Ir para conteúdo

Fumar Maconha Na Adolescência Diminui Qi Na Vida Adulta, Diz Estudo


higpopreturn

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

"Nossos testes mostraram que os filhos de mulheres que usaram maconha teve melhor agilidade, estabilidade e ajuste do que filhos de mulheres que não usam maconha. Isto foi medido com a idade de um mês.

Medimos crianças novamente aos quatro anos e aos cinco anos de idade, e descobriu que não havia déficits aparentes nas crianças de maconha que utilizam mães. De fato, em muitos aspectos, eles estavam melhores do que filhos de mães não-fumantes. As mães que utilizam ganja também parecia melhor do que os não-usuários. "Dr. Melanie Dreher de CannabisCulture.com.

:335968164-hippy2:

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

tenho uma historia interessante , um dia chegou no consultorio de GO uma moça e seu marido que tinharm acabado de voltar da espanha há 1 mês , ela não sabia q estava grávida há 3 meses , chegamos a perguntar sobre os hábitos de vida , ela disse que não fumava,nem bebia, mas o marido do lado caguetou ( o cara fazendo uma mimica com os dedos como se tivesse bolando um beck e disse ainda uns 10 por mês ) .Também confirmou que na espanha todo mundo fuma.pedimos os exames prê -natais ,retorno e o casal foi embora.

meus colegas perguntaram pro professor sobre o consumo de cannabis e o Retardo de crescimento intra-uterino(que é oque a literatura diz ), eu fiquei quieto. o Prof de Go respondeu , isso é lenda , há estudos que dizem que a maconha aumenta a circulação materno-fetal , assim mais nutrientes vão para o bebe , Mas não vão falar isso por ai hehehe.

achei interessante e resolvi compartilhar

  • Like 4
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

tenho uma historia interessante , um dia chegou no consultorio de GO uma moça e seu marido que tinharm acabado de voltar da espanha há 1 mês , ela não sabia q estava grávida há 3 meses , chegamos a perguntar sobre os hábitos de vida , ela disse que não fumava,nem bebia, mas o marido do lado caguetou ( o cara fazendo uma mimica com os dedos como se tivesse bolando um beck e disse ainda uns 10 por mês ) .Também confirmou que na espanha todo mundo fuma.pedimos os exames prê -natais ,retorno e o casal foi embora.

meus colegas perguntaram pro professor sobre o consumo de cannabis e o Retardo de crescimento intra-uterino(que é oque a literatura diz ), eu fiquei quieto. o Prof de Go respondeu , isso é lenda , há estudos que dizem que a maconha aumenta a circulação materno-fetal , assim mais nutrientes vão para o bebe , Mas não vão falar isso por ai hehehe.

achei interessante e resolvi compartilhar

Isso que me fode velho

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

fogo dessas pesquisas eh q outros fatores psicosociais economicos podem estar ai.... queria fazer uma pesquisa....

QI de pessoas que assistiram as 15 edições do BIg Brother

Vs

pessoas que não assitiram nenhuma....

ou novelas desde 1985... qi de pessoas que comem mais de 10 barras de chocolate ou batem punha por dia Vs pessoas que comem regularmente....

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 8 years later...
  • Usuário Growroom

Na verdade para ser bem sincero... acho que nada em excesso faz bem, muito menos precocemente!

Engraçado que não falam da nicotina que mata sei lá quantos neurônios independente da idade.


O governo não ganha p@#$ nenhuma com a maconha, só mais presos na cadeia. Por isso que lançam umas paradas como essa, é foda! Chega de discurso e noticias alarmistas!  

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 months later...
Guest thveloso

Relaxem galera...

Segundo a matéria é so a sativa.. ainda bem que por aqui tá rolando só hibrida com predominancia indica,  kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 4 months later...
  • Usuário Growroom

Comecei a fumar aos 17. Minha cabeça, comportamento e preocupacoes mudaram  muito. Fiquei muito menos atencioso e menos eficiente para as atividades do dia. Me preocupava muito menos com os estudos. Acho q dentre os efeitos da erva, um muito importante é a quebra das carapaças já construídas na relação com o mundo(sensações, convicções, noção de espaço e representação do mundo na mente), etc, como se os sentidos fossem refeitos depois de chacoalhados... sinto que pode ter me ajudado como renovação da capacidade criativa, mas me mudou muito também na forma como passei a sentir minhas responsabilidades. Nao diria que podou minha inteligência (nem terei outro eu sem fumar para comparar de teste), mas diminuiu, e mais ainda no início, minha capacidade de raciocínio em problemas que exigem  concentração em coisas pouco interessantes aos sentidos, como matemática, por exemplo. Mas entendo inteligência como capacidade de processar informacoes, fazer relações e guiar pensamento de forma lógica e válida. E creio qur isso seja na verdade potencializado tanto quanto é bagunçado também. O problema aqui é manter essa casa arrumada, e um adolescente dificilmente se sairia bem nisso. Além,  inteligência parece algo "treinável"(que pode ser desenvolvido), e se a capacidade de focar em problemas lógicos(onde cada passo depende dos passos anteriores) diminui, a capacidade de "treinar" inteligência fica mais restrita ao nao contar com as atividades que dependam de concentração.  Mas meio que generalizo  por mim e as poucas pessoas q conheço, que fizeram uso na mesma época e relatam impressões parecidas. Porém... o que fertiliza em uns, em outros pode dar ruim, e o veneno é o remédio em grande dose. Para quem nao pretende ser engenheiro ou matemático no menor tempo, ovelha na fila rápida do diploma, nem calculadora, que foda-se essa pesquisa! 

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 weeks later...
  • Usuário Growroom

Isso é bem relativo... realmente até a total formação do cerebro não é interessante usar qualquer substancia que altera o sistema nervoso central.

Porém vimos na prática que muitas são usuais em crianças e adolescentes e não fazem esse alarde todo: açucar, cafe, medicações, alcool, cigarro, etc.

Essas noticias surgem mais em tom de preconceito contra a maconha do que um informativo em si.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 3 weeks later...

Faça login para comentar

Você vai ser capaz de deixar um comentário após fazer o login



Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...