Ir para conteúdo

Stf Deve Julgar Neste Semestre Descriminalização Do Porte De Drogas


dine

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

Não seria interessante se algum Consultor Jurídico escrevesse uma carta falando por todos nós, growers, que combatemos o tráfico de drogas ? E, além disso, organizar uma Marcha da Maconha para , além de chamar a atenção da mídia, pressionar o STF e até impressioná-los ? Claro que aí seria hora de fazer um grande trabalho de divulgação, para TODOS os Maconheiros "saíssem do armario" e fossem as ruas.

Outra idéia que eu tive chapado: Temos que mexer com a emoção das pessoas. Isso funciona. Dos caretas e dos maconheiros. Seilá, fazendo vídeos de efeito e divulgando no YouTube. Sei que já temos muita coisa espalhada por aí, mas nunca é demais.

Estive pensando, alguem se lembra dessa propaganda da Coca-Cola?

Tiveram várias versões, umas de torcedores zuando rivais e tal. E meio que pegou...

Que tal se fizéssemos alguma coisa do tipo :

"Para cada grower que se prende no Brasil........ "X" traficantes têm prejuízo por causa do cultivo caseiro."

"Para cada maconheiro que sofre de preconceito no Brasil............... Existem "x" moradores de ruas sendo ajudados por eles." ( vide campanha "Maconheiro é Sangue Bom".

"Para cada maconheiro preso.............. "x" professores perdem a chance de ter o seu salário aumentado"

"Para cada maconheiro preso.............. "X" assassinos/ladrões/políticos são absolvidos"

"Para cada planta apreendia................ Existe "x" pessoas com cancer/esclerose/aids se tratando com ELA"

"Para cada centavo gasto na guerra das drogas............. Existem "x" analfabetos no Brasil"

Acho que agora é a hora de aparecermos. Como? Fazendo esse tipo de coisa. Vamos divulgar videos, criando paródias, músicas, qualquer coisa vale. Só para chamar a atenção e unir o sentimento com a informação. Algo bem chocante mesmo.

A idéia ta no ar....

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Se tu ler umas duas páginas atrás vai ver minha explicação sobre isso.

O brow, foi mal se minha frase pareceu um pouco "forgada". Nao foi a intenção. Acho que talvez tenha faltado uma carinha triste no final. :(

Se vc se refere aquela explicaçao la atras, que começa pedindo pra galera levantar a vibe (que por sinal, ta bem explicado), vc falou bem sobre o porte e tal, mas mencionou o cultivo só no final, que uma vez extinto o art 28, plantar em pequena quantidade nao vai ser mais crime. Só que nao sobrou mais nenhum outro artigo dizendo que plantar nao é crime, ou seja passivel de pena alternativa, em qq quantidade que seja. Restou somente o que será crime (no caso, os verbos PRODUZIR, PREPARAR, TER EM DEPOSITO) no art 33. Por isso continuei com a duvida.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

http://www.youtube.com/watch?v=KOqk_q4NLLI

Nós não vamos aceitar.

[Refrão]

Nós não vamos aceitar,

Não,nós não vamos aceitar !

Nós não vamos aceitar - não mais.

Nós tivemos o direito de escolher

E não tem jeito de perder.

Esta é a nossa vida- Esta é a nossa música.

Nós lutaremos contra o poder apenas,

Não escolha o nosso destino porque-

Você não nos conhece, você não é um de nós.

[Refrão]

Oh, você está tão condescendente.

Suas chateações nunca acabam,

Nós não queremos nada-

Nada que venha de você.

Sua vida é insignificante e cansativa -

Enfadonha e confiscada.

Se este é o seu melhor-

Seu melhor não serve.

O-o-o o-o-o

O-o-o o-o-o

Nós estamos certos.[yeah]

Nós estamos livres [yeah]

Nós lutaremos [yeah]

Você verá. [yeah]

[Refrão](2x)

Sem chance!

O-o-o o-o-o

O-o-o o-o-o

nós estamos certos. [yeah]

Nós estamos livres [yeah]

Nós lutaremos [yeah]

Você verá. [yeah]

[Refrão]

Nós não vamos aceitar(Não)

Não,nós não vamos aceitar !

Nós não vamos aceitar não mais.

