Ir para conteúdo

Vaporizadores baratos, qual vale a pena comprar?


TCHELO

Recommended Posts

  • Usuário Growroom
Em 29/01/2016 at 18:48, SantoSkywalker disse:

Só para constar uma foto do óleo

WP_20151118_003.jpg

Tirou onda mano, isto seria o iso-hax? 
Ainda não fiz o processo de extração pois meu álcool ainda não chegou,

 

Sugiro man, tu pensar em adquirir o recipiente de silicone, fica melhor para manusear/guardar o iso..

 

Abraços!!

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
15 horas atrás, ccs_sniper disse:

Não querendo estragar a sua felicidade amigo mas como o pessoal comentou nas páginas anteriores a esse preço eu duvido que é original esses vaporizadores da greco science, mas são réplicas e vão te atender com certeza, o problema é pagar 500 dilmas e depois de 3, 4 meses começar a encomodar, bateria com pouco armazenamento. Aí já acho q vale a pena investir 1000 reais e investir uma vez só. No início das minhas pesquisas também estava voltado pro g-pro mas depois de ler muito vi que pelo menos para nós aqui no brasil não vale a pena.

Sou amiga né!! rsrsrsrsrs

poxa cara sério,agora bateu a duvida mesmo se o produto é original,mas eu pesquisei no site da Grenco e o preço do G Pro está 89 dolares que convertendo pra real fica mais ou menos em torno de uns 400 reais,entao a diferença de preço nao esta tao grande. O problema mesmo é que agora eu fiquei na duvida ne hahaha pq realmente nao da pra confiar!!!

 

 

Mas obrigada mesmo pela dica,vou pesquisar mais

 

 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
14 horas atrás, TCHELO disse:

Weeeeed! Tá doida? Kkkkkkk nem precisa olhar esse aí pra sabe que é fake! O foda é vc comprar e n durar, tipo, vc ter outro e usar ele de vez em quando, pode até durar um pouco mais, mas.. É como todo produto chinês, pode funcionar 1 ano ou 1 mês.

Aaaaaaaaaaai meu Deus TCHELO, ainda bem que nao compreeei hahahahahaha sério mesmo???!!!

Poxa vida,mas vou fazer oq vc comentou acima,vou investir mais e comprar esse pax mesmo,todos os meus amigos estao falando pra comprar o paxx...

pq pow gastar 500 conto pra durar um mes é foda né!!

 

mas valeu mesmooo pela dica!!!

 

 

Um beijo

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
14 horas atrás, TCHELO disse:

Poxa senhorita, compra n! Vai ser dor de kbça futura, pesquisa um pouco mais e compra um que corra menos riscos, se for por beleza o Pax é bem mais bonito e é bem legal, o lance do g pro é que até no Ebay estão rolando fakes, o lance é vc comprar de algum amigo que esteja lá e mande, eu acho o G pro bem legal, ( foi meu primeiro e por azar, era fake ), tanto que comprei 2 pelo Ebay sábado, de um China que disse que é original, kkkkkkk sei que é fake, mas.. Pelo preço tá valendo, e se a alfândega prender, eu pego meu dinheiro de volta. 

Se quiser eu passo o link deste ou do cara que me vendeu o Pax.

Grande abraço.

image.png

 

 

 

TCHELO, Obrigada mesmo,ainda bem que nao comprei,

eu quero sim o link desse fake ai da china que vou comprar ,pra quando eu sair eu leva-lo para os amigos que ficam pedindo ¬¬ (nao sei se só eu tenho esse problema) haha

 

e tambem quero o contato do pax,vou comprar esse mesmo,voce é a segunda pessoa que me indica.

 

Obrigada novamente!

 

Um beijo

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
2 minutos atrás, Srta weed disse:

 

 

 

TCHELO, Obrigada mesmo,ainda bem que nao comprei,

eu quero sim o link desse fake ai da china que vou comprar ,pra quando eu sair eu leva-lo para os amigos que ficam pedindo ¬¬ (nao sei se só eu tenho esse problema) haha

 

e tambem quero o contato do pax,vou comprar esse mesmo,voce é a segunda pessoa que me indica.

 

Obrigada novamente!

 

Um beijo

Todo mundo odeia ficar emprestando vap pras pessoas, pior ainda quando é pra neguim que tu nem conhece direito, mas vai fazer desfeita à um pedido curioso ?!

O problema é que é algo bem pessoal, não me importo em dividir com minha mulher mas com outras pessoas 'menos próximas' fica algo um pouco desgastante..

Sinceramente Srta?! Pegue estes 500, espere mais alguns meses e compre um pax ou arizer (air ou o normal), estes em torno de 1k..

Valerá muito mais a pena, acredito que todos nós começamos pensando em adquirir uma pen destas, pelo menos quando eu soube oq era vaporizador, foi através da notícia de que o Snoop Dogg estaria lançando as pen's.. Mas ao se estudar um pouco mais as variedades de vaporizadores portáteis, optamos por de melhores qualidades..

Eu comecei querendo um MFLB, logo depois desisti, por alguns problemas que fui percebendo quanto à funcionalidade do aparelho..

Abraços..

 

  • Like 3
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
Agora, lixeiro300 disse:

Todo mundo odeia ficar emprestando vap pras pessoas, pior ainda quando é pra neguim que tu nem conhece direito, mas vai fazer desfeita à um pedido curioso ?!

