Ir para conteúdo

Vaporizadores baratos, qual vale a pena comprar?


TCHELO

Recommended Posts

  • Usuário Growroom
2 minutos atrás, la20la02 disse:

Salve galera, fiquei um tempo lendo todas as respostas desde o início do tópico e resolvi comprar meu primeiro vapo portátil (isso porque tenho um de mesa fazem uns 2 anos, aquele de madeira que liga na tomada, com um tubo de borracha (que com o tempo fica uma resina fudida) e vidro na ponta onde você coloca o chá).

Fiquei na duvida entre o arizer air e o pax2..

O arizer air tem o tubo de vidro que pode quebrar, gosto é bom (pelo que li aqui no tópico), bateria dura 10 min cada sessão (4 a 5 sessões no total).

Já o pax2 tem um preço mais salgado, não tem o vidro para quebrar, gosto é parecido com o air (???), muito mais discreto e menor que o air, e a bateria dura cerca de 2h e meia, sendo este o ponto que me fez escolher ele.

O que vocês acham desta minha observação, válida? Ou seria "muito" ir direto num pax2?

Para o meu uso no caso seria para acabar com a queima da erva, começar a vaporizar ela em outros lugares, em público.

Em casa nao tenho problema com cheiro e posso fumar tranquilo..

Por exemplo, poder dar aquele 2 no intervalo da aula da faculdade, no pátio, sem ter que sair dela e atravessar a rua..

Fico com medo de quebrar fácil esse vidrinho do air; já tenho experiencias parecidas com o meu vapor de mesa, tive que comprar 2 mangueiras já pelo ebay, e ter que ficar repondo de tempo em tempo. Já o pax2 nunca teria este problema.

@TCHELOVi que você é bem ativo neste tópico e inclusive tem esses 2 vapos que estou estudando a compra, o que você faria no meu lugar? Sendo que cada um desses vapo tem seus prós e contras..

Valeu galera abraço e good vibes!

Eu acho super válida! E se você gostou do estilo do pax2 e tem como pagar, eu acho uma ótima!

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
7 hours ago, lixeiro300 said:

Quanto mais amônia, maior a chance de ter menos THC e mais CBD, nos prensa, certo?!

Exatamente. Cheiro de amônia é sinal de decomposição do THC em CBD, o que não é exatamente uma coisa ruim, dependendo do efeito desejado. Indicas tem naturalmente mais CBD do que THC, e sativas, mais THC que CBD. Da mesma forma, plantas colhidas mais cedo terão mais THC e mais tarde mais CBD. Os dois canabinoides interagem de modo a equilibrarem seus efeitos. Assim, uma planta com mais THC produz uma viagem mais mental (e mais chances de picos de ansiedade e paranoia, por exemplo) e uma com mais CBD uma mais física (sono, moleza, prostração).

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
1 hour ago, SantoSkywalker said:

Eu acho super válida! E se você gostou do estilo do pax2 e tem como pagar, eu acho uma ótima!

Não usei o Pax2, mas todos os reviews gringos e brasileiros falam que evoluiu muito em relação ao Pax1 (que eu testei durante uns 3 ou 4 meses e achei muito fraco). O Solo (que é basicamente a mesma coisa que o Air, só que maior) tem realmente o melhor gosto de vapor entre todos que experimentei. Dizem que é por causa dos tubos de vidro. Imagino que seja fácil quebrá-los mesmo, mas até agora os meus seguem firmes e fortes por aqui. Quanto a vaporizar na rua, acho meio vacilo, mas se for o caso, provavelmente o Pax será mais discreto que o Air (ainda que os dois certamente acabem atraindo a atenção dos curiosos, né?). Hehehe.

Mas assim: se tem a grana pra comprar um Pax, eu iria nele. Fui no Solo porque queria algo mais acessível e com durabilidade e qualidade comprovadas. Na época (Natal) paguei pouco mais de 900 (com frete) no Solo, e só o aparelho Pax2 na mesma loja saia 2 contos.

  • Like 3
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Acho então que vai muito de quanto a pessoa (no caso eu) está disposto a gastar..

