Ir para conteúdo

Criador Da 1ª Igreja Rastafári É Condenado Por Plantar Maconha


AllNature

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

Religiões clássicas, essa é muito boa. E o Santo Daime? O cara toma até o cú fazer bico, surta mata dois e já esta prestes a ganhar a liberdade. Enquanto isso no RAS é condenado a uma pena de 14 anos.

Foi solto ontem o o dono da pizzaria que atirou na cabeça da menina de 11 anos, a queima roupa, por causa de um pizza. O pai reclamou da pizza, o dono não gostou, pegou o revolver, a filha entrou na frente do pai e dono da pizzaria atirou na cabeça dela.

Já está nas ruas.

É o Brazil zil zil!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Religiões clássicas, essa é muito boa. E o Santo Daime? O cara toma até o cú fazer bico, surta mata dois e já esta prestes a ganhar a liberdade. Enquanto isso no RAS é condenado a uma pena de 14 anos.

Não é bem assim né irmão... Não vamos julgar o Santo Daime pois senão seremos tal qual os proibicionistas julgando o Ras e a maconha como sacramento religioso.

É evidente que o juíz é preconceituoso por isso a citação da "religião clássica". Mas acredito também que essa fala dele pode ser um tiro no próprio pé quando entrarem com a ação no STF a favor do Ras.

Paz!

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Ha,luta armada seria a gloria dos reacas,uma belissima desculpa para voltar a cacar os "terroristas" Brasileiros.O pessoal da ditadura ainda esta vivo,e tem muitos outros se criando,talvez um pouco controlados,mas sempre a espreita,e sempre mexendo seus pausinhos.Nao vale a pena dar mais municao pra eles,na minha visao.E se for pra sacrificar a propria vida por alguma causa,existem jeitos mais construtivos...

acho que se o povo consciente pegar em armas com certeza não será apenas pela repressão à maconha, mas sim pelo domínio cruel imposto por uma elite sem alma... os maconheiros, os negros, os pobres, os gays, todo mundo q não é branco, cristão e de direita é uma pessoa digna do ódio da sociedade, logo não seriamos poucos a nos levantar...

eu acredito que nossos guerreiros do papel estão fazendo progressos, o inimigo tenta nos intimidar, mas já conhecemos o jogo...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

 

acho que se o povo consciente pegar em armas com certeza não será apenas pela repressão à maconha, mas sim pelo domínio cruel imposto por uma elite sem alma... os maconheiros, os negros, os pobres, os gays, todo mundo q não é branco, cristão e de direita é uma pessoa digna do ódio da sociedade, logo não seriamos poucos a nos levantar...

eu acredito que nossos guerreiros do papel estão fazendo progressos, o inimigo tenta nos intimidar, mas já conhecemos o jogo...

 

Eu nao so acho como tenho certeza,ate porque pegar em armas pra defender maconha ja tem bastante bandido fazendo,e ninguem chama de guerrilha hehe.

Mas o problema eh que revolucao armada,ou mesmo imposta,nao serve de nada.Primeiro que se o povo "mais consciente" iniciar uma guerra civil,o povo "menos consciente" nao vai apoiar,muito menos se a guerra foi declarada tambem a igrejas.Fora que o estado invariavelmente iria ganhar dos "revolucionarios" simplesmente porque tem muito mais recursos,financeiros e humanos.Depois sempre vale lembrar que muitos dos nossos queridos politicos,a algumas decadas eram "revolucionarios" e agora no poder sao bem "conservadores"(corruptos,manipulaveis,manipuladores,interesseiros,sangue-sugas etc...)

Luta armada eh furada,e ja ta mais do que comprovado.Igual a guerra as drogas,outras guerras nunca trazem beneficios para as pessoas de bem e para a populacao em geral.

A verdadeira revolucao se faz sobre a mente,e por isso mesmo que a ignorancia,o preconceito,o fanatismo,o simplismo etc sao tao bem difundidos,aceitos,e incentivados.