O problema é que é algo bem pessoal, não me importo em dividir com minha mulher mas com outras pessoas 'menos próximas' fica algo um pouco desgastante..

Sinceramente Srta?! Pegue estes 500, espere mais alguns meses e compre um pax ou arizer (air ou o normal), estes em torno de 1k..

Valerá muito mais a pena, acredito que todos nós começamos pensando em adquirir uma pen destas, pelo menos quando eu soube oq era vaporizador, foi através da notícia de que o Snoop Dogg estaria lançando as pen's.. Mas ao se estudar um pouco mais as variedades de vaporizadores portáteis, optamos por de melhores qualidades..

Eu comecei querendo um MFLB, logo depois desisti, por alguns problemas que fui percebendo quanto à funcionalidade do aparelho..

Abraços..

 

hahahaha O vap é bem pessoal né,complicado dividir! e ó eu to longe de fazer o tipo boazinha rsrsrs

Mas eu vou seguir seu conselho sim,vou guardar a grana e comprar o pax no próximo mês,o meu problema é achar,onde eu moro é uma roça,quase interior hahahahahaha brincadeira!! mentira!! é verdade!!! Galera não investe em coisa boa aqui..

Enfim,Obrigada pela Dica,

 

Até mais

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Boa tarde pessoal, à um tempo atrás eu vim neste tópico perguntando sobre o crafty e o Tchelo acabou me indicando o PAX2, bom, neste meio tempo fui viajar e comprei o PAX2, comecei a utiliza-lo nesta semana e posso dizer que foi uma excelente compra, no 1o dia eu estranhei e achei que havia jogado dinheiro fora, porem a partir do 2o dia eu comecei a me acostumar e hoje que já fazem 5 dias que estou usando posso dizer que é ótimo.

O vapor é bem denso, e se puxar muito rápido me dá uma crise de tosse, a melhor forma é dar pequenas bolas, puxando devagar, com a câmara cheia eu consigo fumar na 3a e 4a temperatura por umas 15 bolas e me dá uma loucura mais high, fico mais animado, depois eu desligo e quando quero fumar novamente eu retiro a erva e reloco e consigo fumar mais umas 8 bolas que dão uma chapada mais para te prender no sofá.

A bateria dele é excelente, fumei no 1o e no 2o dia com a carga que veio de fábrica, deixei carregando por aproximadamente 2 - 2,5 hrs, e estou usando desde então e ainda tenho metade da carga.

Me certifiquei da originalidade dele registrando no site do pax, enviei um e-mail em seguida para eles e me garantiram que é real, inclusive agora está na garantia de 10 anos de fábrica,porem existe outra forma de verificar se é original zerando o modo simon, no qual você tem um jogo de repetição de sequencias e após finalizar 15 sequencias corretas ele habilita uma musiquinha na hr de ligar, é bem discreto e para ouvir o ambiente deve estar sem nenhum outro som e o pax deve estar colado ao ouvido, no youtube tem alguns vídeos ensinando como fazer isso, é bem bacana.

Bom, por fim, gostaria de agradecer à todo, e em particular ao @TCHELO que me influenciou a compra o PAX2.

Lendo os comentários fiquei curioso com relação à erva que vocês vaporizam, eu só tenho vaporizado camarões do pé mesmo, algum utiliza com prensado? Fica bom usando prensado?

No mais é só isso mesmo, e fica aqui registrado que o PAX2 é mais do que recomendado, o alto preço pode ser um fator negativo, mas com certeza suas qualidades fazem ele valer a pena.

Um abraço.

  • Like 3
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

 

(Vaporzinho)

PAX VERSÃO 01: http://www.vaporzinho.com.br/vaporizador-portatil-pax-by-ploom

PAX VERSÃO 02: http://www.vaporzinho.com.br/vaporizador-pax-2

(Namaste Vaps)

PAX VERSÃO 01: http://www.namastevapes.com.br/products/ploom-pax-vaporizer

PAX VERSÃO 02: http://www.namastevapes.com.br/products/pax2vaporizer

Acredito que o Maurício também tenha pra vender, mas não há nenhum anuncio no site dele, segue link:
http://vaptvupt.lojaintegrada.com.br/

Abçs

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
12 minutos atrás, Baca disse:

Boa tarde pessoal, à um tempo atrás eu vim neste tópico perguntando sobre o crafty e o Tchelo acabou me indicando o PAX2, bom, neste meio tempo fui viajar e comprei o PAX2, comecei a utiliza-lo nesta semana e posso dizer que foi uma excelente compra, no 1o dia eu estranhei e achei que havia jogado dinheiro fora, porem a partir do 2o dia eu comecei a me acostumar e hoje que já fazem 5 dias que estou usando posso dizer que é ótimo.

O vapor é bem denso, e se puxar muito rápido me dá uma crise de tosse, a melhor forma é dar pequenas bolas, puxando devagar, com a câmara cheia eu consigo fumar na 3a e 4a temperatura por umas 15 bolas e me dá uma loucura mais high, fico mais animado, depois eu desligo e quando quero fumar novamente eu retiro a erva e reloco e consigo fumar mais umas 8 bolas que dão uma chapada mais para te prender no sofá.