Os 2 vapo são de boa qualidade e cumprem bem a sua função

Realmente pagar 2 conto num pax2 está fora de cogitação, pegaria um se achasse mais em conta, vamos ver como vai ser o proceder haha

valeu!

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
5 minutos atrás, SantoSkywalker disse:

Eu nem acho, a menos que você queira dizer em comparação a vaporizar em casa que fica 100% tranquilo, mas para quem fuma ou fumava na rua vaporizar é tipo "kids mode"!

Exatamente.. ou as vezes você esta em um bar ou algum lugar do tipo e bate aquela vontade de dar um 2, com o lugar cheio de segurança; ou voce pede para sair do estabelecimento e deixa algo como garantia (normalmente r.g) ou da aquela vaporizada no fumodromo na surdina kkkkk

E um pax2 seria muito mais desbaura do que um air que tem aquele vidrinho, com o perigo de quebrar ainda

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
21 minutes ago, SantoSkywalker said:

Eu nem acho, a menos que você queira dizer em comparação a vaporizar em casa que fica 100% tranquilo, mas para quem fuma ou fumava na rua vaporizar é tipo "kids mode"!

Nem acho! Na real, pra mim é o contrário. Fumo 300 mil por cento de boa na rua. Se der qualquer merda dá pra engolir a ponta, abrir o baseado e comer só a seda amassadinha, sei lá, é muito mais fácil dispersar do que se te pegarem com um aparelho eletrônico altamente resinado de 900-2000 reais. Eu não sou louco de sair pra rua com o meu Solo. Tá maluco. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
16 minutes ago, la20la02 said:

Exatamente.. ou as vezes você esta em um bar ou algum lugar do tipo e bate aquela vontade de dar um 2, com o lugar cheio de segurança; ou voce pede para sair do estabelecimento e deixa algo como garantia (normalmente r.g) ou da aquela vaporizada no fumodromo na surdina kkkkk

 

Mas bicho, só porque não sai fumaça não quer dizer que não sai cheiro! Tem que se ligar! A marofa é muito menor que fumando, mas ainda existe. Hehehehe. Todavia concordo 100% que nessa situação de dar uma bolinha na encolha é mais confirmado tentar uma vaporizada que uma queimada.

 

16 minutes ago, la20la02 said:

E um pax2 seria muito mais desbaura do que um air que tem aquele vidrinho, com o perigo de quebrar ainda

Sei lá, eu se vejo um maluco metendo a boca num bagulho que parece um celular, um controle remoto, e depois ele solta um VAPOR eu vou ficar muito curioso pra saber o que é. Heheheh.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
10 minutos atrás, Curandeiro Dido disse:

Nem acho! Na real, pra mim é o contrário. Fumo 300 mil por cento de boa na rua. Se der qualquer merda dá pra engolir a ponta, abrir o baseado e comer só a seda amassadinha, sei lá, é muito mais fácil dispersar do que se te pegarem com um aparelho eletrônico altamente resinado de 900-2000 reais. Eu não sou louco de sair pra rua com o meu Solo. Tá maluco. 

Eu fumo com uma certa tranquilidade na rua, mas vaporizando eu consigo ficar em muito mais lugares e fico realmente muito mais tranquilo. Sempre fico mais sussa ainda se não tenho nada além do que eu to consumindo, acho bem fácil abrir o vaporizador e dispensar o ABV.

 

12 minutos atrás, Curandeiro Dido disse:

 

Mas bicho, só porque não sai fumaça não quer dizer que não sai cheiro! Tem que se ligar! A marofa é muito menor que fumando, mas ainda existe. Hehehehe. Todavia concordo 100% que nessa situação de dar uma bolinha na encolha é mais confirmado tentar uma vaporizada que uma queimada.

 

Sei lá, eu se vejo um maluco metendo a boca num bagulho que parece um celular, um controle remoto, e depois ele solta um VAPOR eu vou ficar muito curioso pra saber o que é. Heheheh.

