Ir para conteúdo

E-mail para a mamãe!


caioabcfc

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

Bom, sem muitas delongas: Tenho 18 anos, faço segundo ano de um curso técnico, já terminei meus estudos (ensino médio). Dependo totalmente de meus pais. Minha mãe, super careta, meu irmão também. Meu pai fez uso por muitos anos mas a 8 não usa mais. Rodei a primeira vez, aquela história sobre entrar para outras drogas, pressão psicologica dizendo que eu iria para outras drogas dever aos traficantes e eles me matarem. Parei uns 2 meses e depois usei algumas outras em festas, porém ontem cai na besteira de usar em casa, e infelizmente rodei. Foi pior que a primeira vez, minha mãe chorou como nunca, se ajoelhou dizendo que ia jejuar para eu largar o vicio e etc etc. Não falei nada, pois não tinha nenhum argumento na hora e não queria prolongar essa conversa. Porém hoje estou enviando um e-mail - me expresso melhor -, e quero pedir dicas do que colocar e do que tirar.

Obrigado a todos! 

---------------------------------------

Querida mamãe,

Estou enviando esse email pra fazer um pedido, e explicando como se iniciou esse meu gosto pela “erva do capeta”. E por mais que esse pedido possa parecer descabido no início, peço que a idéia seja considerada com cuidado, de forma que a resposta definitiva não venha de maneira irrefletida. No entanto, antes de citar a questão, é preciso fazer algumas observações totalmente pertinentes ao caso.

Nos fizeram acreditar que a maconha é uma droga perigosa por vários motivos, no entanto nenhum deles se sustenta frente uma observação mais cuidadosa. Em todas as listas sobre o efeito nocivo das diferentes drogas, a maconha aparece abaixo das drogas legais, alcool e cigarro, que são toleradas dentro de casa sem a menor objeção.

Você ontem falou muito de religião, disse sobre jenjuar e etc. Você, eu, (nome do meu irmão) e qualquer pessoa que tenha algum estudo sobre a Palavra de Deus e seus ensinamentos já ouviu falar sobre o livre arbitrio. Eu tenho, você tem.

"E o Senhor fez brotar da terra toda qualidade de árvores agradáveis à vista e boas para comida, bem como a Árvore da Vida no meio do jardim, a Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal." (Gênesis, 2:9)

Oras, se eu tenho o livrio arbitrio diante de Deus, porque diante de ti não posso fazer minhas escolhas? Eu sempre fui esse Caio, enburrado, deixa as coisas espalhadas, esquecia de algumas atividades que a sra. pedia, isso não é nenhuma novidade. Nunca fui muito de estudar, sempre tirei notas baixas, as quais VOU melhorar. Você nem ninguém deve culpar o uso recreativo como justificativa para tais atos.

Você deve estar achando que eu tenho muita cara de pal de mandar esse e-mail, mas eu me expresso melhor por aqui. Não estou pedindo sua permissão para fazer uso de tal substância nem justificando. Você deve pensar que é um viciado defendendo seu vicio, mas não é bem assim. Nessa segunda vez você percebeu que eu não preciso de amizades, de internet, de estar fora de casa para usar. E sim, estou admitindo, fumei na tarde passada. Não estou afirmando que vou continuar usando, esta fora de cogitação. Mas estou nesse texto, tentando lhe explicar que a maconha não vai me tornar um vagabundo, um nóia ou um ladrão. Tenho plena percepção da educação que você e meu pai me deram e continuam dando, de se afastar de pessoas ruins e de coisas que possam me fazer mal. Eu só peço que você não me trate como tal, pois eu lhe amo, amo meus irmãos, amo toda minha familia.

Tudo começou no final do ano passado. NUNCA fui contra quem fazia uso, pois conheço várias pessoas que usam e mesmo assim não deixam de fazer suas obrigações, de estudar, de trabalhar, de viver. Pois nunca a maconha será sua primeira obrigação e caso se torne, o problema começou, pois como meu pai disse, qualquer vicio faz mal.