(É só você tentar e nos obrigar)

Nós não vamos aceitar(vamos lá)

Não,nós não vamos aceitar

(Você é inútil e fraco)

Nós não vamos aceitar não mais

(Agora se abaixe e faça vinte)

Nós não vamos aceitar.

(um pino de penhor)

Não,nós não vamos aceitar

(em seu uniforme)

Nós não vamos aceitar não mais

"WE´RE NOT GONNA TAKE IT ANYMORE. We´re right. Everybody will see."
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Só pra deixar a galera menos preocupada, segue informação relevante:

(http://www.conjur.co...icados-usuarios)

Lei branda

Plantio de maconha para uso pessoal gera pena leve

Por Fernando Porfírio

A Justiça paulista não aplica mais condenação por tráfico de entorpecentes quando é possível desclassificar o crime para uso desde a publicação da Lei 11.343, de 2006. É o caso do sujeito flagrado cultivando pés de maconha, em que fique comprovado que sua intenção não era o comércio da droga. A lei anterior era mais rigorosa para atender essa benesse. O acusado poderia pegar até cinco anos de prisão. Agora as penas são: advertência, prestação de serviço e obrigação de participar de um curso educativo sobre drogas.

Foi o caso de um homem flagrado cuidando de 42 pés de maconha. A Justiça de Franco da Rocha o condenou a seis anos e oito meses de reclusão, em regime inicial fechado. Darci entrou com recurso. Disse que não ficou comprovado o dolo (intenção) de sua conduta e negou a acusação de tráfico que lhe foi imputada. Ele pediu sua absolvição. O Tribunal de Justiça de São Paulo reformou a sentença, desclassificando o crime de tráfico para a conduta de uso pessoal de entorpecente.

O relator destacou que mesmo que a quantidade de maconha que viesse a ser colhida pudesse servir para o comércio não havia prova para apontar na direção dessa conduta. Até o Ministério Público concluiu pela possibilidade de desclassificação do crime de tráfico para a conduta de uso do entorpecente ali plantado pelo apelante.

“Quanto à plantação não há dúvida. Sequer o apelante nega ainda que tenha mencionando ter jogado algumas sementes para oito pés, quando foram apreendidos 42 pés”, disse o relator. “Enfim, é o respaldo a assertiva de que nesta terra em se plantando, tudo dá”, afirmou o desembargador Ruy Cavalheira, numa alusão à carta de Pero Vaz de Caminha ao rei de Portugal relatando suas impressões sobre o Brasil de cinco séculos atrás.

O relator atendeu parcialmente o apelo do réu para desclassificar o delito para uso. Por conta dos maus antecedentes, determinou que ele fosse obrigado a prestar serviços à comunidade.

O benefício do artigo 28 da Lei 11.343/06 também alcançou Willian Peter dos Santos Alves e Bruno Roberto da Silva. Os dois foram condenados a três anos de reclusão porque foram flagrados regando nove pés de canabis sativa, num terreno baldio próximo a um córrego. O castigo foi substituído por uma pena restritiva de direito. Eles tiveram que doar sete cestas básicas para uma entidade assistencial.

Insatisfeitos, os réus apelaram ao Tribunal de Justiça. Pediram absolvição por falta de provas. A 11ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo aceitou a tese da defesa, desclassificou o crime e declarou extinta a punibilidde dos réus pela ocorrência da prescrição.

A Lei 11.343/06 revogou a Lei 6.368/76 e disciplinou o cultivo de plantas que causam dependência física ou psíquica de forma diferente do que constava na lei anterior. No caso, se o cultivo se destina à produção de drogas com o objetivo de comércio, o acusado responderá pelo tipo penal previsto no artigo 33, parágrafo 1º, inciso II da nova lei. No entanto, se o cultivo se destina ao consumo pessoal então o tipo penal a que está sujeito o réu está previsto no artigo 28, parágrafo 1º da lei nova.

“Não havendo provas da destinação comercial e não sendo grande a quantidade de pés de maconha que foram apreendidos, então se torna de rigor a desclassificação da conduta dos acusados”, afirmou o relator.