Acho que o tem que comparar é entre fumar e vaporizar, e eu sempre que faço os dois tento ser o mais discreto possível, mas o rastro que o banza deixa é imenso, você fica cheirando um tempão, então acho que acaba sendo mais pala fumar em quase todas as situações.

E acho que se o cara ta com um pax na mão e tentando ser discreto, a maioria nem vê bota na boca! Quem tem o olho treinado ou tá acostumado com a situação as vezes pode notar mais fácil, assim como eu vejo um monte de gente fumando pela cidade todo dia que eu saio na rua, e muitas vezes to com minha namorada do lado e ela não nota, mas no caso eu simpatizo com o cidadão o risco que ele corre é de eu pedir pra da uma bola!:afroweed:

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Sobre combustão, aliás, achei uma coisa massa naquele link foda que o @DanielSam mandou mais cedo:

The non-pyrolytic vaporization avoids the formation of hazardous combustion products, such as tar, polycyclic aromatic hydrocarbons (PAH), carbon monoxide, and other carcinogens (e.g. benzene) 

Ou, no bom e velho português-brasileiro:

"A vaporização não-pirolítica previne a formação de produtos nocivos da combustão, tais como o alcatrão, hidrocarbonetos aromáticos policíclicos  (HAPs), monóxido de carbono e outros carcinogênicos (como o benzeno)."

Logo, não há combustão na vaporização.

Ah, esse é o link, por sinal: http://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0147286

Meio técnico e chato de ler, mas várias informações foda!

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
1 hora atrás, Curandeiro Dido disse:

Sobre combustão, aliás, achei uma coisa massa naquele link foda que o @DanielSam mandou mais cedo:

The non-pyrolytic vaporization avoids the formation of hazardous combustion products, such as tar, polycyclic aromatic hydrocarbons (PAH), carbon monoxide, and other carcinogens (e.g. benzene) 

Ou, no bom e velho português-brasileiro:

"A vaporização não-pirolítica previne a formação de produtos nocivos da combustão, tais como o alcatrão, hidrocarbonetos aromáticos policíclicos  (HAPs), monóxido de carbono e outros carcinogênicos (como o benzeno)."

Logo, não há combustão na vaporização.

Ah, esse é o link, por sinal: http://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0147286

Meio técnico e chato de ler, mas várias informações foda!

Show de bola esse estudo, Curandeiro! Valeu por compartilhar!

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
4 minutos atrás, Curandeiro Dido disse:

Aliás, cheguei na parte da análise dos canabinoides no vapor dos aparelhos e fiquei surpreso: o DaVinci e o Solo se mostraram eficientes pra caralho nesse estudo! Até mais que o Volcano e o Plenty. 

Já q tá lendo mesmo, não deixa de mandar as informações importantes para nós preguiçosos.... rs  Valeu!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
20 minutes ago, Agatha6 said:

Já q tá lendo mesmo, não deixa de mandar as informações importantes para nós preguiçosos.... rs  Valeu!

hahahaha,

Resumindo muito, esses pesquisadores de uma universidade na Alemanha pegaram um Volcano Medic, um Plenty, um Arizer Solo, um DaVinci e um troço chamado Vape-or-Smoke (esse eu não conhecia, é à base de butano) e compararam o vapor de todos na mesma temperatura (210ºC, que é a temperatura mais alta do Solo, por exemplo).

Basicamente, não encontraram nenhum sinal de combustão em nenhum deles (cinzas ou fumaça), exceto pelo tal Vape-or-Smoke, que eu inclusive desconsideraria aqui porque é meio estranho, sem controle de temperatura e dependendo de uma chama viva alimentada por gás. As taxas de liberação de canabinoides variam um pouco entre todos os modelos, mas eles analisam diversas variáveis, como a quantidade que realmente chegaria aos pulmões do usuário versus a quantidade que fica pelo caminho, condensada no forno, nos tubos, bocais ou caminhos por onde o vapor passa, para chegar a uma ideia da eficiência de cada aparelho.

Alguns são melhores em extrair os canabinoides, mas perdem muito no caminho, de modo que um outro modelo que não seja tão eficiente na extração, mas tenha menos desperdício acaba ficando melhor classificado.

