Ir para conteúdo

Alckmin Anuncia Internação Involuntária De Viciados Em Sp


fangorn

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

Leia mais em: http://noticias.bol....s-em-droga.jhtm

COLABORAÇÃO PARA A FOLHA O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou nesta sexta-feira que as internações à força de viciados em drogas em São Paulo poderão contar com o apoio da Polícia Militar. Alckmin anuncia projeto para facilitar internação de viciados em drogas em SP Um ano depois da ocupação da cracolândia pela PM, tráfico persiste Questionado se ele usaria policiais militares para retirar os dependentes químicos das ruas e levar para tratamento contra a vontade, Alckmin não descartou a possibilidade. "Pode não ser necessário, pode ser necessário. Ninguém quer agredir ninguém, ninguém quer violentar ninguém", afirmou. O novo projeto, que foi divulgado ontem e deverá ser implantado em até dez dias, pretende manter equipes na ruas da região central de São Paulo para abordar os dependentes químicos em "estado grave" e interná-los. De acordo com o governador, a internação compulsória será usada nos casos mais graves, quando "a pessoa está correndo risco de vida, extremamente debilitada e com dificuldades de tomar decisões". A ação deve iniciar com a primeira avaliação feita por médicos que estarão nas ruas e que definirão o "estado" do dependente. A partir disso, eles serão levados ao Cratod (Centro de Referência de Álcool, Tabaco e Outras Drogas), onde um juiz, na presença de um promotor e advogados, analisará o parecer da equipe médica e decidirá se é o caso de internação compulsória. Exames clínicos nesses dependentes poderão ser feitos no centro. Questionado como levaria o usuário de droga ao local para a realização dos exames e a a análise da Justiça, Alckmin se limitou a afirmar que a lei permite a interdição do usuário. "Estamos procurando facilitar as coisas e dar condição para que todos possam ser socorridos", disse Alckmin. (MARINA GAMA)

Leia mais em: http://noticias.bol....s-em-droga.jhtm

03/01/2013 - 20h52

Alckmin anuncia projeto para facilitar internação de viciados em drogas em SP

Publicidade

TALITA BEDINELLI

AFONSO BENITES

DE SÃO PAULO

O governo Geraldo Alckmin (PSDB) anunciou nesta quinta-feira (3) um projeto para facilitar a internação à força de dependentes graves de drogas.

A divulgação foi feita após ele ser questionado sobre a operação na cracolândia, centro de São Paulo, que completou um ano hoje. Reportagem da Folha mostrou que o tráfico continua no local.

O governo não deu detalhes sobre a medida. A Folha apurou que ela ainda está em fase final de discussão e que o anúncio foi antecipado por Alckmin.

De acordo com ele, a medida deve ser implementada nas próximas duas semanas.

Ela funcionará, primeiro, com viciados que são levados pelas equipes do governo ao Cratod (Centro de Referência de Álcool, Tabaco e Outras Drogas), no centro da cidade.

No local, médicos avaliarão as condições do paciente e informarão uma equipe sobre a necessidade de internação forçada de casos graves que recusarem tratamento.

A equipe terá um promotor, que dará um parecer, e um juiz, que decidirá se a internação forçada é necessária. A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) acompanhará.

Quando a Justiça concordar com a internação compulsória, o dependente será encaminhado para tratamento.

No anúncio, Alckmin afirmou que o projeto --uma parceria entre governo, Tribunal de Justiça, Ministério Público e OAB --seria para internações "involuntárias", modelo em que um familiar pode pedir a internação forçada diretamente ao sistema de saúde, sem precisar da Justiça.

À tarde, o palácio confirmou que também serão feitas internações "compulsórias" --quando a Justiça tem que autorizar, após atestado médico e parecer da Promotoria (a família não precisa pedir).

O governo não informou oficialmente qual o critério exato para definir os casos "graves" até a conclusão desta edição. No anúncio, Alckmin disse que são os que implicam em "comprometimento da saúde e da vida das pessoas."

A projeto será voltado para crianças, adolescentes e adultos.

http://www1.folha.uo...gas-em-sp.shtml

04/01/2013 09h57

- Por Band News

Alckmin anuncia internação involuntária de viciados em SP

O governo de São Paulo anunciou nesta quinta-feira (04) um programa de internação involuntária de dependentes químicos, em todo o Estado.

De acordo com o governador Geraldo Alckmin, a medida será implantada em 10 dias.

Narração de Sérgio Costa

Crédito da reportagem

Geraldo Alckmin - governador de SP

http://tvuol.uol.com...14326&time=all

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

quote

De acordo com o governador, a internação compulsória será usada nos casos mais graves, quando "a pessoa está correndo risco de vida, extremamente debilitada e com dificuldades de tomar decisões"

quote

Ja vi a POLICIA deixar muita gente assim: debilitada e com dificuldade de tomar decisoes.....

mas... falando serio, andando de ré em relacao a outros paises....