A bateria dele é excelente, fumei no 1o e no 2o dia com a carga que veio de fábrica, deixei carregando por aproximadamente 2 - 2,5 hrs, e estou usando desde então e ainda tenho metade da carga.

Me certifiquei da originalidade dele registrando no site do pax, enviei um e-mail em seguida para eles e me garantiram que é real, inclusive agora está na garantia de 10 anos de fábrica,porem existe outra forma de verificar se é original zerando o modo simon, no qual você tem um jogo de repetição de sequencias e após finalizar 15 sequencias corretas ele habilita uma musiquinha na hr de ligar, é bem discreto e para ouvir o ambiente deve estar sem nenhum outro som e o pax deve estar colado ao ouvido, no youtube tem alguns vídeos ensinando como fazer isso, é bem bacana.

Bom, por fim, gostaria de agradecer à todo, e em particular ao @TCHELO que me influenciou a compra o PAX2.

Lendo os comentários fiquei curioso com relação à erva que vocês vaporizam, eu só tenho vaporizado camarões do pé mesmo, algum utiliza com prensado? Fica bom usando prensado?

No mais é só isso mesmo, e fica aqui registrado que o PAX2 é mais do que recomendado, o alto preço pode ser um fator negativo, mas com certeza suas qualidades fazem ele valer a pena.

Um abraço.

Salve mano, o problema de se vaporizar prensss, é que a primeira camada dele, a mais externa, em geral é coberta de amônia, o que se mostra com um ardenciazinha mínima na garganta, já que por ser a camada mais externa, é a primeira a ser vaporizada.. Recomenda-se lavar o prenpren antes de vaporizar, e certamente, vaporizar é melhor que fumar prensa..

A melhor coisa do Pax 2 é sem dúvida a bateria impressionante e a portabilidade, realisticamente o Arizer Air dura 4 sessões de 10 mins cada, logo, 40 minutos. Com o Pax 2 aguentaria umas 2:30hrs de uso, certo?!

 

Abraços.

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
1 minuto atrás, lixeiro300 disse:

Salve mano, o problema de se vaporizar prensss, é que a primeira camada dele, a mais externa, em geral é coberta de amônia, o que se mostra com um ardenciazinha mínima na garganta, já que por ser a camada mais externa, é a primeira a ser vaporizada.. Recomenda-se lavar o prenpren antes de vaporizar, e certamente, vaporizar é melhor que fumar prensa..

A melhor coisa do Pax 2 é sem dúvida a bateria impressionante e a portabilidade, realisticamente o Arizer Air dura 4 sessões de 10 mins cada, logo, 40 minutos. Com o Pax 2 aguentaria umas 2:30hrs de uso, certo?!

 

Abraços.

Cara 2:30 de uso eu ainda não testei, mas deve dar sim, pois depois de dar uma carga completa eu já fiz umas 10 sessões de aproximadamente 10 minutos cada e ainda tenho metade da bateria segundo o próprio aparelho.

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Um episódio interessante que ocorreu comigo, um amigo e meu Air, é que ao

apresentar o aparelho à pessoa, ela olha, e dá o maior puxadão com a mão,

na tampinha do aparelho, arrancando-a, achando que simplesmente saía..

Para visualizar melhor, a foto de cima do Air:

arizer-air-vaporizer-a3638-780x975.jpg?v
Esta, escrito 'open' é a tampa.. Eu consegui botar ela de volta, depois de muita tristeza.. KK

  • Like 3
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Estou com uma duvida,

28 minutos atrás, lixeiro300 disse:

 

(Vaporzinho)

PAX VERSÃO 01: http://www.vaporzinho.com.br/vaporizador-portatil-pax-by-ploom

PAX VERSÃO 02: http://www.vaporzinho.com.br/vaporizador-pax-2

(Namaste Vaps)

PAX VERSÃO 01: http://www.namastevapes.com.br/products/ploom-pax-vaporizer

PAX VERSÃO 02: http://www.namastevapes.com.br/products/pax2vaporizer

Acredito que o Maurício também tenha pra vender, mas não há nenhum anuncio no site dele, segue link:
http://vaptvupt.lojaintegrada.com.br/

Abçs

Show!

 

Eu só fiquei com uma duvida,como nunca usei vap e só agora estou me interando sobre o assunto,gostaria de saber sobre esses vap com liquido.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
27 minutos atrás, Srta weed disse:

Estou com uma duvida,

Show!

 

Eu só fiquei com uma duvida,como nunca usei vap e só agora estou me interando sobre o assunto,gostaria de saber sobre esses vap com liquido.

O bom é ver uns top's, "top 10" e talz, vários mesmo! 

Se curtir algum vap, procurar por review e trocar ideia com a galera daqui,

Sem dúvida o Pax02 não será um desperdício de $$, caso queira este!

 

Abraçs.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Todo mundo odeia ficar emprestando vap pras pessoas, pior ainda quando é pra neguim que tu nem conhece direito, mas vai fazer desfeita à um pedido curioso ?!

O problema é que é algo bem pessoal, não me importo em dividir com minha mulher mas com outras pessoas 'menos próximas' fica algo um pouco desgastante..