Nunca trouxe problemas para vocês, sempre falei quem eram meus colegas, sempre dizia para um canto e ia, E SE eu fosse sair deste para outro lugar eu ligava, como já aconteceu. Eu sempre fui meio rebelde, gostava de coisas que a sociedade tarja como “coisa de vagabundo” – E quem liga para o que os outros acham? - mas fazer o que se eu sou assim né, mãe? Você mesmo disse que a minha personalidade está formada e o meu caráter não, mas aí que você erra, meu caráter essa formado, e a muito tempo. Você diz que sou apenas um jovem, e é verdade, dependo de você e do meu pai, por enquanto, pois desde sempre quis e continuo a querer minha independência. Sei que não é fácil para você, eu entendo o seu lado, mas é preciso abrir a cabeça mãe, o mundo muda, e temos que mudar com ele. Talvez essa situação que estamos passando vai mudar nossas vidas, espero eu que para melhor. Ontem foi o pior dia da minha vida, vê-la ajoelhada, clamando aos céus como se eu fosse uma pessoa que não tinha mais jeito.

Você sempre diz que a droga para nossas vidas, perdemos o interesse para fazer outras coisas, alcançar objetivos. Estou disposto mãe, nem que seja a ultima coisa que eu faça, mostrar que isso é mentira, que eu ainda sou o filho doce, amado, que gosta de um cheiro na barriga, no pé, que tem objetivos na vida e quer se tornar um homem de bem.

E sobre os traficantes, não é legal ter que ir numa boca de fumo comprar um pedaço de “maconha”, e existem diversos meios para mudar isso. 

Voltando a parte de onde tudo começou…

No final do ano passado tive a oportunidade de usar, NÃO, NINGUÉM ME OFERECEU, NÃO, NINGUÉM ME OBRIGOU, eu só fui la e pedi para experimentar, ao contrário do que você pensa. E gostei, depois dessa vez só fui usar esse ano, e depois usava algumas vezes, fins de semana, as vezes que ia para alguma festa e etc. Nunca fui muito de usar em casa, pois para mim era um tipo de recreação, como meu pai bebe uma cerveja. E dessas poucas vezes que usei em casa, rodei. É, para qualquer pessoa que faz uso é a pior coisa que existe. Mas dessa segunda vez é diferente, quero jogar limpo, conversar, debater, mostrar que não é esse bicho de sete cabeças. Espero que você entenda mãe, espero do fundo do meu coração que você possa ver essa situação com outros olhos.

 

Abaixo segue uma lista de alguns estudos sobre a Cannabis Sativa/Indica. (Nome ciêntifico)

http://www.growroom.net/2010/02/07/revista-do-globo-traz-materia-sobre-cultivo-caseiro-no-brasil/

http://smokebuddies.com.br/maconha-ajuda-no-tratamento-de-dependentes-de-heroina/

http://noticias.terra.com.br/ciencia/pesquisa/maconha-nao-diminui-qi-e-nem-notas-de-jovens-diz-estudo,dac88d8212d39410VgnVCM3000009af154d0RCRD.html

https://www.youtube.com/watch?v=c9hvj1tfWck

 

 

Lista feita pelo professor David Nutt. ex-Conselheiro da Corôa Britânica no assunto de drogas:

1. Heroin

5. Alcohol9. Tobacco

11. Cannabis

14. LSD

18. Ecstasy

http://www.guardian.co.uk/science/2009/nov/02/david-nutt-dangerous-drug-list

Conforme o estudo, a droga com maior prejuizo (somados os danos físicos aos sociais) é a heroína. As drogas lícitas, em 5 e 9, superam os danos causados pela maconha, em 11.