Abracos

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

   

Eu nao so acho como tenho certeza,ate porque pegar em armas pra defender maconha ja tem bastante bandido fazendo,e ninguem chama de guerrilha hehe.

Mas o problema eh que revolucao armada,ou mesmo imposta,nao serve de nada.Primeiro que se o povo "mais consciente" iniciar uma guerra civil,o povo "menos consciente" nao vai apoiar,muito menos se a guerra foi declarada tambem a igrejas.Fora que o estado invariavelmente iria ganhar dos "revolucionarios" simplesmente porque tem muito mais recursos,financeiros e humanos.Depois sempre vale lembrar que muitos dos nossos queridos politicos,a algumas decadas eram "revolucionarios" e agora no poder sao bem "conservadores"(corruptos,manipulaveis,manipuladores,interesseiros,sangue-sugas etc...)

Luta armada eh furada,e ja ta mais do que comprovado.Igual a guerra as drogas,outras guerras nunca trazem beneficios para as pessoas de bem e para a populacao em geral.

A verdadeira revolucao se faz sobre a mente,e por isso mesmo que a ignorancia,o preconceito,o fanatismo,o simplismo etc sao tao bem difundidos,aceitos,e incentivados.

Abracos

concordo, é a maneira correta e civilizada de fazer as coisas, se funcionar... achei de mal gosto dizer q tem "bandido defendendo maconha" não confere com a realidade, tem bandido defendendo território, seja pra vende maconha ou peça de carro... a verdadeira revolução é cultural, de fato, sobre a mente... mas o futuro sombrio de mentes vazias e cheias de ódio vai dizer o que realmente trará a mudança...

basta olhar em volta, as pessoas se odeiam por causa de times de futebol, opções, raças etc... é como se o ser-humano procurasse desculpa pra sentir ódio pelo ser-humano... luta armada não é um mar de rosas, na guerra todos são perdedores, mas ela tende a ser inevitável em certos casos...

lembrando o episódio da chuva de balas de fuzil em zona residencial, já estamos em uma guerra civil...

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

concordo, é a maneira correta e civilizada de fazer as coisas, se funcionar... achei de mal gosto dizer q tem "bandido defendendo maconha" não confere com a realidade, tem bandido defendendo território, seja pra vende maconha ou peça de carro... a verdadeira revolução é cultural, de fato, sobre a mente... mas o futuro sombrio de mentes vazias e cheias de ódio vai dizer o que realmente trará a mudança...

basta olhar em volta, as pessoas se odeiam por causa de times de futebol, opções, raças etc... é como se o ser-humano procurasse desculpa pra sentir ódio pelo ser-humano... luta armada não é um mar de rosas, na guerra todos são perdedores, mas ela tende a ser inevitável em certos casos...

lembrando o episódio da chuva de balas de fuzil em zona residencial, já estamos em uma guerra civil...

Eu so sanguinario se eu pudesse eu botava a minha experiencia com esniper para botar um osmar terra da vida comendo capim pela raiz.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Peeeeeeeeera ai nao tem nada haver falar que foi por tomar Daime que ele matou o Glauco e seu filho !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Vc ta totalmente errado o maluco era esquizofrenico procure se informar sobre o Daime para nao falar besteira!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

O problema de se matar corrupto no Brasil é que vai faltar bala!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Eu sou a favor!!!!!!!!!!!!!Com esses politicos nao tem dialogo eles so pensam em poder e dinheiro ,quem assistiu a votaçao dessa lei na camara entende o que eu to falando!!!!!!!!Nos somos um pais foda que so nao vai para frente de verdade por causa desses politicos merdas safados ...

