, mas é que achei importante contar a coisa como ela realmente aconteceu, nos mínimos detalhes. No mais, é isso. Um salve para os amigos do CJGR e energias positivas para os amigos que se encontram na mesma situação que eu. Paz, sempre.
    1 point
  27. Bandido é o cara que assalta, que mata, que trafica no morro botando os muleques novinhos de aviãozinho, os políticos que governam o Brasil e mantem essa nossa lei absurda! Com certeza nem arma o garoto tinha, pois se tivesse ia aparecer na matéria! Eu não vendo nem 0,001 grama da minha maconha e nunca vendi nada ilícito, mas não tenho a cara de pau de chamar o cara de bandido, pois antes de começar a cultivar minha erva, tive que comprar muito prensado!!! Acho que não estamos aqui para julgar ninguém. Não sei se vc cultiva ou não, mas tenha certeza que se cultiva, ao olhos dessa sociedade hipócrita vc tb é bandido!!!
    1 point
  28. ainda acho que vender maconha ta muito longe de ser um bandido!!
    1 point
  29. cara nao entendo uma coisa... tudo bem q é muito mais favorável pro pessoal que cultiva nao ser enquadrado como traficante pq no brasil "estamos quase" botando p valer q usuário nao tem q ser preso.. e traficante vai continuar sendo... agora tbm neguinho sentar o ´pau e falar bem feito pra quem ta vendendo maconha.. e se fosse? o cara tem q se fuder entao.? qm vende essa substancia ta totalmente errado tbm?? igual quem fuma?? nao né... td bem q prejudica growers mas tbm nao é assim nao.. quem vende é normal igual quem fuma ou qualquer coisa.. ele vende a substancia q vc diz que nao tem problema nenhum.. minha opiniao
    1 point
×
×
  • Criar Novo...