Quanto a posse de sementes:

TJMA - APELAÇÃO CRIMINAL: APR 425452005 MA

Apelação criminal. Tráfico. Denúncia inepta. Cumprimento dos requisitos legais. Posse de sementes. Atipicidade. Absolvição. Extensão dos efeitos aos outros acusados Apelação provida.A posse de sementes de maconha não se caracteriza como conduta típica, percebendo-se, numa melhor hipótese, tão-somente atos preparatórios, estes não passíveis de punição pelo ordenamento pátrio.Apelação provida..

(425452005 MA , Relator: MÁRIO LIMA REIS, Data de Julgamento: 25/09/2006, PASSAGEM FRANCA)

Essas decisões são recorrentes em vários Tribunais.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

realmente seria o caso de disseminar virais pela internet. videos curtos e simples (no sentido do entendimento) mostrando a relação custo/beneficio do combate ao trafico de drogas pelos proprios usuarios.

seria o caso de propor uma caixinha para produção profissa destes videos.

a questão é que o movimento deve se movimentar e buscar uma especie lobby na mídia, na política e onde mais for necessário.

com tanto publicitario maconheiro por aí nao me surpreenderia de algum topar fazer/bolar de gratis.

fé no futuro.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Começando 2012 com boas promessas, ou o mundo se acaba mesmo, kkkkkkk ....espero que vingue dessa vez, no mas sempre e foi e sempre será legalizado, só ter sangue frio pra não falar pra ninguem...

Valeu pela musica catnip

, era exatamente o que eu precisava escutar agora!

"Esta é a nossa vida- Esta é a nossa música.

Nós lutaremos contra o poder apenas,

Não escolha o nosso destino porque-

Você não nos conhece, você não é um de nós."

YEAH!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Começando 2012 com boas promessas, ou o mundo se acaba mesmo, kkkkkkk ....espero que vingue dessa vez, no mas sempre e foi e sempre será legalizado, só ter sangue frio pra não falar pra ninguem...

Valeu pela musica catnip

, era exatamente o que eu precisava escutar agora!

"Esta é a nossa vida- Esta é a nossa música.

Nós lutaremos contra o poder apenas,

Não escolha o nosso destino porque-

Você não nos conhece, você não é um de nós."

YEAH!

Agora que eu tomei coragem e pedi minhas seeds gringas o mundo não pode acabar de jeito nenhum.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Consultores Jurídicos GR

realmente seria o caso de disseminar virais pela internet. videos curtos e simples (no sentido do entendimento) mostrando a relação custo/beneficio do combate ao trafico de drogas pelos proprios usuarios.

seria o caso de propor uma caixinha para produção profissa destes videos.

a questão é que o movimento deve se movimentar e buscar uma especie lobby na mídia, na política e onde mais for necessário.

com tanto publicitario maconheiro por aí nao me surpreenderia de algum topar fazer/bolar de gratis.

fé no futuro.

Fica tranquilo que algo parecido já está no forno. Até fevereiro ou final de janeiro, estará finalizado. Quero ver 1kk de views em menos de 1 semana em.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Fica tranquilo que algo parecido já está no forno. Até fevereiro ou final de janeiro, estará finalizado. Quero ver 1kk de views em menos de 1 semana em.

fala chofer.

tenho banca de jornais e mais 12 pontos de venda na zona sul do rio.

pontos estes que posso de alguma forma utilizar como propagação de materiais pertinentes à nossa causa como livros, revista e outros. procurei o pessoal do tarja preta e o sergio vidal com esta mesma ideia. estou esperando retorno deles.

o preconceito/dúvida parte de casa mesmo. posso falar por experiencia propria, minha mulher não fuma (já fumou) perguntou: se é proibida como o fulano vai comprar pra poder portar? temos muitas coisas para entender para poder explicar. o caminho é longo e o tempo urge. temos de aproveitar esse tempo que o stf levar para julgar o processo e sensibilizar a sociedade e consequentemente o proprio stf. coloco-me a disposição para ajudar no que for possivel.

abs

ah. achei maneiro o video, mas acho que tem de ser alguma coisa mais pá-pum. buscando justamente o plantio como forma de origem para o porte. sobre o uso medicinal e principalmente mostrar a quantidade de dinheiro arrecadado onde maconha é negocio lícito. tipo 10% da cpmf arrecadada, ou orçamento da cidade tal, o dobro das despesas da policia na cidade sei lá, etc.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Legaliação da Erva tá perto galera..

se até o estádio do corinthians tá saindo (algo que eu achava que nunca iria acontecer) pq nao a legalizaçao e discriminalização da erva ?