Valerá muito mais a pena, acredito que todos nós começamos pensando em adquirir uma pen destas, pelo menos quando eu soube oq era vaporizador, foi através da notícia de que o Snoop Dogg estaria lançando as pen's.. Mas ao se estudar um pouco mais as variedades de vaporizadores portáteis, optamos por de melhores qualidades..

 

 

caaras que saco é isso de ficar emprestando né? E quando você fala que ta diminuindo o consumo e aí eles falam nossa então empresta pra mim??? kkk foda... tenho uns amigos bem sangue sugas mas não forçam a barra, tabom as vezes kkkkk

quanto aos vaps acho que todo mundo começou pelo snoop dogg mas por ser um investimento ALTO começaram a pesquisar mais e acabamos descobrindo outros portáteis melhores e gastamos mais (?)

 

abs

  • Like 3
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
3 horas atrás, lixeiro300 disse:

Um episódio interessante que ocorreu comigo, um amigo e meu Air, é que ao

apresentar o aparelho à pessoa, ela olha, e dá o maior puxadão com a mão,

na tampinha do aparelho, arrancando-a, achando que simplesmente saía..

Para visualizar melhor, a foto de cima do Air:

arizer-air-vaporizer-a3638-780x975.jpg?v
Esta, escrito 'open' é a tampa.. Eu consegui botar ela de volta, depois de muita tristeza.. KK

É desse tipo de galera que eu deixo meu vaporizador longe, dos fuçadores e dos mão mole. Sorte que teu amigo não é daqueles que perguntam "é nesse botão que liga?" já apertando o botão.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

A bateria do meu Arizer Air dura de 5 a 6 sessões fazendo uso na temperatura verde/vermelha, eu já coloco pra carregar um pouco antes dela pedir carga e deixo carregar por completo. Já passei perrengue com falta de bateria mas por ser fácil troca-las no Arizer Air eu comprei mais duas e tbm o carregador externo que carrega 2 baterias, nunca mais senti falta de bateria, elas são pequenas e dá pra transportar de boa naquela bolsinha que vem de fabrica

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Amigo, vc ta equivocado. G PRO custa 75 dólares+taxas(impostos. lá é cobrado separadamente.) É possível sim alguém que importa em atacado conseguir um preço abaixo de 500 reais.

Tem é que se analisar o vendedor, se vende produtos xingling, com certeza os outros também serão.

Outra coisa que se pode observar é que geralmente o produto carro chefe recebe falsificação, os outros não. Se o cara tem só G PRO e o DGK pra vender e não tem outros produtos, pode ser que seja falsificação. Mas se tem disponível mais de uma linha de produto, se é falsificação, o cara falsificou uma fábrica inteira.

Vocês estão é querendo elitizar a parada, dizendo que vaporizador é só pra quem tem mais de mil reais disponível pra gastar no brinquedinho. Para com isso, galera. É perfeitamente possível ter gente vendendo vaporizador com preço acessível sim!

Eu comprei o meu fora, mas comprei um bico de reposição aqui e um amigo comprou um vaporizador com o mesmo vendedor sem ter problemas.

Parem com essa ideia de querer elitizar a parada, vaporizador não é iPhone pra ser supervalorizado. Deixem de ser bitolados. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
2 minutes ago, MarcusTHC said:

Vocês estão é querendo elitizar a parada, dizendo que vaporizador é só pra quem tem mais de mil reais disponível pra gastar no brinquedinho. Para com isso, galera. É perfeitamente possível ter gente vendendo vaporizador com preço acessível sim!

 

Acho que não é por aí, mestre. Ninguém tá querendo elitizar a parada, só dar uma real que é a seguinte: os vaporizadores mais caros em geral são melhores. Em vários aspectos. Desde os mais desimportantes, como design (é uma das coisas que mais encarecem, mas eu acho besteira) até os mais fundamentais, como a qualidade e quantidade de vapor. Os mais caros foram feitos com materiais mais resistentes, passaram por um número maior de testes e fiscalizações, são mais bonitos e fáceis de usar. Isso não quer dizer que comprar o mais caro seja comprar o melhor, mas comprar o mais barato SEMPRE é pior.  

Há questões bem sérias envolvidas na decisão de comprar um vaporizador. A meu ver, o motivo principal seria optar por uma maneira mais saudável e eficiente de consumir a cannabis, embora eu esteja ligado que aqui nessa thread muita gente também esteja interessada numa alternativa que dê menos bandeira pra fumar na rua ou em casa. Acho um erro pensar assim como motivador de compra de um vaporizador. Primeiro porque se o vaporizador for bom mesmo, as primeiras 3-4 tragadas vão produzir uma quantidade bem significativa de vapor, que não tem como esconder, parece fumaça. Segundo que embora o cheiro seja muito mais discreto do que fumando, ainda é algo bem presente (sobretudo pra quem passa perto e no vaporizador em si, especialmente quando esfria, solidificando as resinas que estavam no vapor). Ou seja: quem compra um vaporizador pra usar na rua sem dar bandeira pode acabar se decepcionando. O bagulho na real chama até mais atenção do que fumar um na cara dura.