A conclusão geral é que todos os modelos tem resultados entre o "bom" e o "excelente" em todos os aspectos, mas o Solo e o DaVinci são, em média, os que conseguem extrair o maior nível de canabinoides e perder o mínimo deles entre o forninho e o pulmão. Essa taxa no Solo fica entre 70 a 80%, por exemplo, o que basicamente quer dizer que entre 70% e 80% dos canabinoides presentes no vapor chegam ao pulmão do usuário. No DaVinci e Volcano essa taxas estão entre 48% e 58% e no Plenty entre 56% e 66%. 

Brutal mesmo como é potente o Solo, de acordo com esses resultados. Fiquei feliz de novo de ter comprado esse modelo depois de uma pesquisa de meses! Se eu tivesse lido isso antes, teria comprado com ainda mais convicção! Hehehehe

Esse gráfico dá um bom resumo dos resultados deles:

 

 

journal.pone.0147286.g003.PNG

 

VAPOR = percentual de canabinoides encontrado no vapor
RESIDUE = percentual de canabinoides encontrado no ABV
DEVICE PARTS = percentual de canabinoides encontrado no forno, tubos, bocais e demais caminhos por onde o vapor passa

[COLUNAS COLORIDAS]

VERMELHO: percentual de THC numa planta com alto teor de THC
AZUL: percentual de THC numa planta com alto teor de CBD
VERDE: pecentual de CBD numa planta com alto teor de CBD
ROXO: THC concentrado
AMARELO: CBD concentrado

  • Like 4
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Eles encerram o estudo com:

"Em suma, os 4 vaporizadores alimentados por eletricidade e com controle de temperatura investigados neste estudo são capazes de decarboxilar de forma eficaz os ácidos canabinoides e liberá-los de forma confiável no vapor. Dessa forma, eles podem ser considerados uma maneira promissora de administrar de forma segura e eficiente a cannabis medicinal e seus canabinoides."

Ou seja, não recomendam o tal Vape-or-Smoke, mas todos os outros modelos testados.

Dizem ainda que o motivo para que existam menos canabinoides no vapor do Volcano e do Plenty, por exemplo, é uma escolha consciente de projeto, que fez com que seus fabricantes preferissem oferecer um vapor mais frio, mais fácil de inalar - o que pode ser uma grande vantagem para pacientes medicinais com problemas respiratórios, pulmonares, de garganta. O Solo não tem em seu projeto nada pensado para resfriar o vapor, de modo que o seu é mais quente e tem mais chances de irritar as vias aéreas. Por outro lado, possui muito mais canabinoides no seu vapor.

BASICAMENTE é isso aí. Hehehe

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Legal olhar ali no gráfico o "residue", que mostra quanto canabinoide sobrou no fumo depois de vaporizado. O Solo é o único que ZERA os concentrados, por exemplo. Em compensação, o Volcano não perde quase nada dos canabinoides no caminho entre o forno e o pulmão (e eu pensava que ia perder coisa pra caralho por causa daquele balão).

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
3 minutos atrás, Agatha6 disse:

Essas "perdas" do Solo, praticamente só no tubo mesmo, eu considero um brinde!

É tanta coisa chapante que esse aparelho dá! Por falar nisso, se o DaVinci é menos eficiente na captura dos canabinóides, se supõe que o ABV dele será um pouco mais cabuloso, procede?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
49 minutes ago, madsocialscientist said:

É tanta coisa chapante que esse aparelho dá! Por falar nisso, se o DaVinci é menos eficiente na captura dos canabinóides, se supõe que o ABV dele será um pouco mais cabuloso, procede?

Pelo que mostra ali no gráfico, sim, é o que deixa o ABV com maior presença de canabinoides (fora aquele Vape-or-Smoke bizarro hehehe).

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

 

34 minutos atrás, Curandeiro Dido disse:

....

É isso daí mesmo galera, eu tava lendo e acompanhando aqui no fórum, eu ia responder a vocês porém como é em inglês eu ia precisar de um tempo pra resumir isso pra vcs, e eu estava muito ocupado ultimamente, mas o link já ajudou muito nosso irmão Curandeiro Dido já resolveu resumindo tudo aqui pra gente!!!  ... 

