Ir para conteúdo

Redução de Danos, na Marilha Gabriela - Assistam


xango

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

Pessoal,

O programa da Marilha Gabriela, no GNT, passou uma entrevista legal com a Monica Gorgulho, psicologa que batalha pela redução de dados.

monica.jpg

Eu vá a chamada no JB de ontem, e era uma notinha, mais ou menos assim:

"Uma psicologa que, ao invés de ensinar aos adolescentes a evitarem o uso da droga, pretende ensinar a usar as drogas com resposabilidade" :D

Apesar do tom meio infantil, eu achei a frase muito legal e resume bem o que todos nós desejamos por aqui.

Ainda vai haver algumas repetições, durante esta semana.

Se alguém puder gravar e colocar aqui, para download, seria legal, até mesmo pela postura da Gabriela em relação ao assunto:

terça - dia 14 às 21h30

quarta - dia 15 às 16h00

quinta - dia 16 às 10h00

sábado - dia 18 às 10h30, 15h00

Tai as datas e hoas. É no GNT, canal 41 da NET/SKY.

Abraços

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

MONICA GORGULHO

Psicóloga, trabalho na área de drogas desde 1990. Coordenadora do Setor de Redução de Danos do PROAD - Pograma de Orientação e Assistência a Dependentes (Departamento de Psiquiatria da Escola Paulista de Medicina - Universidade Federal de São Paulo);

Conselheira do Conselho Estadual de Entorpecentes - CONEN São Paulo ; Consultora Técnica da Secretaria Nacional Anti-Drogas - SENAD;

Secretária Executiva da Rede Brasileira de Redução de Danos - REDUC;organizadora e autora do livro - "Dependências - Compreensão e Assistência às Toxicomanias: a compreensão do PROAD".

Email mgorgulho@uol.com.br

_________________

Legaliza Logo, Lula

________________

Dizô, planta ou plantação,

De qualquer jeito é fumo bão,

Melhor fazer roça na calçada

Que comprar do camburão.

Gente doida não admite

Depender do Avião.

(Maranhão - 1918)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Admiro essa mulher. Publicaram aqui no grow uma entrevista com ela que achei o máximo.

Eu não posso assistir o programa porque não tenho tv a cabo. Quem tiver não perca.

O pessoal da passeata deveria consultá-la para saber a ação mais correta para pedir a legalização.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Vi essa entrevista ontem a noite, e queria dizer que além de ficar muito contente com a qualidade da entrevista , fiquei ainda mais contente com a repercussão dos fatos aki em casa. Meu pai assistiu metade dela no sofá ao lado do meu, não falou uma palavra, acho que percebeu que seus atos passados foram precipitados e equivocados...

paz

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Eu já havia lido uma entrevista dela na revista época

fiquei contente com a entrevista

só acho estranho uma coisa:

como a maioria das pessoas ainda não aceita idéias tão simples, claras e objetivas como as dela?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Acredito que o Movimento poderia vir a ter uma Revista onde vários tópicos pudessem ser abordados de forma a quebrar os tabus e desfazer as posições dogmáticas. Até mesmo a imprensa convencional poderia fazer isso através de matérias. Nós precisamos atuar dentro da mídia e dar o recado, mas para chegarmos até ela teremos que ter influência, se ainda não temos, muita gente aqui poderá ter influência para abrir espaços na mídia. O importante é conquistarmos os espaços que sempre deixamos vazios por falta de representação.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 3 weeks later...
  • 2 weeks later...

Kra... a mulé não falou em reduzir danos fumando maconha... Ela falou de uma maneira geral...

Ela falou q eh possivel sim as pessoas usarem drogas e terem uma vida normal... Falou tb "pros pais" q seus filhos podem ser pessoas legais e normais, mesmo usando drogas.. falou mta coisa foda...

Q ela tratou de 1 cara q fumava crack e ele largou o crack fumando maconha... E tratou outro cara q usava pó e no final do tratamento ele fumava maconha de vez em qdo...

Ela falou tb q experimentou maconha pra "entender" um pouco do assunto, mas q nao tem nada ve, e deu a entender q se arrepende

a entrevista eh fodaaaaaaaaaaa... e eu ja a tenho no PC :D

flw

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Faça login para comentar

Você vai ser capaz de deixar um comentário após fazer o login



Entrar Agora
  • Tópicos

  • Posts

    • 8 / 9 OUTUBRO 2022 / SÃO PAULO Salve hermanos! 🌱 Alguém aqui do fórum vai colar no festival híbrido em SP? Vai acontecer no Komplexo Tempo, no Parque da Mooca em São Paulo, o festival tem como foco o empreendedorismo cannabico e o apoio à ressignificação cultural e mercadológica deste mercado cannabico. O Festival Híbrido apresentará painéis de debates com especialistas em serviços da indústria, consultores, médicos, advogados e instituições que já desenvolvem projetos voltados ao universo canábico. IG do evento: https://www.instagram.com/festivalhibridosp/ Site: https://www.hibridosp.com.br/ Se alguém aqui do fórum for aparecer lá, deixa um salve, vou levar uns adesivos para compartilhar por lá! 🔥 À moderação GR: Desculpas à moderação, queria muito fazer este tópico na seção correta, porem me parece que não existe mais moderadores ativos na comunidade, visto que não existe nenhum post aprovado em 2022 nas respectivas seções. Postei aqui por ser o local visivel e mais próximo do adequado.
    • Salve hermano(a)?! @sabira Aqui minhas sementes demoram para germinar também, acho que não temos a mesma sorte que muitos aqui tem rs, minha Purple Afghan Kush eu deixei 24 horas na água com adicional de uma tampinha de água oxigenada volume 10 e depois passei para uma célula Jiffy, levou 7 a 9 dias para levantar da Jiffy, estava quase desistindo já, mas hoje está cheia de saúde. Há algumas alternativas que você pode testar aí para melhorar a germinação: Pré hidratar as sementes por 12 ou 24 horas antes do papel toalha. Podes também adicionar uma tampinha de água oxigenada volume 10, para eliminar possíveis pátogenos.  Lixar levemente as sementes, você pode usar uma lixa de madeira/parede ou até mesmo de unha e ir lixando levemente a semente de modo a afinar a sua casca e facilitar a entrada da umidade. Essa é uma técnica citada no 'The cannabis grow bible do Greg Green'. Utilizar um alicate de ponta para romper a semente, esta técnica é util em sementes mais duras, você precisa pegar um alicate de ponta/bico e colocar a semente na ponta do alicate, com os dois extremos (aresta mais longa, NÃO pode ser de lado) da semente em contato com o alicate, fazendo uma LEVE pressão no alicate até escutar um estralo. É importante não utilizar muita força no alicate para não perder a semente. Esta é uma técnica mais agressiva mas bastante funcional com sementes saudáveis. Se não me engano, aprendi esta com Mr Splinter. Importante: Temperatura ideal é entre 22ºc a 25ºc. Umidade relativa em 70% a 90%. Se você tiver sementes sobrando, acho que vale a tentativa de algumas das técnicas acima, talvez alguma delas te traga resultados positivos. 🌱 Boa sorte e sucesso!
    • Salve tio! Acredito que seja isto mesmo, na pesquisa recente encontrei a mesma informação. Buscava algo um pouco mais completo, mas já da para ter ideia.  Vou instalar no meio do mês ou no inicio de novembro o danado. 🔥
×
×
  • Criar Novo...