Ir para conteúdo

De sua opiniao!! Libera ou nao??


JUNIOR

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

Entre la e de sua opiniao!!!

A erva da discórdia

Seu arbusto tem pouco mais de dois metros de altura, cresce em zonas tropicais e temperadas, possui uma coloração verde escura e leva o nome científico de Cannabis sativa. Mais conhecida como maconha, ela é também a droga ilícita mais consumida no mundo. Em relatório recente, um orgão associado à ONU aponta que 141 milhões de pessoas – o equivalente a 2,5% da população do planeta – já provaram da erva.

Atualmente, a discussão acerca da descriminalização da maconha é cada vez mais presente no mundo, inclusive no Brasil. Países como Inglaterra, Espanha e Canadá se aventuram nesse sentido, com resultados e abordagens variadas. A Holanda, um dos países mais liberais do mundo, determinou o fim da prisão por porte da erva e liberou a venda em cafés restritos já em 1976. De lá para cá o consumo cresceu bastante, na mesma proporção em que cresceu o contato entre usuários e sistema de saúde.

Aqui, convém diferenciar descriminalização e legalização. Segundo o advogado Jair Jaloreto Júnior, especialista em direito criminal, “descriminalizar é isentar a aplicação de pena e legalizar é regulamentar o uso”. Em outras palavras, a descriminalização da Cannabis faria com que os usuários não fossem punidos, mas o comércio e a produção da droga continuariam proibidos, o que só mudaria com sua legalização.

Complicando ainda mais o debate, a erva tem um reconhecido uso medicinal, sendo utilizada desde 2700 a.C. pela medicina chinesa. Atualmente, seu principal uso médico é no tratamento do glaucoma: o consumo preventivo da maconha impede que o avanço da doença cause cegueira.

Em um simpósio realizado em 2004, entidades como a Associação Médica Brasileira (AMB), e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), entre outras, recomendaram que a maconha seja diferenciada pela ONU das drogas estritamente prejudiciais, como a cocaína, e deveria permanecer apenas no grupo que agrega drogas com potencial médico, como a morfina.

A ONU é a grande responsável pela proibição da maconha no mundo. Em 1948, a entidade, pressionada pelos Estados Unidos, publicou sua Carta de Princípios, onde estabelece que a maconha é um inimigo a ser combatido, proibindo o consumo a todos os países membros da instituição.

Para discutir um pouco mais esse assunto, convidamos o deputado federal Fernando Gabeira (PV-RJ) e o deputado estadual de São Paulo Afanásio Jazadji (PFL-SP). Participe você também em nosso fórum.

Por Breno Castro Alves, da redação AOL

A Favor

"Acho que a repressão ao uso da maconha e ao uso de droga tem provocado muito mais problemas do que a liberação"

A favor – Fernando Gabeira é jornalista e deputado federal pelo Partido Verde (PV-RJ).

AOL – Por que o senhor é favorável à descriminalização da maconha?

Fernando Gabeira - Eu sou a favor da descriminalização por achar que, em primeiro lugar, as pessoas têm o direito de usar o corpo como quiserem. E em segundo lugar porque acho que a repressão ao uso da maconha e ao uso de droga em geral tem provocado muito mais problemas do que a liberação. Ela estimula a violência e a corrupção policial.

AOL – Qual seria o efeito para o tráfico de drogas?

FG – O tráfico de drogas é uma atividade clandestina. Ao legalizar você tira o comércio da ilegalidade. Além de permitir às pessoas plantar em suas casas sem utilizar o tráfico.

AOL – Por que a maconha é proibida?

FG – É proibida porque decidiram proibir. Foi classificada como uma droga alucinante, alucinógena e foi proibida. Não foi proibida sempre, houve um momento na história do Brasil e dos Estados Unidos em que era usada legalmente.

AOL – Qual a sua opinião quanto à lei vigente no Brasil hoje?

FG – A lei vigente no Brasil é uma lei do período da ditadura militar, e ela tem características muito conservadoras e tem produzido a infelicidade de muita gente. Pessoas presas por estarem usando maconha são colocadas na cadeia e submetidas a uma série de humilhações. Há outras que são condenadas pelo uso da maconha que não deveriam ter sido condenadas. Então essa lei, além de ser injusta, tem produzido a infelicidade de muita gente.

AOL – Qual a diferença entre a maconha e outras drogas ilícitas, como a cocaína?