Quanto à saúde, pelo menos duas coisas deveriam ser levadas em consideração: o menor contato possível com partes plásticas no trajeto do vapor e a confiabilidade do elemento que aquece. Se o corpo do aparelho tem muito plástico, e se alguma parte desse plástico entra em contato com o vapor ou com o elemento aquecedor, temos um problema. O plástico, quando aquecido, também libera os seus próprios vapores que, se alterassem apenas o sabor e aroma do vapor já seria ruim, mas alteram também as suas propriedades. Ou seja: se tu resolve comprar o vaporizador mais barato, todo feito de plástico, junto com os terpenos, terpenoides e canabinoides, também estará inalando componentes químicos presentes no plástico (também conhecido como "vaporizando plástico"), que podem ser potencialmente danosos à saúde. Na real acho que não tem nenhum estudo dizendo se é nocivo ou não inalar vapores químicos derivados do plástico, mas quem já sentiu o cheiro de plástico queimando sabe com certeza que aquilo ali é tóxico.

Sobre o elemento que aquece ainda há uma outra questão: em fóruns gringos como o Fuck Combustion, GrassCity, Reddit e vários outros, um monte de gente alerta para o fato de que vários vaporizadores não são exatamente vaporizadores. O motivo? São feitos com materiais mais baratos e não tem um controle tão preciso da temperatura, de modo que muitos deles queimam a planta em vez de vaporizá-la. Ou seja: o cara paga por um vaporizador e recebe um cachimbo eletrônico. Um vaporizador que frequentemente é acusado desse tipo de problema é justamente esse G-PRO do Snoop Dogg. Por outro lado, o VapeCritic vez um review bem positivo dele (http://www.vapecritic.com/vaporizers/x-pen-pro/), ainda que fale mal da qualidade e quantidade do vapor.

Sempre achei vaporizador uma parada cara pra cacete, por isso sempre acabava deixando pra comprar depois. O primeiro que eu quis comprar foi o Pax, mas custava 250 dólares, e na época que o dólar estava tipo 2 por 1 eu já achava meio foda pagar 500 reais por ele. Mas aí sei lá: já não sou mais criança, já fumei bastante nessa vida, melhor tratar os pulmões um pouco melhor. Daí resolvi que esse ano ia me dar de presente de Natal um vaporizador.

Antes de comprar o meu Arizer Solo (paguei uns 850 contos com o Maurício da VaptVupt) eu li pra caralho sobre todas essas coisas. Já tinha usado o Pax original uns anos atrás e achado uma merda. Não importava o quanto eu vaporizava, eu nunca ficava realmente chapado. Anos depois usei o Volcano algumas vezes e achei espantoso o quanto fiquei louco. Como vi várias resenhas gringas apontando o Solo como melhor vaporizador portátil em termos de sabor, qualidade e quantidade de vapor (somado ao preço, facilidade de uso, durabilidade e tempo de duração da bateria), achei que era a escolha mais acertada. Os caras dão garantia vitalícia pro elemento que aquece (de cerâmica, envolvido por uma peça de aço inoxidável). Há diversos relatos de gente falando que a unidade é dureza, que não quebra de jeito nenhum e aguenta todo tipo de abuso (embora tenha os tubos de vidro que muita gente diz quebrar). Por outro lado, são justamente os tubos de vidro que garantem uma qualidade de vapor difícil de superar. Não só pelos sabores e aromas (mesmo com o prensado), mas também pela variedade dos efeitos. Sempre vaporizo numa temperatura mais baixa no começo do dia, para ficar mais ligado, e em temperaturas mais altas à noite, quando quero chumbar.

O que, por fim, me leva ao último elemento dessa equação, que me pegou de surpresa (mas foi a melhor surpresa): eficiência. Um vaporizador bom consegue aproveitar muito melhor a tua matéria prima. Fiquei abismado como caiu meu consumo de erva depois que comecei a vaporizar. Levei um mês (31 dias) pra consumir a mesma quantidade que eu costumava fumar em 7 a 10 dias. Consigo extrair de cada porção de erva que coloco no Solo pelo menos três sessões de 12 minutos - uma na temperatura 3, uma na 4 e uma na 5 ou 6 - e fico BEM chapado nas 3 vezes. Ainda não tentei fazer uma sessão começando direto pelas temperaturas mais altas, mas não vejo muita vantagem. Dizem que as temperaturas mais altas produzem vapores mais densos, mas eu estou mais interessado nos sabores e efeitos do que na estética da fumaça (ou vapor, nesse caso). Além do mais, a temperatura 4 já produz umas nuvens bem importantes e os efeitos que eu desejo: uma alteração mais mental que física, que me ajuda a focar e executar tarefas, em vez daquela clássica vontade de ficar deitado no sofá jogando uns games e ouvindo um som (o que também dá pra obter vaporizando em temperaturas mais altas) . 

Essa eficiência também representa, a longo prazo, uma grande economia: não preciso mais gastar com sedas e isqueiros e consumo 1/3 do que eu estava acostumado a consumir de erva em um ano - e isso usando bastante, pelo menos 3 vezes ao dia. Todavia estou de férias. Quando voltar ao batente com certeza não vai dar pra ficar vaporizando 3x por dia, então a tendência é a economia ser ainda maior.