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

esse ódio e esse pessimismo são só uma sequela de todas essas guerras estúpidas... de qualquer maneira o sol vai nascer e as plantas vão brotar amanha...

me perdoem a carga negativa dos posts anteriores... gratidão e força aos nossos guerreiros do papel, guerreiros pacíficos...

só queremos respeito, não queremos o sangue de ninguém, nem do pior destes filhos da puta, preferia que eles se tornassem pessoas melhores, não pessoas mortas...

time will tell...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Eu tb preferia que eles virassem homens de bem ,mas isso nao é possivel,pois, na Camara e no Senado 98% sao de ladroes da pior especie nao tem menor compromisso com o povo sao 1000 x pior que o Beira-Mar!!!!!!!!!!!!!!Outra coisa a atitude dos nossos politicos leva a milhoes de mortes entao minha pena deles é zero !!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Não é bem assim né irmão... Não vamos julgar o Santo Daime pois senão seremos tal qual os proibicionistas julgando o Ras e a maconha como sacramento religioso.

É evidente que o juíz é preconceituoso por isso a citação da "religião clássica". Mas acredito também que essa fala dele pode ser um tiro no próprio pé quando entrarem com a ação no STF a favor do Ras.

Paz!

Devo discordar com o amigo acho que é valido criticar o pessoal do UDV, santo daime e etc. Não tenho nada contra a religião inclusive já fui a algumas reuniões, porém o que eu vejo é uma religião que faz o uso de uma substância psicoativa mas que as pessoas não crescem pois os "líderes" não todos, mas a maioria são pessoas com dogmas e visões do mundo engessadas e muitas vezes tradicionalistas, acho extremamente útil e realmente existe a cura através do uso dessa substância, mas por que se deve fazer isso atrelado a Igreja? a gente vai cair naquela discussão que rolou a alguns anos atrás quer dizer que se legalizar a Ganja por fins religioso só vai poder usar quem tem religião ? e o brother que é ateu ou que tem sua espiritualidade mas não quer fazer parte de uma determinada igreja e seus dogmas ?

Tenho uma visão critica pelo fato de que a liberação do Santo daime no Brasil só ocorreu por uma articulação da Classe média e foi feita para que eles não fossem presos lógico isso nas cidades porque na Amazônia já é fato e muitos não ligam se é liberado o culto ou não. Quero dizer com isso é que se for pra legalizar a Ganja assim passando por esse mesmo caminho quanto tempo vai demorar pra legalizar de verdade ? tudo bem que pra quem não tem nada seria ótimo.

Sem querer causar estardalhaço, e dou todo meu apoio a o Ras Geraldinho porque o que foi feito com ele foi uma injustiça, mas por que não houve uma perseguição tão tangente assim com o pessoal do Daime ? isso é além do preconceito a politica de estado que vê a Ganja como droga de preto, essa é a verdade a droga do pobre dos menos privilegiados. Acho que existe esse abismo com relação ao uso dessas duas drogas o Daime e a maconha uma é pra classes de elite que querem sentir conectados com as forças da natureza enquanto a outra é uma planta sem valor, sem poder. não quero atacar ninguém dessa religião tenho muito amigos que fazem parte, e sei que já houve problemas entre o nosso fórum e o deles então não é pra começar uma guerra só pra refletir sobre esses processos Históricos.

Jah! paz!

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Religiões clássicas, essa é muito boa. E o Santo Daime? O cara toma até o cú fazer bico, surta mata dois e já esta prestes a ganhar a liberdade. Enquanto isso no RAS é condenado a uma pena de 14 anos.

Off- topic: O rapaz que matou dois e está por ganhar a liberdade, estava sem tomar daime há 6 meses por motivo de suspensão, pois já apresentava problemas sociais dentro da irmandade.

  • Like 3
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Devo discordar com o amigo acho que é valido criticar o pessoal do UDV, santo daime e etc. Não tenho nada contra a religião inclusive já fui a algumas reuniões, porém o que eu vejo é uma religião que faz o uso de uma substância psicoativa mas que as pessoas não crescem pois os "líderes" não todos, mas a maioria são pessoas com dogmas e visões do mundo engessadas e muitas vezes tradicionalistas, acho extremamente útil e realmente existe a cura através do uso dessa substância, mas por que se deve fazer isso atrelado a Igreja? a gente vai cair naquela discussão que rolou a alguns anos atrás quer dizer que se legalizar a Ganja por fins religioso só vai poder usar quem tem religião ? e o brother que é ateu ou que tem sua espiritualidade mas não quer fazer parte de uma determinada igreja e seus dogmas ?