FG – A diferença central entre maconha e cocaína é que a primeira tende a levar contemplação, tende a acalmar e a outra tende a estimular. É uma diferença entre estimulante e calmante.

AOL – O sr. acha que as outras drogas deveriam ser legalizadas também?

FG – Também, também. Mas nós precisaríamos fazer uma experiência com a primeira [a maconha]. Ninguém tem a verdade nesse campo, é uma questão que desafia a humanidade. Então nós deveríamos fazer uma experiência e depois avançar. Tal como a Holanda, a Espanha e a Inglaterra estão fazendo experiências, nós também deveríamos fazer uma experiência.

AOL – A maconha é uma porta de entrada para drogas mais pesadas?

FG – As pesquisas não mostram isso necessariamente. Na verdade, ninguém começa pura e simplesmente com a maconha. A droga de iniciação no Brasil sempre foi o álcool, a droga permitida. E nós temos experiências na Paraíba da maconha ter sido utilizada, não como iniciação a drogas mais pesadas, mas como uma redução da necessidade do uso das drogas mais pesadas, como elemento de retirada dessas drogas do organismo dos usuários.

AOL – Como o governo deveria proceder em relação ao uso medicinal da maconha?

FG – Deveria permitir. Na verdade o uso medicinal da maconha é uma contribuição enorme para a humanidade. Nos EUA há pessoas que ganham na Justiça o direito de usar a maconha para impedir que fiquem cegas com o glaucoma. O governo deveria permitir o uso também por portadores do HIV que precisam da maconha para melhor o apetite e com isso melhorar o peso e a própria auto-estima, entende? Então há vários usos possíveis que deveriam ser permitidos pelo governo.

AOL – Qual seria a política pública ideal para tratar esses casos?

FG – Eu acho que deveria haver a possibilidade de recuperação em clínicas nas quais as pessoas iriam voluntariamente. Existe em Bolonha, na Itália, uma clínica de recuperação auto-gestionária, o que significa que as pessoas que estão lá gerem o processo, elas assumiam responsabilidades, trabalhavam e se recuperavam no processo.

AOL – O tratamento policial despendido aos usuários de maconha deve diferir do tratamento de usuários de outras drogas?

FG – Eu acho que todo tratamento policial a respeito das drogas é incorreto. De modo geral, o tratamento policial é o de corrupção, ou seja: “Eu não te prendo se você me der determinado dinheiro”. Isso é um erro. Da mesma maneira, que eu acho um erro prender um usuário de drogas. Aliás, isso é um consenso aqui no Congresso: mesmo os deputados mais conservadores acham que os usuários não devem ser presos.

Contra

"Esse pretendido ´liberô geral´ da maconha seria dramático para nossa sociedade, já tão castigada social e culturalmente"

Contra – Afanásio Jazadji, advogado, radialista e deputado estadual de São Paulo pelo PFL.

AOL –  Por que o senhor é contra a descriminalização da maconha?

Afanásio Jazadji – Por conhecer, de longa data, os malefícios da maconha ao organismo humano e por ter, como repórter policial, documentado várias tragédias perpetradas por pessoas alucinadas pelo uso da maconha.

AOL – Quais seriam as conseqüências para a sociedade brasileira?

AJ – Esse pretendido “liberô geral” da maconha seria dramático para nossa sociedade, já tão castigada social e culturalmente.

AOL – E para o tráfico de drogas?

AJ – Para o tráfico seria uma festa. Os traficantes devem estar torcendo e até bancando algumas opiniões.

AOL – Por que a maconha é proibida?

AJ – Entre seus princípios ativos está o chamado “Delta 9”, cujo percentual vem sendo alterado quimicamente no decorrer dos anos. Seus efeitos variam conforme a quantidade consumida, o tipo de planta, o modo de emprego, o ambiente social e, principalmente, de acordo com a personalidade do canabista e seu estado de espírito no momento que a usou.

AOL – O senhor acha que é pertinente comparar a maconha ao álcool?

AJ – Não há como comparar um com o outro, porém os dois são nocivos à saúde física e mental.

AOL – O que difere a maconha das outras drogas ilícitas, como a cocaína?

AJ – A cocaína, sem dúvida, é o mais potente estimulante de origem natural que se conhece.

AOL – A maconha é uma porta de entrada para drogas mais pesadas?

AJ – Sempre digo que a porta de entrada é o cigarro. A partir dele chega-se à maconha, depois crack, cocaína e aí por diante...