Durante os últimos 120 anos, mais de 10 relatórios governamentais foram emitidos sobre os danos da maconha e a sua possível legalização ou descriminalização. Países como Inglaterra, Estados Unidos, Canadá, Holanda e Austrália formaram comissões pra estudar os aspectos nocivos da cannabs, e concluíram

1- Indian Hemp Comission, 1893: "A comissão concluíu que o uso moderado de maconha e haxixe praticamente não acarreta dano"

2- Panama Canal Zone Report, 1925: "A infuência da maconha parece que foi muito exagerada.Não há prova que ela exerça qualquer influência deletéria perceptível sobre o indivíduo que a consome"

3- LaGuardia Comission, Nova York, 1944: "Não existe relação direta entre crimes violentos e maconha, e a maconha em si não contém nenhum estimulante específico relacionado ao apetite sexual. O uso de maconha não conduz à dependência de morfina, cocaína ou heroína"

4- British Wootten Report, 1969: "Pensamos que os perigos do uso da maconha como em geral eram aceitos no passado foram exagerados. Não existem provas de que, na sociedade ocidental, graves riscos físicos estão diretamente relacionados ao uso de maconha"

5- Canadian LeDain Comission, 1970: "Não existem provas de que a cannabis provoca dependência física, e tudo faz crer que, em geral, não ocorrem quaisquer efeitos fisiológicos adversos relacionados à abstinência da maconha, mesmo que entre usuários habituais"

6- National Commission on Marihuana and Drug Abuse, 1972: "Quase não há provas de danos físicos ou psicológicos decorrentes do consumo experimental ou intermitente de preparações naturais de cannabis. A política social e legal existente é desproporcional aos danos individuais e sociais ocasionados pela droga"

7- Dutch Baan Commission, 1972: "A cannabis não produz tolerância ou dependência física. Os efeitos fisiológicos do consumo de cannabis são de natureza relativamente inofensiva"

8- Comission of the Australian Goverment, 1977: "Um dos fatos mais chocantes referente à cannabis é que sua toxicidade aguda é baixa se comparada com qualquer outra droga. Não afetou de nenhum modo importante a saúde da comunidade"

9- National Academy os Science Report, 1982: "Ao longo dos últimos quarenta anos a maconha foi acusada de causar uma série de efeitos antissociais, inclusive de gerar criminalidade e violência, levar à dependência de heroína e destruir a ética trabalhista americana entre os jovens. Estas crenças não foram constatas pelas provas cientificas.

10- Report by the Dutch Goverment, 1995: "A cannabis não é fisicamente muito tóxica. Tudo o que sabemos até agora leva a crer que os riscos do uso da cannabis não podem ser descritos como inaceitáveis"

 

  • Like 3
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Parabéns lindo texto Caio mais uma coisa posso lhe dizer com toda certeza as Mães que implicam hoje vão implicar sempre pelo uso, falo isso porque minha mãe e uma dessa e já passei tantas e tantas, mas ela nunca me viu fumando, e sempre fumei na porta de casa desde dos 13 anos, e ate hoje maior de idade com 25 ela ainda acha ruim mas com o tempo essa torração para, cabe a você mostra o total potencial que você tem e que apenas o uso de tal substancia não irá fazer você se torna tal DELINQUENTE que a sociedade tanto reprime, eu já fui viciados em vários tipo de substancias, Álcool, cocaína, Lsd, chá de beladona, e tudo varias fases da vida que passei, mas parei de usar tudo isso desde dos 17 anos, e ate hoje continuo na maconha e quero morrer fumando maconha, ou seja essas barra todos passamos vc sera capaz de superar e fazer com que sua mãe tenha outra visão de você, e detalhe quando chega chapado em casa procure da mais carinho e atenção a sua mãe converse como amigos, isso me ajudou muito aqui minha mãe so fala la vem vc com esse cheiro de queimado kkkk, vai tudo da certo Paz.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Cara, eu passei pela mesma coisa, minha mãe é missionaria, meu pai pastor, meu conselho pra você, 