Tenho uma visão critica pelo fato de que a liberação do Santo daime no Brasil só ocorreu por uma articulação da Classe média e foi feita para que eles não fossem presos lógico isso nas cidades porque na Amazônia já é fato e muitos não ligam se é liberado o culto ou não. Quero dizer com isso é que se for pra legalizar a Ganja assim passando por esse mesmo caminho quanto tempo vai demorar pra legalizar de verdade ? tudo bem que pra quem não tem nada seria ótimo.

Sem querer causar estardalhaço, e dou todo meu apoio a o Ras Geraldinho porque o que foi feito com ele foi uma injustiça, mas por que não houve uma perseguição tão tangente assim com o pessoal do Daime ? isso é além do preconceito a politica de estado que vê a Ganja como droga de preto, essa é a verdade a droga do pobre dos menos privilegiados. Acho que existe esse abismo com relação ao uso dessas duas drogas o Daime e a maconha uma é pra classes de elite que querem sentir conectados com as forças da natureza enquanto a outra é uma planta sem valor, sem poder. não quero atacar ninguém dessa religião tenho muito amigos que fazem parte, e sei que já houve problemas entre o nosso fórum e o deles então não é pra começar uma guerra só pra refletir sobre esses processos Históricos.

Jah! paz!

O daime foi regulamentado após algumas visitas do Exército brasileiro em conjunto com uma equipe multidisciplinar (psiquiatras, antropólogos, assistentes sociais,etc) primeiramente a comunidade Rio do Ouro e subsequente ao Céu do Mapiá. Ambos locais dentro da floresta amazônica onde o povo ali reunido sobrevivia na época através da subsistência da terra, o relatório final sobre esse "povo da floresta" que tomava o tal do chá alucinógeno, foi de que ali estava o melhor modelo de habitação sustentável em meio á floresta amazônica.

O que quero dizer é que para conseguir a autorização e posterior regulamentação do daime no Brasil foram muitos anos de luta e batalha que se iniciou a partir da década de 30, com a organização e fundamentação da doutrina religiosa. Aí vão dizer: "ah mas o Rastafarismo é milenar", concordo, mas o que relutei para não dizer aqui é que na igreja do nosso irmão e batalhador Ras Geraldinho, o rastafarismo está só no nome. Com todo respeito ao culto que lá é realizado, no máximo seria um "new rastafarismo" e acredito que ele tem total direito de realizar seus cultos religiosos e também de utilizar esta planta milenar de maneira religiosa de acordo da maneira que ele "recebeu do astral" em usar.

  • Like 4
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Off- topic: O rapaz que matou dois e está por ganhar a liberdade, estava sem tomar daime há 6 meses por motivo de suspensão, pois já apresentava problemas sociais dentro da irmandade.

estava sem tomar oficialmente, pq hj em dia qq um faz esse cha se tiver os ingredientes e paciencia

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Preparem-se para o CHORUME que jorra da boca do fabuloso jurista Ives Gandra da Silva Martins :

*****************************************************************************************************************************************************

http://liberdadedepensamento.wordpress.com/artigos-diversos/voce-e-branco-cuide-se-por-ives-gandra-da-silva-martins/

Hoje, tenho eu a impressão de que o ‘cidadão comum e branco’ é agressivamente discriminado pelas autoridades e pela legislação infraconstitucional , a favor de outros cidadãos, desde que sejam índios, afrodescendentes, homossexuais ou se auto-declarem pertencentes a minorias submetidas a possíveis preconceitos.

Assim é que, se um branco, um índio ou um afrodescendente tiverem a mesma nota em um vestibular, pouco acima da linha de corte para ingresso nas Universidades e as vagas forem limitadas, o branco será excluído, de imediato, a favor de um deles. Em igualdade de condições, o branco é um cidadão inferior e deve ser discriminado, apesar da Lei Maior.