Valeu irmão! 

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
2 horas atrás, Curandeiro Dido disse:

Quem compartilhou foi o brother DanielSam, eu só colei aqui de novo pra facilitar! 

E sim, muito massa esse estudo. 

 

O mérito aqui é de todos, pq se não fosse esse fórum aqui eu não ia procurar saber mais e mais...!!!!  a família aqui sempre na disposição de ajudar e trocar uma boa idéia pra cada vez mais nos mantermos informados sobre o assunto...

É noixx comunidade vaper

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
10 horas atrás, la20la02 disse:

Salve galera, fiquei um tempo lendo todas as respostas desde o início do tópico e resolvi comprar meu primeiro vapo portátil (isso porque tenho um de mesa fazem uns 2 anos, aquele de madeira que liga na tomada, com um tubo de borracha (que com o tempo fica uma resina fudida) e vidro na ponta onde você coloca o chá).

Fiquei na duvida entre o arizer air e o pax2..

O arizer air tem o tubo de vidro que pode quebrar, gosto é bom (pelo que li aqui no tópico), bateria dura 10 min cada sessão (4 a 5 sessões no total).

Já o pax2 tem um preço mais salgado, não tem o vidro para quebrar, gosto é parecido com o air (???), muito mais discreto e menor que o air, e a bateria dura cerca de 2h e meia, sendo este o ponto que me fez escolher ele.

O que vocês acham desta minha observação, válida? Ou seria "muito" ir direto num pax2?

Para o meu uso no caso seria para acabar com a queima da erva, começar a vaporizar ela em outros lugares, em público.

Em casa nao tenho problema com cheiro e posso fumar tranquilo..

Por exemplo, poder dar aquele 2 no intervalo da aula da faculdade, no pátio, sem ter que sair dela e atravessar a rua..

Fico com medo de quebrar fácil esse vidrinho do air; já tenho experiencias parecidas com o meu vapor de mesa, tive que comprar 2 mangueiras já pelo ebay, e ter que ficar repondo de tempo em tempo. Já o pax2 nunca teria este problema.

@TCHELOVi que você é bem ativo neste tópico e inclusive tem esses 2 vapos que estou estudando a compra, o que você faria no meu lugar? Sendo que cada um desses vapo tem seus prós e contras..

Valeu galera abraço e good vibes!

Salve irmão, tudo na paz! 

Man, eu acabei de vaporizar um kunk de excelente qualidade, vou gastar aqui dando essa força. hehehe. quando comprei meu primeiro vape ( fake do Gpro ) eu pirei, sou psco e gosto muuuuuito da erva, então entrei na onda de ter o melhor vape possível, n curto os de mesa, gosto de vaporizar em qualquer lugar da casa, sem amarras, kkkkk, os portáteis são adoráveis e práticos demais, então fui na busca, comprei todos, mais conhecidos e famosinhos, depois de experimentar eu cheguei ao MEU veredito final, tcham, tcham, tcham.... Kkkkkkkk, Gastei! Kkkkkkkkk, falando sério agora, hj eu tenho o Air ( melhor de todos em sabor ) e uso ele em casa, nenhum melhor que ele pra extrair o sabor extraordinário de um bud maduro, quanto melhor a erva, mais gostoso é o vapor, algumas ervas me dá tanto prazer em vaporizar que eu fico, tipo, meu Deeeus, obrigado! Fora que o Air bate tuuuudo, sem mimimi, se vc subestimar ele, vc se fode! Mas... N da pra levar pra rua sem chamar um pouco a atenção, é um aparelho que vai ficar limitado a sua casa ou a casa de um amigo, até no carro eu n curto muito, outro lance é o tubo, eu amo meu Air e cuido dele com um carinho da porra e mesmo assim quebrei o tubo, comprei na namaste vapes o original todo de vidro que eu acho o melhor de todos, comprei tbm o de madeira no ML, mas.. Achei uma bosta! N quebra e blá blá blá, fuck, quero éo sabor, mesmo que quebre outras vezes, então.. Comprei logo 3 tubos todo de vidro sem piteira,  hehehe, 