AOL – O uso medicinal da maconha deveria ser legalizado?

AJ – Quanto a esse possível uso terapêutico, ainda existem muitas divergências mesmo porque há os que defendem que a maconha pode provocar, em longo prazo, redução das defesas imunológicas, deixando o organismo sujeito a todos os tipos de infecções.

AOL – Qual a sua opinião a respeito da experiência holandesa de legalização?

AJ – Não deu certo. Tanto que os estabelecimento de pontos de distribuição não só de maconha, como de outros entorpecentes, em praças públicas, é medida que já foi revogada, pois viciados de países vizinhos estavam se utilizando desse estratagema para a aquisição de tóxicos. Pretendiam, por aqui, a criação das “narco-salas”, idéia que, dada à pressão popular e de especialistas, felizmente acabou sendo descartada.

AOL – O senhor acha que o usuário de maconha deve ter um tratamento  policial diferenciado dos usuários das demais drogas?

AJ – Polícia não “trata” de ninguém; Polícia cumpre a lei. Apenas e tão-somente.

AOL – E o tratamento de recuperação dos usuários? Deveria ser diferenciado dos usuários de outras drogas?

AJ - Quanto ao tratamento de recuperação, é óbvio que o dependente, o viciado, além de pena diferenciada do traficante, precisa de encaminhamento a unidades específicas de saúde.

http://noticias.aol.com.br/pinga_fogo/2005/0003.adp

Editado por Thomas
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

sei lah neh meu! sei lah mermo...

esse tema eh sempre a mesma coisa!

a gnt q eh a favor do lance, vai lah e tenta convencer as pessoas normais de q naum eh prejudicial pra nos nem pra ngm( e o pouco prejudicial q tem eh conhecido e combatido por nos) e os "normais" soh dizem q somos drogados e criminosos...

ainda bem q eu sou assim! um maconheiro! muito feliz! enquanto os hipocritas ficam em casa assistindo big brother e falando mau dos vizinhos e parentes!

;)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

É verdade,esses tapados nos julgam sempre como delinguentes,é muita hipocrisia ,pois esses mesmos otários que se julgam superiores enchem a cara de bebida,ou são viciados em nicotina e têm a coragem de falar merda!

hoje eu tô indignada com esses filhos da puta,não sabem respeitar as escolhas dos individuos que serão sempre livres a fazerem o que bem entenderem,que raiva que me dá!!!!!!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

AOL – Por que o senhor é contra a descriminalização da maconha?

Afanásio Jazadji – Por conhecer, de longa data, os malefícios da maconha ao organismo humano e por ter, como repórter policial, documentado várias tragédias perpetradas por pessoas alucinadas pelo uso da maconha

haeheehahaheahuehaehhea

TAH BOMMMMMMMMMMMM!!!!!!!!!!!!

Vamos voltar ao mesmo mito estimulado pelos americanos antigamente.. dizendo q quem fuma maconha fica alucinado.. matando todos .. e estuprando as menininhas...

e o Gabeira mandou bem!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

fala JUNIOR....beleza???

entao.....

AOL – O senhor acha que o usuário de maconha deve ter um tratamento policial diferenciado dos usuários das demais drogas?

AJ – Polícia não “trata” de ninguém; Polícia cumpre a lei. Apenas e tão-somente.

hahahha conta outra

lei do caralho que previlegia uns em detrimento à outros menos abastados sem padrinhos......se QI como dizem

esse afanasio nao morreu ainda!???

eu sei que nessa parada de plantio, muitos ainda vao dançar ate que seja liberado,,,,faz parte

mas faz parte tbm

morre um monte de filha da puta que nem esse ai

aff to bem puto hoje, apezar de que nem deveria ter motivo, a noite foi explendida ne nao??/k e c???

mas dai entro aqui e ja vejo nego me metendo no meio da suas paranoias, e essa entrevista com o afanazio....caraio que nome de defunto

morre logo fdp

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

AFANASIO SEU PESCADOR DE VOTOS!!

cuidado com os maconheiros alucinados sem razãoque matam e estupram...hahahahha!!!! Quem faz maldade com maconha na cabeça é por que faz maldade com qualquer droga ou sem nenhuma!

Alguem ai sabe sobre esse delta 9 alterado quimicamente que o afanasio fala abaixo?? THC?? quimicamente? fala serio afanasio é a historia da ervilha...vai cruzando e melhorando a planta!!! é aula basica de biologia

AOL – Por que a maconha é proibida?