Em suma: antes de comprar um vaporizador recomendo fortemente se informar. Ler bastante sobre o assunto. Depois, acho muito importante experimentar: não é todo mundo que se adapta com vaporizador, e é um investimento bem caro (mesmo nas opções mais baratas). Em terceiro lugar, lembre-se que a ideia por trás do vaporizador é reduzir os danos à sua saúde, então: não economize. Comprar um produto muito barato agora pode render uma puta dor de cabeça lá na frente. Se não tem grana pra comprar um vaporizador realmente bom agora, meu conselho é que espere mais um ano e junte mais uma grana. Pra mim foi o melhor conselho possível: se eu não tivesse esperado, teria comprado um Pax em 2013 (e estaria achando uma merda).

Dito tudo isso, no fim das contas é tudo uma questão de bom senso: não acho que precisa pagar quase 2 mil num Pax2, num Crafty ou num  Mighty (que dizem ser o melhor porque é dos mesmos caras que fazem o Volcano), mas não sei se eu investiria 300-400 reais numa dessas canetas aí. Mas é aquilo: teria de experimentar. Não conheço, só de ouvir falar. Indo pelo caminho do meio, ali na faixa dos 700-900, tem muito jogo. Dá pra comprar muito vaporizador bom (Firefly, Magic Flight Launch Box, DaVinci, Ascent, Vapir, Air, Solo), que vai durar e vai te ajudar a economizar muito em ganja nos próximos anos. De quebra, não vai mais danificar o teu pulmão. Eu acho que vale mais a pena pensar por aí. Mas cada um cada um!

abraços!

  • Like 10
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
21 minutos atrás, Curandeiro Dido disse:

 

Acho que não é por aí, mestre. Ninguém tá querendo elitizar a parada, só dar uma real que é a seguinte: os vaporizadores mais caros em geral são melhores. Em vários aspectos. Desde os mais desimportantes, como design (é uma das coisas que mais encarecem, mas eu acho besteira) até os mais fundamentais, como a qualidade e quantidade de vapor. Os mais caros foram feitos com materiais mais resistentes, passaram por um número maior de testes e fiscalizações, são mais bonitos e fáceis de usar. Isso não quer dizer que comprar o mais caro seja comprar o melhor, mas comprar o mais barato SEMPRE é pior.  

Há questões bem sérias envolvidas na decisão de comprar um vaporizador. A meu ver, o motivo principal seria optar por uma maneira mais saudável e eficiente de consumir a cannabis, embora eu esteja ligado que aqui nessa thread muita gente também esteja interessada numa alternativa que dê menos bandeira pra fumar na rua ou em casa. Acho um erro pensar assim como motivador de compra de um vaporizador. Primeiro porque se o vaporizador for bom mesmo, as primeiras 3-4 tragadas vão produzir uma quantidade bem significativa de vapor, que não tem como esconder, parece fumaça. Segundo que embora o cheiro seja muito mais discreto do que fumando, ainda é algo bem presente (sobretudo pra quem passa perto e no vaporizador em si, especialmente quando esfria, solidificando as resinas que estavam no vapor). Ou seja: quem compra um vaporizador pra usar na rua sem dar bandeira pode acabar se decepcionando. O bagulho na real chama até mais atenção do que fumar um na cara dura.

Quanto à saúde, pelo menos duas coisas deveriam ser levadas em consideração: o menor contato possível com partes plásticas no trajeto do vapor e a confiabilidade do elemento que aquece. Se o corpo do aparelho tem muito plástico, e se alguma parte desse plástico entra em contato com o vapor ou com o elemento aquecedor, temos um problema. O plástico, quando aquecido, também libera os seus próprios vapores que, se alterassem apenas o sabor e aroma do vapor já seria ruim, mas alteram também as suas propriedades. Ou seja: se tu resolve comprar o vaporizador mais barato, todo feito de plástico, junto com os terpenos, terpenoides e canabinoides, também estará inalando componentes químicos presentes no plástico (também conhecido como "vaporizando plástico"), que podem ser potencialmente danosos à saúde. Na real acho que não tem nenhum estudo dizendo se é nocivo ou não inalar vapores químicos derivados do plástico, mas quem já sentiu o cheiro de plástico queimando sabe com certeza que aquilo ali é tóxico.

Sobre o elemento que aquece ainda há uma outra questão: em fóruns gringos como o Fuck Combustion, GrassCity, Reddit e vários outros, um monte de gente alerta para o fato de que vários vaporizadores não são exatamente vaporizadores. O motivo? São feitos com materiais mais baratos e não tem um controle tão preciso da temperatura, de modo que muitos deles queimam a planta em vez de vaporizá-la. Ou seja: o cara paga por um vaporizador e recebe um cachimbo eletrônico. Um vaporizador que frequentemente é acusado desse tipo de problema é justamente esse G-PRO do Snoop Dogg. Por outro lado, o VapeCritic vez um review bem positivo dele (http://www.vapecritic.com/vaporizers/x-pen-pro/), ainda que fale mal da qualidade e quantidade do vapor.

Sempre achei vaporizador uma parada cara pra cacete, por isso sempre acabava deixando pra comprar depois. O primeiro que eu quis comprar foi o Pax, mas custava 250 dólares, e na época que o dólar estava tipo 2 por 1 eu já achava meio foda pagar 500 reais por ele. Mas aí sei lá: já não sou mais criança, já fumei bastante nessa vida, melhor tratar os pulmões um pouco melhor. Daí resolvi que esse ano ia me dar de presente de Natal um vaporizador.