Os índios, que pela Constituição (art. 231) só deveriam ter direito às terras que ocupassem em 5 de outubro de 1988, por lei infraconstitucio nal passaram a ter direito a terras que ocuparam no passado. Menos de meio milhão de índios brasileiros – não contando os argentinos, bolivianos, paraguaios, uruguaios que pretendem ser beneficiados também – passaram a ser donos de 15% do território nacional, enquanto os outros 183 milhões de habitantes dispõem apenas de 85% dele. Nesta exegese equivocada da Lei Suprema, todos os brasileiros não índios foram discriminados.

Aos ‘quilombolas’ , que deveriam ser apenas os descendentes dos participantes de quilombos, e não os afrodescendentes, em geral, que vivem em torno daquelas antigas comunidades, tem sido destinada, também, parcela de território consideravelmente maior do que a Constituição permite (art. 68 ADCT), em clara discriminação ao cidadão que não se enquadra nesse conceito.

Os homossexuais obtiveram, do Presidente Lula e da Ministra Dilma Roussef, o direito de ter um congresso financiado por dinheiro público, para realçar as suas tendências, algo que um cidadão comum jamais conseguiria.

Os invasores de terras, que violentam, diariamente, a Constituição, vão passar a ter aposentadoria, num reconhecimento explícito de que o governo considera, mais que legítima, meritória a conduta consistente em agredir o direito. Trata-se de clara discriminação em relação ao cidadão comum, desempregado, que não tem este ‘privilégio’, porque cumpre a lei.

Desertores e assassinos, que, no passado, participaram da guerrilha, garantem a seus descendentes polpudas indenizações, pagas pelos contribuintes brasileiros. Está, hoje, em torno de 4 bilhões de reais o que é retirado dos pagadores de tributos para ‘ressarcir’ àqueles que resolveram pegar em armas contra o governo militar ou se disseram perseguidos.

E são tantas as discriminações, que é de se perguntar: de que vale o inciso IV do art. 3º da Lei Suprema?

Como modesto advogado, cidadão comum e branco, sinto-me discriminado e cada vez com menos espaço, nesta terra de castas e privilégios.

*****************************************************************************************************************************************************

Olha, esse cara não é um jurista.

É um comentarista de blog do reinaldo azevedo e afins.

Não é possível que um ser instruído chegue em determinadas instâncias da nossa JUSTIÇA propagando mensagens tão preconceituosas e burras.

Eu ia comentar o texto, mas não tive estômago.

Sinto pelo Ras Geraldinho, tenho certeza que no STF a decisão será ao menos amenizada e devolverão o sítio.

Quanto ao pessoal que fala de pegar em armas, sugiro não darem trela para esse assunto.

Para um reinaldinho azevedo entrar aqui no fórum, pegar citações e sair alardeando nossa ~violência~ e erguer a turba imbecil dele contra nós, é um pulo.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

O daime foi regulamentado após algumas visitas do Exército brasileiro em conjunto com uma equipe multidisciplinar (psiquiatras, antropólogos, assistentes sociais,etc) primeiramente a comunidade Rio do Ouro e subsequente ao Céu do Mapiá. Ambos locais dentro da floresta amazônica onde o povo ali reunido sobrevivia na época através da subsistência da terra, o relatório final sobre esse "povo da floresta" que tomava o tal do chá alucinógeno, foi de que ali estava o melhor modelo de habitação sustentável em meio á floresta amazônica.

O que quero dizer é que para conseguir a autorização e posterior regulamentação do daime no Brasil foram muitos anos de luta e batalha que se iniciou a partir da década de 30, com a organização e fundamentação da doutrina religiosa. Aí vão dizer: "ah mas o Rastafarismo é milenar", concordo, mas o que relutei para não dizer aqui é que na igreja do nosso irmão e batalhador Ras Geraldinho, o rastafarismo está só no nome. Com todo respeito ao culto que lá é realizado, no máximo seria um "new rastafarismo" e acredito que ele tem total direito de realizar seus cultos religiosos e também de utilizar esta planta milenar de maneira religiosa de acordo da maneira que ele "recebeu do astral" em usar.