" DESISTA"  KKKKKKK

Tipo, vce tem 18 anos, e eles nao conseguem mudar seu jeito de pensar, e eles sao muitos mais velhos, e tambem nao vao mudar o jeito de pensar, e pra piorar no nosso caso entra a maldita religião fanatica, tenho certeza que eles ja te disseram que era investida do satanaiz, minha mae ja falou até que eu usava por culpa dela, porque o diabo nao conseguia atacala e me atacava pra atingir ela kkkkkkkkkkkkk, eu acho que voce nao vai conseguir mudar o modo de pensamento deles, careta é careta cara, na mente deles você é um drogado, esta no caminho da perdição, fui evangelico 19 anos na minha vida, e vou te falar, passei por varias experiencias ruins. hoje eu não tenho religião alguma, e acho muito melhor minha vida assim, meu pai faleceu e minha mãe depois de um tempo aceitou no ponto de eu fumar dentro do meu quarto e ela nao dizer nada, ao ponto de eu dexa minhas buudy no vidro emcima da mesa do pc e ficar la o dia todo e eu chegava do trabalho e ainda estava la, só que quando entrava no debate ela sempre tinha o modo dela de pensar, pra eles é droga, é mente fexada, foram criados em outros tempos, a criação foi diferente e foram ensinadas coisas diferentes, voce tem que entendelos tambem, porque imagina voce criar seu filho com amor e carinho e ai do nada voce descobre que ele esta usando drogas ? seria uma preocupação e tanto

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
3 minutos atrás, Toguro_Hemp disse:

Cara, eu passei pela mesma coisa, minha mãe é missionaria, meu pai pastor, meu conselho pra você, 

" DESISTA"  KKKKKKK

Tipo, vce tem 18 anos, e eles nao conseguem mudar seu jeito de pensar, e eles sao muitos mais velhos, e tambem nao vao mudar o jeito de pensar, e pra piorar no nosso caso entra a maldita religião fanatica, tenho certeza que eles ja te disseram que era investida do satanaiz, minha mae ja falou até que eu usava por culpa dela, porque o diabo nao conseguia atacala e me atacava pra atingir ela kkkkkkkkkkkkk, eu acho que voce nao vai conseguir mudar o modo de pensamento deles, careta é careta cara, na mente deles você é um drogado, esta no caminho da perdição, fui evangelico 19 anos na minha vida, e vou te falar, passei por varias experiencias ruins. hoje eu não tenho religião alguma, e acho muito melhor minha vida assim, meu pai faleceu e minha mãe depois de um tempo aceitou no ponto de eu fumar dentro do meu quarto e ela nao dizer nada, ao ponto de eu dexa minhas buudy no vidro emcima da mesa do pc e ficar la o dia todo e eu chegava do trabalho e ainda estava la, só que quando entrava no debate ela sempre tinha o modo dela de pensar, pra eles é droga, é mente fexada, foram criados em outros tempos, a criação foi diferente e foram ensinadas coisas diferentes, voce tem que entendelos tambem, porque imagina voce criar seu filho com amor e carinho e ai do nada voce descobre que ele esta usando drogas ? seria uma preocupação e tanto

Po brother, isso eu to ligado, não vão aceitar nunca, mas se eu já to na merda pq não tentar? Kkkkk sei que eles não irão aceitar, mas pelo menos me tratarem como gente, e não como um viciado, que irá vender as coisas de casa. Vlw!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
4 minutos atrás, caioabcfc disse:

Po brother, isso eu to ligado, não vão aceitar nunca, mas se eu já to na merda pq não tentar? Kkkkk sei que eles não irão aceitar, mas pelo menos me tratarem como gente, e não como um viciado, que irá vender as coisas de casa. Vlw!!

Hoje em dia minha coroa aceita mais, ela da graças a Deus por eu nao beber e nem fumar cigarro, os grandes problemas da familia sempre foram esses 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
19 horas atrás, Nil Jardineiro disse:

Já que não tem nada a perder, vai fundo cara.