Antes de comprar o meu Arizer Solo (paguei uns 850 contos com o Maurício da VaptVupt) eu li pra caralho sobre todas essas coisas. Já tinha usado o Pax original uns anos atrás e achado uma merda. Não importava o quanto eu vaporizava, eu nunca ficava realmente chapado. Anos depois usei o Volcano algumas vezes e achei espantoso o quanto fiquei louco. Como vi várias resenhas gringas apontando o Solo como melhor vaporizador portátil em termos de sabor, qualidade e quantidade de vapor (somado ao preço, facilidade de uso, durabilidade e tempo de duração da bateria), achei que era a escolha mais acertada. Os caras dão garantia vitalícia pro elemento que aquece (de cerâmica, envolvido por uma peça de aço inoxidável). Há diversos relatos de gente falando que a unidade é dureza, que não quebra de jeito nenhum e aguenta todo tipo de abuso (embora tenha os tubos de vidro que muita gente diz quebrar). Por outro lado, são justamente os tubos de vidro que garantem uma qualidade de vapor difícil de superar. Não só pelos sabores e aromas (mesmo com o prensado), mas também pela variedade dos efeitos. Sempre vaporizo numa temperatura mais baixa no começo do dia, para ficar mais ligado, e em temperaturas mais altas à noite, quando quero chumbar.

O que, por fim, me leva ao último elemento dessa equação, que me pegou de surpresa (mas foi a melhor surpresa): eficiência. Um vaporizador bom consegue aproveitar muito melhor a tua matéria prima. Fiquei abismado como caiu meu consumo de erva depois que comecei a vaporizar. Levei um mês (31 dias) pra consumir a mesma quantidade que eu costumava fumar em 7 a 10 dias. Consigo extrair de cada porção de erva que coloco no Solo pelo menos três sessões de 12 minutos - uma na temperatura 3, uma na 4 e uma na 5 ou 6 - e fico BEM chapado nas 3 vezes. Ainda não tentei fazer uma sessão começando direto pelas temperaturas mais altas, mas não vejo muita vantagem. Dizem que as temperaturas mais altas produzem vapores mais densos, mas eu estou mais interessado nos sabores e efeitos do que na estética da fumaça (ou vapor, nesse caso). Além do mais, a temperatura 4 já produz umas nuvens bem importantes e os efeitos que eu desejo: uma alteração mais mental que física, que me ajuda a focar e executar tarefas, em vez daquela clássica vontade de ficar deitado no sofá jogando uns games e ouvindo um som (o que também dá pra obter vaporizando em temperaturas mais altas) . 

Essa eficiência também representa, a longo prazo, uma grande economia: não preciso mais gastar com sedas e isqueiros e consumo 1/3 do que eu estava acostumado a consumir de erva em um ano - e isso usando bastante, pelo menos 3 vezes ao dia. Todavia estou de férias. Quando voltar ao batente com certeza não vai dar pra ficar vaporizando 3x por dia, então a tendência é a economia ser ainda maior.

Em suma: antes de comprar um vaporizador recomendo fortemente se informar. Ler bastante sobre o assunto. Depois, acho muito importante experimentar: não é todo mundo que se adapta com vaporizador, e é um investimento bem caro (mesmo nas opções mais baratas). Em terceiro lugar, lembre-se que a ideia por trás do vaporizador é reduzir os danos à sua saúde, então: não economize. Comprar um produto muito barato agora pode render uma puta dor de cabeça lá na frente. Se não tem grana pra comprar um vaporizador realmente bom agora, meu conselho é que espere mais um ano e junte mais uma grana. Pra mim foi o melhor conselho possível: se eu não tivesse esperado, teria comprado um Pax em 2013 (e estaria achando uma merda).

Dito tudo isso, no fim das contas é tudo uma questão de bom senso: não acho que precisa pagar quase 2 mil num Pax2, num Crafty ou num  Mighty (que dizem ser o melhor porque é dos mesmos caras que fazem o Volcano), mas não sei se eu investiria 300-400 reais numa dessas canetas aí. Mas é aquilo: teria de experimentar. Não conheço, só de ouvir falar. Indo pelo caminho do meio, ali na faixa dos 700-900, tem muito jogo. Dá pra comprar muito vaporizador bom (Firefly, Magic Flight Launch Box, DaVinci, Ascent, Vapir, Air, Solo), que vai durar e vai te ajudar a economizar muito em ganja nos próximos anos. De quebra, não vai mais danificar o teu pulmão. Eu acho que vale mais a pena pensar por aí. Mas cada um cada um!

abraços!

Esse post foi digno de um TCC sobre o assunto.! ;)  Mas me deixou preocupado: Eu que quero comprar pra fumar sem dar bandeira, fiquei na dúvida agora! :(

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
6 horas atrás, Srta weed disse:

Aaaaaaaaaaai meu Deus TCHELO, ainda bem que nao compreeei hahahahahaha sério mesmo???!!!

Poxa vida,mas vou fazer oq vc comentou acima,vou investir mais e comprar esse pax mesmo,todos os meus amigos estao falando pra comprar o paxx...

pq pow gastar 500 conto pra durar um mes é foda né!!

 

mas valeu mesmooo pela dica!!!