Concordo, se chamam de liberdade religiosa mas querem escolher a que dogmas e como se deve seguir então não há nenhuma liberdade religiosa.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Por que esse mega off tópic jons? O brasil e muito miscigenado. pequenas minorias sempre existiram. não sou branco, sou pardo.

Sobre o Geraldinho, liberdade religiosa, dogma, doutrina, estilo de vida cada um faz o seu. E ridiculamente ditador você dizer que nasceu aqui deve ser cristão. Além do que, não foi encontrada nenhuma prova que qualifique o cara como traficante.

Letreiro multi-racial diz: Um país de todos, e meio irônico deparar com essas coisas... O país tem muito potencial econômico, empreendedores brasileiros tem respeito la fora, exportação em alta. O que não muda e a burocracia politica que nós vivemos. O sistema é lento e pouco eficiente, nós sabemos, eles sabem. Então por que não mudar? Não cansados de verem políticos envolvidos com escândalos, onde, de forma alguma são detidos em cárcere. Alguém ainda lembra do Zé Dirceu? do Palocci? O Collor ainda consegue ser eleito cara... E um total descaso. Invulnerável.

Agora, olha para esse pobre, 14 anos de cadeia. Um pobre velho de 55 anos. E uma triste prova de que o sistema de combate as drogas não funciona. Assim como, o fluxo do dinheiro publico. De que forma superlotar a penitenciaria de gente pobre diminui a violência?

Processos totalmente desnecessários como do Dr. Laranjeiras, contribuem para lentidão do nosso tribunal. Falta de planejamento. O plenário e um grande comercio. Politico-Empresário, de madeireira a empreiteira. De autódromo a balsa. De jatinho a merenda escolar.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Por que esse mega off tópic jons? O brasil e muito miscigenado. pequenas minorias sempre existiram. não sou branco, sou pardo.

Sobre o Geraldinho, liberdade religiosa, dogma, doutrina, estilo de vida cada um faz o seu. E ridiculamente ditador você dizer que nasceu aqui deve ser cristão. Além do que, não foi encontrada nenhuma prova que qualifique o cara como traficante.

Letreiro multi-racial diz: Um país de todos, e meio irônico deparar com essas coisas... O país tem muito potencial econômico, empreendedores brasileiros tem respeito la fora, exportação em alta. O que não muda e a burocracia politica que nós vivemos. O sistema é lento e pouco eficiente, nós sabemos, eles sabem. Então por que não mudar? Não cansados de verem políticos envolvidos com escândalos, onde, de forma alguma são detidos em cárcere. Alguém ainda lembra do Zé Dirceu? do Palocci? O Collor ainda consegue ser eleito cara... E um total descaso. Invulnerável.

Agora, olha para esse pobre, 14 anos de cadeia. Um pobre velho de 55 anos. E uma triste prova de que o sistema de combate as drogas não funciona. Assim como, o fluxo do dinheiro publico. De que forma superlotar a penitenciaria de gente pobre diminui a violência?

Processos totalmente desnecessários como do Dr. Laranjeiras, contribuem para lentidão do nosso tribunal. Falta de planejamento. O plenário e um grande comercio. Politico-Empresário, de madeireira a empreiteira. De autódromo a balsa. De jatinho a merenda escolar.

Postei um texto mostrando o nível de preconceito do responsável pela condenação do Ras Geraldinho, não considero off topic.