, olha o quanto ainda se quer gastar com policia, medicos, equipe de procura de drogados, juiz, promotor, clinicas e etc...

desse jeito vai ter paises superando nosso pib (que ficou em ultimo perto dos emergentes) só com a erva kkkkkk

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

"Pode não ser necessário, pode ser necessário. Ninguém quer agredir ninguém, ninguém quer violentar ninguém",

Porra Alckimn! Assim vc se entrega...um político como vc não aprendeu a mentir direito ainda????

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Acho deprimente a situação dos viciados no crack.. Não sou a favor de internação compulsória! Mas também não acho o projeto totalmente desnecessário.

Talvez seria válido se fosse oferecido algum benefício social como (emprego, moradia etc) em troca da internação por própria vontade.

Mas é certeza que o pais caminha na contramão com esta medida. Talvez isso seja um ponto positivo! Talvez o próprio governo reconheça que o pais deva avançar no caminho correto e estão tentando achar meios de solucionar os problemas atuais no tempo que ainda existe...

Enfim... Quem sabe?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Concondo que a questão é do crack delicada, ainda mais quando se observa que além dos "Zumbis" existem pessoas que trabalham e a noite fumam seu mescladinho, ou pipam sua pedrinha. É impressionante a quantidade de pessoas que fumam crack.

Fica a pergunta, será que o governo quer mesmo resolver o problema ou apenas pintar uma fachada de que esta fazendo alguma coisa, assim como faz no combate ao tráfico?

Tenho motivos para acreditar na segunda opção.

O principal deles é o governo querer impor uma lei, que fere os direitos individuais do cidadão.

Vejo também que esta imposição de tratamento aparece antes de um programa de educação, de redução de danos.

Ainda o governo não tem aonde tratar os milhares de usuários do estado, como vão ser criados essas vagas? acredito que vai acabar na criação de um sistema em grande parte privado, onde o $$ do tratamento vem dos sus, em suma a volta dos manicomios.

Tenho um primo viciado em crack a mais de 10 anos, ja passou por 5 internações para desintoxicação em 4 clinicas públicas e em uma particular, agora além de crack também é dependente de remédios. segundo ele clinica é igual aparece no bixo de 7 cabeças.

Tratamento para crack sei de 2 que dão resultado, ayuasca e cannabis. será que vão colocar os ceus que existem no estado como opção de terapia?

Em suma galera, ou agente faz alguma coisa para mudar, ou o bixo vai pegar.

tenho visto vídeos do tempo da ditadura, naquela época a juventude lutava contra o regime, hoje parece que ninguém vê que vivemos em uma ditadura, e quem vê não sabe o que fazer.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Enquanto esse bando de vampiros continuarem no comando, nada vai mudar. E negócio deles e desvio de verbas de qualquer sector para encher os próprios bolsos e bancar a próxima eleição. Em São Paulo, o mesmo partido está no poder à quase 30 anos ou mais. Se a coisa tá assim, não é de hoje, então a culpa é de quem?

Agora para mostrar para o povo algum serviço, vem com essa. E a maioria acredita.

Na minha opinião, o brasileiro é um povo inteligente, só é dirigido por corruptos e por quem não tá nem ai com o povo, somente consigo mesmo e com o partido.

A voz do povo só será ouvida nas urnas. Enquanto esses políticos continuarem ai, esqueçam.

Independente disso tudo, A LUTA CONTINUA! A VITÓRIA NOSSA É CERTA.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

quiem tem um dia-a-dia corrido merece usar o q quiser no seu momento relax se for 1x por dia depois do banho, antes d dormir, crack,cocaina, desinfetante veja ahhaahahah,cannabis eu nao vejo assim posso fumar 1 qnd acordo 1 antes d sair 1 qnd volto q nao tem prob algum hahahahaahaah

foda eh quem nao tem um dia-a-dia corrido e so faz issoo ainda mais crack, esses q se perdem, tem a ver com a cabeca da pessoa mesmo, saber esperar, eu nao sei

eu fumo cigarro e 1h sem fumar ja to pocurando uma escapadinha pra ir na rua, eu nao teria/tenho cabeca pra usar uma parada q eu nao vo ter controle d mim mesmo eh so olhar pra nicotina o q ela ja faz

qnd legalizarem vao vender sem po royal,marmore, nego pega a pasta base q nao sabemos a pureza q vem e o crack eh a sobra dessa mistura sinistra, ..e os crackudos fumando isso, o governo com certeza quer a morte deles

se fosse crack 100% da coca 100%.eheheh de rwepente nem dava essa infestacao toda, a mistura tb afeta mt

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Consultores Jurídicos GR

acho que assim dá mais certo.

Chocolate contra o crack

Em São Bernardo do Campo, alimentos calóricos, filtro solar e protetor labial têm funcnionado melhor que as pistolas elétricas nas cracolândias. Cidade mantém 250 usuários em tratamento

fonte: http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/sao-bernardo-do-campo-no-abc-paulista-e-exemplo-nacional-contra-o-crack

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Isso é um perigo! Dependendo do quão proibicionista for o juíz, um grower não poderia ser internado compulsoriamente? A lei não restringe quanto as drogas q serão abordadas dessa forma...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 weeks later...

Faça login para comentar

Você vai ser capaz de deixar um comentário após fazer o login



Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...