AJ – Entre seus princípios ativos está o chamado “Delta 9”, cujo percentual vem sendo alterado quimicamente no decorrer dos anos. Seus efeitos variam conforme a quantidade consumida, o tipo de planta, o modo de emprego, o ambiente social e, principalmente, de acordo com a personalidade do canabista e seu estado de espírito no momento que a usou.

Ps: valeu gabeira!! e vamos juntar esses deputados conservadores que não encanam com a erva

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

a questao é q no país a grande maioria da população ve a maconha como o monstro do armario, portanto axo q o melhor caminho para a legalização seria 1º a descriminalização e a liberação do plantio em ksa, e tb a abertura de alguns coffe shops. dai depois a legalização seria so uma consequencia natural.

se quem fuma maconha mata pessoas e estrupa, imagina essa pessoa bebendo rsss

parabens pro Gabeira por falar a real ;)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Esse Afanásio aí aparenta ter um certo problema com a concatenação de suas idéias, parece até piada. Perguntam uma coisa e ele responde outra, geralmente absurdos infundados.

Pra vocês verem o nível da argumentação proibicionista.

Cada um que me aparece...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Depois de ler o que estão escrevendo naquele forum eu tive certeza:o GROWROOM é um deos melhores forums do mundo!!!

Mesmo com os maiores problemas,as pessoas daqui tem muito mais logica.

Eu li uma garota falando que a legalização geraria uma onda de overdoses e suicidios(?),outro falando que a legalizacao vai gerar o dominio das FARC no brasil,(??),outro defende os valores morais e eticos da igreja(pedofilia inclusive?),um monte de gente dizendo que a legalizacao só interessa ao trafico,um tal de Alex Sandro Silvestre da Silva ("Administrador de sites famosos da internet ",segundo suas proprias palavras)que diz que vai fazer uma campanha enorme contra....é uma palhacada total,um circo de burrice repleto de hipocrisia,um poço de ignorancia...

leia algunsuns dos "espertos" depoimentos:

"A liberação da maconha acarretaria muitas mortes logo no inicio, os cidadoes iriam ficar empolgados com a liberação e iam consumir mas do que consome ela sendo proibida.

A liberação da maconha vai fazer com que pessoas nao usuarias passem a ser usuarias por pensar que se eh liberal e porque nao fas tanto mal assim e com isso aumentar a cominidade usuaria da droga e tambem o contato com entidades de saude...

Sou absolutamente contra!!!"

Mesmo sendo jovem, tenho 17 anos tenho a visão que isso nao seria favorável para nosso pais...

"ABSOLUTAMENTE CONTRA,,

PEÇO A DEUS QUE TODOS OS DIAS OLHEM POR IDIOTAS QUE ACREDITAM QUE LIBERANDO A DROGA SERIA MELHOR, FALTA DE CULTURA E VERGONHA NA CARA,

¨O LIBEROU GERAL¨ SERA DESASTROSO PARA A SOCIEDADE, PARA A FAMILIA SERA A DESTRUIÇÃO, JÁ NÃO CHEGA, A PROST. NA FRENTE DAS ESCOLAS, OS BEIJOS APAIXONANTES DE VIADOS E LESBICAS, O CASAMENTO DE MESMO S., AGORA SÓ FALTAVA ISSO MESMO..

SERA QUE É ISSO QUE DEUS QUER PARA NOS, SERA QUE ESTE LIVRE ARBITREO NÃO CHEGOU NO LIMITE ? "

telefoniateleco@ig.com.br esse deve ser evangelico,por que ja falou em Deus

"Maconheiros ou Alienados?

Esses maconheiros não respeitam nem esse espaço que dirá se liberarem a erva. Na minha opinião sou contra as dorgas e sua apologia. Esses sites de apologia ao plantio deviam ser extintos."

"no free!

I live in Haia, Nederland, and this drug was free, but the crime is high than before in this country."

Marianne Van der Weinbl

dam1750@aol.com

Se essa Marianne mora em haia,por que escreveu em INGLES,num forum em portugues,se ela mora num lugar onde se fala HOLANDES!!!!e olha o ingles dela...ta na cara que nao mora em haia...

sinceramente,eu to puto com isso tudo....

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
Esse Afanásio aí aparenta ter um certo problema com a concatenação de suas idéias, parece até piada. Perguntam uma coisa e ele responde outra, geralmente absurdos infundados.