É questão de tempo....tic, tac, tic, tac, tic, tac....

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

40.000 inscritos, com média de 15g/usuário vindas da natureza de criação, 600.000 gramas (visto que uns cultivam 0g, e outros quase 30g de fumo seco medicinal...) = 1.800.000,00 reais a menos para o trafico. É de se assustar, de aviõezinhos a aeroportos.

Comparando somente pessoas inscritas. A escala global real, esta é devastadoramente maior.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Salve 2012, Salve o STF, Salve a galera do GrowRoom.

To acreditando na boa vontade de quem ta a favor da erva. Só espero que após ser descriminalizado não haja um erro de lógica.

Porque se é descriminalizado, quer dizer que vão usar, se vão usar terão que comprar ou plantar.

---> se comprar, que não seja de traficantes.

---> se plantar, que não seja ilegal.

E se usar que seja responsável

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

eu acho que, se regulamentada, tem que ser para maiores de 21 anos a "permissão" para cultivar, e com comprovante de renda (mesada ou salário) para desestimular carinha que poderia ir para o lado negro da força.

Acho que a venda de cigarros e bebidas alcoolicas também deveriam ser alteradas para um mínimo de 21 anos de idade.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

eu acho que, se regulamentada, tem que ser para maiores de 21 anos a "permissão" para cultivar, e com comprovante de renda (mesada ou salário) para desestimular carinha que poderia ir para o lado negro da força.

Acho que a venda de cigarros e bebidas alcoolicas também deveriam ser alteradas para um mínimo de 21 anos de idade.

E aí continua discriminando a pobreza, perseguindo pézinho de maconha em favela e dizendo que é traficante...

A exclusão do plantio e porte pra consumo é plena. Não tem essa de comprovante, e bosta nenhuma. Se não conseguir provar que é traficante (por favor livrem-se de suas balanças, armas, dinheiro trocado em casa nem pensar só cartão) é inocente e não tem conversa.

21 anos eu diria que tudo bem mas acho impossível. Maioridade no brasil é 18 anos .

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

40.000 inscritos, com média de 15g/usuário vindas da natureza de criação, 600.000 gramas (visto que uns cultivam 0g, e outros quase 30g de fumo seco medicinal...) = 1.800.000,00 reais a menos para o trafico. É de se assustar, de aviõezinhos a aeroportos.

Comparando somente pessoas inscritas. A escala global real, esta é devastadoramente maior.

Cara, eu nunca tinha parado para pensar em números assim... O Growroom é muito expressivo nesse sentido, talvez seria uma boa idéia apurarmos esses dados.

Positive Vibrations!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

40.000 inscritos, com média de 15g/usuário vindas da natureza de criação, 600.000 gramas (visto que uns cultivam 0g, e outros quase 30g de fumo seco medicinal...) = 1.800.000,00 reais a menos para o trafico. É de se assustar, de aviõezinhos a aeroportos.

Comparando somente pessoas inscritas. A escala global real, esta é devastadoramente maior.

Cara, eu nunca tinha parado para pensar em números assim... O Growroom é muito expressivo nesse sentido, talvez seria uma boa idéia apurarmos esses dados.

Positive Vibrations!

Catnip, excelente colocação... Estimativas como essas são interessantes pois motram números bem possíveis. Alguns podem até argumentar que a conta está super-estimada ou sub-estimada para o universo growroom mas uma extrapolação para universos maiores é possível. Se este tipo de informação puder ser contraposta, em um debate, aos argumentos proibicionistas seria interessante ver a reação deles. E mesmo os valores em reais devem ser comparados a numeros de casa e carros populares, tipo JN e Fantástico mesmo, comparando com dados como orçamento de segurança pública, informações sobre a contabilidade do tráfico vindas de operações policiais e coisas do gênero. Este tipo de informação é muito melhor digerida pela generalidade do que argumentos como a 'liberdade individual' - que pra mim seria o maior dos argumento.

PAZ !!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Bas pinned this topic
  • Alex Kidd locked this topic
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.

×
×
  • Criar Novo...