Ir para conteúdo

Pais Não Aceitao


techcannabis93

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

Boa galera, eh fumo maconha faz uns 4 anos já, comecei fumando pro vontade própria e achava super legal ficar 'doidão", depois com o tempo fui começando a ver maconha com outros olhos, parei de beber, e hoje em dia fumo, pra relaxar de vez em quando ouvir um som, ficar tranquilo, fumo somente de final de semana, pq infelizmente aquii e só prensado então prefiro evitar, ha uns 3 anos atras meus pais descobrirão q eu fumava, e tivemos muitas brigas por causa disto, meu pai trabalhou a vida inteira como guarda de rua e como ele diz todo mundo q começou fumando um, termina usando crack, e minha mãe como não sabe de nada vai na onda dele, meio do ano passado tivemos discussão feia, e ele veio me pegou pelo pescoço , dai mando embora e tudo mais, depois se arrependeu pediu desculpas pediu pra mim voltar e etc, só q hoje minha mãe achou uma ponta minha e mostrou pro meu pai, e começou tudo de novo, só q desta vez ele não veio brigar e nem nada só falou q me abandonou e quando eu tiver no crack, ele manda me matar, pois odeia viciado, faz 3 anos desda primeira briga, ele falo q em 2 anos eu ja estaria no crack, ja faz 4 q fumo, e nada mudou na minha vida, trabalho, tenho minhas responsabilidades, mais a situação parece q nunca vai mudar, queria saber se vcs tem alguma dica para falar ou algo para me ajudar nesta situação.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
Em 16/01/2016 at 22:37, techcannabis93 disse:

Boa galera, eh fumo maconha faz uns 4 anos já, comecei fumando pro vontade própria e achava super legal ficar 'doidão", depois com o tempo fui começando a ver maconha com outros olhos, parei de beber, e hoje em dia fumo, pra relaxar de vez em quando ouvir um som, ficar tranquilo, fumo somente de final de semana, pq infelizmente aquii e só prensado então prefiro evitar, ha uns 3 anos atras meus pais descobrirão q eu fumava, e tivemos muitas brigas por causa disto, meu pai trabalhou a vida inteira como guarda de rua e como ele diz todo mundo q começou fumando um, termina usando crack, e minha mãe como não sabe de nada vai na onda dele, meio do ano passado tivemos discussão feia, e ele veio me pegou pelo pescoço , dai mando embora e tudo mais, depois se arrependeu pediu desculpas pediu pra mim voltar e etc, só q hoje minha mãe achou uma ponta minha e mostrou pro meu pai, e começou tudo de novo, só q desta vez ele não veio brigar e nem nada só falou q me abandonou e quando eu tiver no crack, ele manda me matar, pois odeia viciado, faz 3 anos desda primeira briga, ele falo q em 2 anos eu ja estaria no crack, ja faz 4 q fumo, e nada mudou na minha vida, trabalho, tenho minhas responsabilidades, mais a situação parece q nunca vai mudar, queria saber se vcs tem alguma dica para falar ou algo para me ajudar nesta situação.

Cara,

essa é a situação mais complicada..a maioria de nós passamos por isso, por anos e anos.

Como o amigo acima falou, continue sendo quem você é, batalhando por si, sendo uma pessoa do bem!

As vezes a gente fica tentando provar nem sabemos o que...pros nossos pais.

Tome bastante CUIDADO, pro pessoal não achar nada, depois de um tempo eles vão parar de procurar.

Vou anexar um Livro quem tem uma história parecida com essa que está vivendo no momento, acredito que pode ajudar!

Anexo Abaixo: Caso 181

CASO 181 - H. H. Costa.pdf

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 4 weeks later...
  • Usuário Growroom

Salve rapaziada, boa noite ai pra todos!

Procurei esse tópico e espero reacender essa conversa que é de extrema importância. Nós, que fumamos uma erva que definitivamente é inofensiva, temos que lidar com várias tretas, diariamente e de quebra ainda temos que enfrentar o preconceito dentro da própria casa.

Fumei a primeira vez aos 15, mas peguei o gosto pela coisa mesmo depois dos 25, o que considero muito positivo, mas deixando claro que absolutamente nada contra quem começa a fumar desde adolescente e pá. Muito pelo contrário! Acho que tem que muita atitude pra meter as caras logo cedo.

Quando tinha uns 17 minha mãe descolou que eu fumei. Foi aquele terror, lágrimas, constrangimento e a dor de ver sua mãe chorando por sua causa. Porém, águas passadas. Nunca passei desse problema. Aliás, dei muito mais trabalho pra ela por causa do álcool e nunca tivemos discussão por esse motivo. Depois de mó cota ela achou minha caixa de palas e jogou fora vários baseados bolados, sementes e um torro que eu tinha. Não tivemos discussão, porém conversamos meio naquela e eu deixei bem claro que era uma diversão e não passaria daquilo. E hoje ela sabe, mas não toca no assunto.

Com o meu pai já foi diferente. Ele achou uma vez, conversou comigo. Deixou claro que achava que eu ia parar em outras drogas ( Igual o Techcannabis relata ) porém não jogou fora nem nada, só disse que estava muito decepcionado comigo e tal. Porém fez igual a minha mãe: Fingiu que nada acontece, sabe que eu fumo e vida que segue.

Ano retrasado resolvi me aventurar: Comprei um armário e o adaptei e meti a semente na terra. Depois de quase 6 meses fiz minha primeira colheita! Que emoção manos! Já estava fazendo planos pras próximas experiências, estudei o máximo que podia. Eis que me jogaram um balde de água fria!

Meu pai certo dia bateu na porta do meu quarto enquanto eu me arrumava pra ir trampar, e já entrou perguntando o que eu tava plantando no armário. Como se ele não soubesse!

Resultado: Tive que parar com o cultivo e voltei a sustentar o tráfico e hoje fui fazer um corre e não achei nada! Pensa na frustração? Eu poderia estar colhendo o meu mato sem prejudicar absolutamente ninguém e to agora vendo um jeito, tomando coragem pra escancarar o assunto dentro de casa, mas me falta muita coragem.

Entendo de boa o lado dos meus pais. Foram jovens num pedíodo difícil do nosso país: Ditadura militar. E tenho uma tese de que esses malditos militares nos deixaram de herança um povo trabalhador, humilde porém egoísta, egocêntrico, medroso e excessivamente submisso ás autoridades.

Sonho todos os dias em ter liberdade pra cultivar e ter tranquilidade de não depender de biqueira, mas tá foda manos! 

Valeu aí pelo tópico, espero que vcs comentem e quem quiser deixar dicas de como começar essa conversa difícil eu agradeço!

Abraços e saudações cannábicas!

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Faça login para comentar

Você vai ser capaz de deixar um comentário após fazer o login



Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...