Ja deu pra notar que eu curto o Air né? Pois bem, agora o Pax2, mano, ele é o meu melhor amigo, ele está mais tempo comigo que qualquer outro objeto, é como o meu óculos de grau, já acordo usando. Sou eng. E trabalho em obras, antigamente era impossível fumar, ficava em um stress monstro e quando conseguia fumar era outro stress pra esconder os vestígios de cheiro e tudo mais, hj em dia eu acordo e quando percebo o Pax já está no meu bolso, vaporizo nas obras, vaporizo no carro ( n Fede mais meu carro e isso é impagável ), vaporizo no shopping, na churrascaria, ,no cinema, na banca de churros e no futebol com a galera ( careta ), com o tempo peguei a manha das formas de usar numa boa, comprei uma capa fosca pro meu Pax e ele está mais discreto que um isqueiro, uso de cabeça pra baixo, como se fosse uma bombinha para asmáticos em público e nunca me olharam diferente, o cheirinho delicioso que o vapor deixa é tão suave e gostoso, que ninguém imagina que o barbudo com cara de psco tá fumando maconha, o sabor do Pax2 é extraordinário, tipo, eu daria nota 9 para o Air, e nota 8 para o pax2, ( o Pax só presta o 2, o 1 é uma bosta ). Outra, o Pax gasta mais erva, em proporção, digamos que o que vc usa no Pax da pra usar no Air quase 2 vezes, em compensação a bateria do Pax nunca me deixou na mão, levo ele pra casa dos amigos e a galera usar a noite toda, basta pegar a manha de n ficar lesado, e deixar ligado atoa ( rola muito, sempre tem um moscão que fica dopado com ele na mão ligado sem usar ), levo o meu no carro sem problemas, parece uma bateria auxiliar de celular, ninguém nunca questionou sobre i que era comigo e olha que entra muita gente no meu carro, então...

Pra concluir, na minha opinião, o cara precisa dos 2, o Air pra usar em casa ( eu nunca uso o Pax em casa, muito raro ), e o pax2 pra rua ( nunca uso o Air na rua ).

e mesmo que digam que o davinci 2 é bom, fuuuuujam da luz, a luz é roubada! Kkkk  ele é muito ruim, e o crafty, na boa, mais fama que eficiência. 

Ahhhhhh! O Air e o solo são iguais, só muda mesmo a estética.

outra coisa, o cara que me vendeu o meu, vende por 1.700 até hj eu acho..n chega a 2.000 n.

Grande abraço man, se precisar ou tiver mais dúvidas, suuuuuuuuave na nave, somos todos irmãos Kayanos, e, como diria o poeta e pensador contemporâneo: tá tranquilo, tá favorável! ????

  • Like 9
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Também tenho os dois Vaps e uso da mesma maneira que o @tchello, Air em casa e o Pax2 no trabalho ou na rua. Os dois são a combinação perfeita, fora que só pela economia o air se paga...

Enviado de meu XT1563 usando Tapatalk

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Depois de um tempo de aprendizado e desintoxicação, posso falar de meu DaVinci....

Extremamente pequeno, resistente e sem peças de vidro. O tubo flexível é top mesmo.

Bateria não dura nada.... se pegar ele da carga para utilizar com amigos a bateria se entrega. Consegui fazer o LCD escurecer (como relatado nas pag. anteriores), coisa que me obrigou a desligar ele para que refrigerasse (o fator que mais degrada as baterias é o calor).

No carro eu fico com ele plugado na carga. Em casa eu utilizo ele sem estar plugado e em qqr lugar; Já fiquei na mão pela autonomia da bateria....

Como dito acima.... o carro (e o quarto, sala, cozinha...) sem marofa é impagável!

 

Acabo de comprar um Volcano.... pretendo passar a utilizar o DaVinci só fora de casa e o Volcano ficará na cozinha.... 

  • Like 4
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Faça login para comentar

Você vai ser capaz de deixar um comentário após fazer o login



Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...