Pra vocês verem o nível da argumentação proibicionista.

Cada um que me aparece...

A grande maioria da população é a favor das suas idéias, pra falar a verdade ultimamente tenho vista uma volta ao conservadorismo no Brasil.

Faz um teste, chegue num grupo de pessoas e fale que você é ateu, pode ter certeza que vão sair falando que você é revoltado, ou comentários do tipo “como uma coisa dessas ainda esta vivo”.

Infelizmente com essa onda de neo-cristianismo que passamos (Dificilmente você encontra alguém que não tenha freqüentado igreja evangélica) as pessoas estão deixando a fé mística a frente da razão.

É deprimente...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
É deprimente...

E como... E o pior de se discutir com esse tipo de gente é a sua impermeabilidade à argumentação racional. Justamente por isso não me surpreendem essas pérolas, já que o povo leva mais em conta seus preconceitos que qualquer idéia razoável.

Isso que mais me tira as esperanças, já que você sabe que aqueles ali vão morrer ignorantes, mesquinhos, preconceituosos e intolerantes, sem perspectivas de mudarem a cabeça.. Aí não tem campanha nem passeata que dê jeito.

E se fosse só coisa de dona-de-casa desmiolada, veia crente, e zé povinho classe-média histérico (ô ódio!!), ainda estaria tranqüilo, mas ver essas opiniões entre universitários, jovens e gente esclarecida é terrível. Nessas horas que a gente pensa que tá falando pras paredes..

Mas e essa onda conservadora é mesmo perceptível, e o mais grave é a força que isso dá pras bancadas evangélicas, a maior responsável por retrocessos e absurdos nessa questão das liberdades individuais..

FANATISMO É FODA.....

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

sem noção esse tal de Afanásio Jazadji

<_<

se ele diz que maconha não pode ser legalizada ou descriminalizada

pelo bem-estar da população então ele deveria ser contra o álcool

não acham ?

o sr Jazadji não respondeu nada com nada.

mostrou-se ser um sujeito muito ignorante.

e..

sem neurônios

obs:

AOL – E o tratamento de recuperação dos usuários? Deveria ser diferenciado dos usuários de outras drogas?

AJ - Quanto ao tratamento de recuperação, é óbvio que o dependente, o viciado, além de pena diferenciada do traficante, precisa de encaminhamento a unidades específicas de saúde.

ele quis dizer "manicômio"

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
AOL – E para o tráfico de drogas?

AJ – Para o tráfico seria uma festa. Os traficantes devem estar torcendo e até bancando algumas opiniões.

É sempre esse mesmo papo...

afff, vou nem comentar!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

bah, eu comecei a ler os comentarios na pagina da aol, mas nao deu...

tive que parar...

que puta bad tríp ler aqueles comentarios, cara...

uma mulher falando que nao pode liberar a MACONHA, e dizendo "pense no seu amigo que morreu de aids"...

cara... como q pode uma população ser TAO ignorante?????

TAO cabeça fechada????

é de deixar triste......

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Cara! Quanta alienação! Como agente pode ter pessoas tão burras assim na sociedade? Agora dah até vontade de sair matando crente... Os ***** n respeitam agente e querem ser respeitados?? Tem mais é que perseguir e matar mesmo!!!

Pronto... To mais aliviado... :D

Mais eh palhaçada essas coisas... Acho que esse cara nunca conheceu um policial na vida....

Abraços! :D

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

o GABEIRA é o CARA!

esse outro é um acéfalo... "- para o trafico seria uma festa" ???

que cara idiota!

quem vai prefirir comprar fumo com mijo de bandido à um verdinho cheiroso e bonito?!

abraços

ps. odeio evangélicos radicais e descriminadores!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Nem adianta, é sempre igual. Pessoas que não fumam tem suas idéias e conceitos muito diferentes de pessoas que fumam. Não adianta falar, cada um vai ficar sempre com seus conceitos, estejam eles certos ou errados. Ainda por cima o povo é meio alienado, ao invés de procurar informação e formar uma opinião a respeito, preferem assistir ao big brother e novela, mas também pudera né? Com tanta informãção errada e anos de repressão em torno da maconha é até aceitável que tenha tanta hipocrisia na cabeça desse povo, e nesse país! :(

EU NÃO SOU MENOS DIGNO PORQUE FUMO MACONHA...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

o maluko e mo safado...tudo q ele falou , ele msm sabe q e mentira..

cuzao FDP...

ganha dinhero assim.. falando asneras, e distorcendo mentes..

q e claro esse safado ,deve ta envolvido com o trafico..pq ele quer msm q seja ilegual.. pra ele nao pagar imposto, e etc..

pra ele.. se continuar ilegual ta muito bom..

o maluko é o suco da bosta..