E deixei bem claro que não concordo nem um pouco com o que ele escreveu.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Tudo na normalidade doBrasil sil sil...foram quase 250 mortos em santa maria, a culpa é DO ESTADO principalmente e as famílias choram seus mortos e ninguém faz nada. NINGUÉM ESTA PRESO OU RESPONSABILIZADO. ras geraldinho é condenado a 14 anos por cultivar flores e ter sua fé, exercida em área particular e fica preso. vai entender? :naparede: me pelo de raiva ver tamanha injustiça.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

concordo, é a maneira correta e civilizada de fazer as coisas, se funcionar... achei de mal gosto dizer q tem "bandido defendendo maconha" não confere com a realidade, tem bandido defendendo território, seja pra vende maconha ou peça de carro... a verdadeira revolução é cultural, de fato, sobre a mente... mas o futuro sombrio de mentes vazias e cheias de ódio vai dizer o que realmente trará a mudança...

basta olhar em volta, as pessoas se odeiam por causa de times de futebol, opções, raças etc... é como se o ser-humano procurasse desculpa pra sentir ódio pelo ser-humano... luta armada não é um mar de rosas, na guerra todos são perdedores, mas ela tende a ser inevitável em certos casos...

lembrando o episódio da chuva de balas de fuzil em zona residencial, já estamos em uma guerra civil...

Obviamente estava brincando quando disse que tem bandido defendendo maconha armado...sinceramente...

Sobre a revolucao armada,este treco da introducao do livro A Arte de Viver para as Novas Geracoes (Raoul Vaneigem,1968,edicao de 2002 da conrad,colecao Baderna) escrita pelo proprio autor em 1991,diz tudo que penso de maneira que nao conseguiria..

"A violencia mudou de sentido.Nao que o rebelde tenha se cansado de combater a exploracao,o tedio,a pobreza e a morte:o rebelde simplismete resolveu nao combate-los mais com as armas da exploracao,do tedio,da pobreza e da morte.Ja que a primeira vitima de tal luta e aquele que se compromete em desprezar sua propia vida.O comportamento suicida se inscreve na logica de um sistema que tira seu proveito do esgotamento gradual da natureza terrestre e da natureza humana.

Se o antigo grito de "Morte aos Exploradores" nao ecoa mais nas ruas,é porque deu lugar a um outro grito,vindo da infancia,proveniente de uma paixao mais serena e nao menos tenaz:"A vida antes de todas as coisas!"

A recusa da mercadoria,implicita nas vitrines quebradas em 1968,marcou uma clara e publica fratura em uma fronteira economica tracada a milenios sobre os destinos individuais,que dissimula com arcaicos reflexos de medo e impotencia o carater verdadeiramente radical do movimento insurrecional.Digo "verdadeiramente radical" porque enfim havia uma chance de fundar sobre a vontade de viver,presente em cada um,uma sociedade que alcancaria pela primeira vez na historia uma autentica humanidade.

Muitas pessoas, porem, aproveitaram a ocasiao para vender contestacao, ignorando qualquer necessidade de mudar o comportamento ligado aos mecanismos das leis de mercadoria.Entre os leitores de A Arte havia, portanto, alguns que se apoderaram de minha analise de um mal de vivre (do qual quero acima de tudo me livrar) como uma desculpa para nao oferecer qualquer resistensia ao estado de sobrevivencia(que os confortos do estado de bem-estar,com seus consolos abundantes e amargos,haviam ate entao encoberto)do qual sao escravos.

Nao demorou muito para estas pessoas forjarem novas couracas de carater no fogo verbal da militancia terrorista.Depois,e sem renunciar ao discurso incendiario,elas entraram na carreira burocratica e se encheram de gloria como dentes da engrenagem da maquina do Estado e do mercado."

Quem nao sabe quem eh o autor,nem que porra de livro e esse,e supos que deve ser de auto-ajuda,nem comente,porque nao existe sentido em discutir "revolucao" com voce hehehe.E outra,esse assunto da pano pra manga e no meu ver eh muito interessante de ser debatido,ainda mas no momento da humanidade que nos encontramos hoje.Mas eh off topic total,poderiamos mover a discussao para um local mais apropriado?

Abracos

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 4 months later...

Faça login para comentar

Você vai ser capaz de deixar um comentário após fazer o login



Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...