 

21 horas atrás, Toguro_Hemp disse:

Hoje em dia minha coroa aceita mais, ela da graças a Deus por eu nao beber e nem fumar cigarro, os grandes problemas da familia sempre foram esses 

 

22 horas atrás, DuCerradoTHC disse:

Parabéns lindo texto Caio mais uma coisa posso lhe dizer com toda certeza as Mães que implicam hoje vão implicar sempre pelo uso, falo isso porque minha mãe e uma dessa e já passei tantas e tantas, mas ela nunca me viu fumando, e sempre fumei na porta de casa desde dos 13 anos, e ate hoje maior de idade com 25 ela ainda acha ruim mas com o tempo essa torração para, cabe a você mostra o total potencial que você tem e que apenas o uso de tal substancia não irá fazer você se torna tal DELINQUENTE que a sociedade tanto reprime, eu já fui viciados em vários tipo de substancias, Álcool, cocaína, Lsd, chá de beladona, e tudo varias fases da vida que passei, mas parei de usar tudo isso desde dos 17 anos, e ate hoje continuo na maconha e quero morrer fumando maconha, ou seja essas barra todos passamos vc sera capaz de superar e fazer com que sua mãe tenha outra visão de você, e detalhe quando chega chapado em casa procure da mais carinho e atenção a sua mãe converse como amigos, isso me ajudou muito aqui minha mãe so fala la vem vc com esse cheiro de queimado kkkk, vai tudo da certo Paz.

Quando ela chegou conversamos, nada mais do que eu já esperava. Disse que nenhum PHD, ciêntista iria mudar a opinião dela em relação a drogas. Vou ter que aceitar o que eles dizem, para não haver mais problemas. Pelo menos terei minha liberdade de volta (só que fazendo sessões no psicologo e exames toxicologicos). No mais é tudo isso.

Quando me mudar para um AP voltarei aqui para entender e aprender técnicas de cultivo, valeu galera! 

 

--NÃO COMPRE, PLANTE! DA PROIBIÇÃO VEM O TRÁFICO--

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Puts que barra heim mano.

Assim, eu sou meio revoltado. Hoje tenho 27 e um pouco mais maduro, já com familia (esposa e filha). Sinceramente, se com 18 eu passasse por essa barra de médico e exames, acho que sairia de casa. Graças a Deus, nunca precisei passar por isso.

No mais, boa sorte.

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
7 horas atrás, caioabcfc disse:

Pelo menos terei minha liberdade de volta (só que fazendo sessões no psicologo e exames toxicologicos). No mais é tudo isso

chama isso de liberdade? hahahah caralho bicho se muda logo, olha a que ponto o bagulho chegou, fumar um escondido e passar colírio é uma coisa, isso aí já é abuso, logo menos tu tá tendo crise de psicose e aí sim vai ter motivo pra ir no psicólogo.

se manda logo daí...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Meus pais são envangélicos caretas também, aceite que eles NUNCA vão mudar a opinião sobre nossa ervinha, não adianta!

Ja rodei algumas vezes mas nunca me mandaram pra terapia nem exames, e nunca cortaram minha 'ajuda financeira' (também dependo dos pais) pq estudo tbm.O cara tendo responsabilidades eles aceitam mais.

Só te aconselho a ir se planejando pra morar só mesmo, única alternativa de ter LIBERDADE !!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Salve caioabcfc, cara ja passei por isso muita vezes quando era mlk e morava com meus pais.
Minha mae era ULTRACARETA e nao aceitava nem cerveja nem nada, e rodei variaz vezes, foi aquele drama que todos conhecem.
Só que eu provei para minha mae que a ganja nao me afetava em nada, tanto no meio profissional quanto na minha personalidade, de certa forma eu insisti e insisti e insisti e persisti ate coloca-la contra a parede e realmente mostra a verdade sobre o que é cannabis, o que é esa planta que e como qualquer fruto da natureza que por leis e proibida,mas traz mais beneficios para uma vida saudavel do que qualquer remedio.
Cara e dificil essa fase , se quer dar a volta por cima nao seja akele maconheiro que so faz merda e arrasta em casa,nao questione mostre que sua opiniao com muita base mas nao seja agressivo, enfim nao tem receita para dar certo , mas no final das pontas acaba dando tudo certo,hoje minha mae fuma cigarro  e eu que implico com ela falando ''Mae para de fuma essa bosta fuma o meu verde que e melhor'' e ela diz ''Eu sei que o seu e melhor por isso fico feliz de nao fumar cigarros''
Abraço

 

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Faça login para comentar

Você vai ser capaz de deixar um comentário após fazer o login



Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...