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

pois é...eu tambem nao gosto de extremistas evangelicos...

A religiao SEMPRE atrasou a humanidade:foram contra as pesquisas do renascimento,contra as descobertas das luas de Jupiter,contra Darwin,contra a camisinha,contra a maconha...Eu nao acredito em Deus da forma que eles o colocam.

Nao que todos sejam idiotas,Marthin Luther King nao era idiota,mas TODOS os evangelicos que eu conheço sao completamente burros.

Eles nao conseguem resolver as suas vidas e acham que deus vai auda-los apenas porque eles rezam por ele.

Agora,perguntem para eles o que eles fazem com o dinheiro desses crentes idiotas:eu conheço um pastor que anda de BMW.

E será que nossas queridas igrejas evangélicas pagam impostos?

[ ]´s

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 weeks later...

Faça login para comentar

Você vai ser capaz de deixar um comentário após fazer o login



Entrar Agora
  • Tópicos

  • Posts

    • 8 / 9 OUTUBRO 2022 / SÃO PAULO Salve hermanos! 🌱 Alguém aqui do fórum vai colar no festival híbrido em SP? Vai acontecer no Komplexo Tempo, no Parque da Mooca em São Paulo, o festival tem como foco o empreendedorismo cannabico e o apoio à ressignificação cultural e mercadológica deste mercado cannabico. O Festival Híbrido apresentará painéis de debates com especialistas em serviços da indústria, consultores, médicos, advogados e instituições que já desenvolvem projetos voltados ao universo canábico. IG do evento: https://www.instagram.com/festivalhibridosp/ Site: https://www.hibridosp.com.br/ Se alguém aqui do fórum for aparecer lá, deixa um salve, vou levar uns adesivos para compartilhar por lá! 🔥 À moderação GR: Desculpas à moderação, queria muito fazer este tópico na seção correta, porem me parece que não existe mais moderadores ativos na comunidade, visto que não existe nenhum post aprovado em 2022 nas respectivas seções. Postei aqui por ser o local visivel e mais próximo do adequado.
    • Salve hermano(a)?! @sabira Aqui minhas sementes demoram para germinar também, acho que não temos a mesma sorte que muitos aqui tem rs, minha Purple Afghan Kush eu deixei 24 horas na água com adicional de uma tampinha de água oxigenada volume 10 e depois passei para uma célula Jiffy, levou 7 a 9 dias para levantar da Jiffy, estava quase desistindo já, mas hoje está cheia de saúde. Há algumas alternativas que você pode testar aí para melhorar a germinação: Pré hidratar as sementes por 12 ou 24 horas antes do papel toalha. Podes também adicionar uma tampinha de água oxigenada volume 10, para eliminar possíveis pátogenos.  Lixar levemente as sementes, você pode usar uma lixa de madeira/parede ou até mesmo de unha e ir lixando levemente a semente de modo a afinar a sua casca e facilitar a entrada da umidade. Essa é uma técnica citada no 'The cannabis grow bible do Greg Green'. Utilizar um alicate de ponta para romper a semente, esta técnica é util em sementes mais duras, você precisa pegar um alicate de ponta/bico e colocar a semente na ponta do alicate, com os dois extremos (aresta mais longa, NÃO pode ser de lado) da semente em contato com o alicate, fazendo uma LEVE pressão no alicate até escutar um estralo. É importante não utilizar muita força no alicate para não perder a semente. Esta é uma técnica mais agressiva mas bastante funcional com sementes saudáveis. Se não me engano, aprendi esta com Mr Splinter. Importante: Temperatura ideal é entre 22ºc a 25ºc. Umidade relativa em 70% a 90%. Se você tiver sementes sobrando, acho que vale a tentativa de algumas das técnicas acima, talvez alguma delas te traga resultados positivos. 🌱 Boa sorte e sucesso!
    • Salve tio! Acredito que seja isto mesmo, na pesquisa recente encontrei a mesma informação. Buscava algo um pouco mais completo, mas já da para ter ideia.  Vou instalar no meio do mês ou no inicio de novembro o danado. 🔥
×
×
  • Criar Novo...