 

 

Um beijo

http://www.ebay.com/itm/262262011082?_trksid=p2060353.m2749.l2649&ssPageName=STRK%3AMEBIDX%3AIT

??este é o link do fake.  

Quanto ao Pax, ele é deeeeeefoderrrrrr de bom, a descrição é absurda e o gosto é muito lindo de bom, kkkkkkkk, o foda é que todo mundo fica querendo e na moral, odeio passar meu brinquedo pros amiguinhos, tbm por isso comprei esse fake, amizade amizade, vaporizador à parte.  Eu sou fã do arizer Air e do Pax, experimentei uns 10 vapes até decidir quais eu ficaria, mas.. Tem o lance do gosto tbm né! Te passei o contato do cara que comprei o meu, é 100% original e antes de comprar eu pesquisei a vida do cara toda pelo face, ML, insta, masshoots, acho que até antecedentes criminais eu olhei, kkkkkkkkkkk o meu primeiro vape era fake, n queria ser enganado de novo.

abração.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
6 horas atrás, lixeiro300 disse:

Todo mundo odeia ficar emprestando vap pras pessoas, pior ainda quando é pra neguim que tu nem conhece direito, mas vai fazer desfeita à um pedido curioso ?!

O problema é que é algo bem pessoal, não me importo em dividir com minha mulher mas com outras pessoas 'menos próximas' fica algo um pouco desgastante..

Sinceramente Srta?! Pegue estes 500, espere mais alguns meses e compre um pax ou arizer (air ou o normal), estes em torno de 1k..

Valerá muito mais a pena, acredito que todos nós começamos pensando em adquirir uma pen destas, pelo menos quando eu soube oq era vaporizador, foi através da notícia de que o Snoop Dogg estaria lançando as pen's.. Mas ao se estudar um pouco mais as variedades de vaporizadores portáteis, optamos por de melhores qualidades..

Eu comecei querendo um MFLB, logo depois desisti, por alguns problemas que fui percebendo quanto à funcionalidade do aparelho..

Abraços..

 

Mano, vc disse tudo! , kkkkkkkkk eu nem tinha lido seu comentário e cometei a mesma coisa. Na boa, n peça meus vapes emprestado que n empresto, e até compartilho com os amigos e tal, mas.. Pirado desses sacanas babarem meu Air, o legal é que o vidro é simples de limpar.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
6 horas atrás, Srta weed disse:

 

hahahaha O vap é bem pessoal né,complicado dividir! e ó eu to longe de fazer o tipo boazinha rsrsrs

Mas eu vou seguir seu conselho sim,vou guardar a grana e comprar o pax no próximo mês,o meu problema é achar,onde eu moro é uma roça,quase interior hahahahahaha brincadeira!! mentira!! é verdade!!! Galera não investe em coisa boa aqui..

Enfim,Obrigada pela Dica,

 

Até mais

Vc vai ser a sensação da cidade, toooooodo mundo vai virar seu amigo pra "serrar, kkkkkkk, o foda é que depois de um tempo vc fica com ciúme do aparelho. Os meus têm até nome: Jimmy the hammer, e Sophia. Sim.. Sou muito doido! Kkkkkk

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
6 horas atrás, Baca disse:

Boa tarde pessoal, à um tempo atrás eu vim neste tópico perguntando sobre o crafty e o Tchelo acabou me indicando o PAX2, bom, neste meio tempo fui viajar e comprei o PAX2, comecei a utiliza-lo nesta semana e posso dizer que foi uma excelente compra, no 1o dia eu estranhei e achei que havia jogado dinheiro fora, porem a partir do 2o dia eu comecei a me acostumar e hoje que já fazem 5 dias que estou usando posso dizer que é ótimo.

O vapor é bem denso, e se puxar muito rápido me dá uma crise de tosse, a melhor forma é dar pequenas bolas, puxando devagar, com a câmara cheia eu consigo fumar na 3a e 4a temperatura por umas 15 bolas e me dá uma loucura mais high, fico mais animado, depois eu desligo e quando quero fumar novamente eu retiro a erva e reloco e consigo fumar mais umas 8 bolas que dão uma chapada mais para te prender no sofá.

A bateria dele é excelente, fumei no 1o e no 2o dia com a carga que veio de fábrica, deixei carregando por aproximadamente 2 - 2,5 hrs, e estou usando desde então e ainda tenho metade da carga.

Me certifiquei da originalidade dele registrando no site do pax, enviei um e-mail em seguida para eles e me garantiram que é real, inclusive agora está na garantia de 10 anos de fábrica,porem existe outra forma de verificar se é original zerando o modo simon, no qual você tem um jogo de repetição de sequencias e após finalizar 15 sequencias corretas ele habilita uma musiquinha na hr de ligar, é bem discreto e para ouvir o ambiente deve estar sem nenhum outro som e o pax deve estar colado ao ouvido, no youtube tem alguns vídeos ensinando como fazer isso, é bem bacana.

Bom, por fim, gostaria de agradecer à todo, e em particular ao @TCHELO que me influenciou a compra o PAX2.

Lendo os comentários fiquei curioso com relação à erva que vocês vaporizam, eu só tenho vaporizado camarões do pé mesmo, algum utiliza com prensado? Fica bom usando prensado?

No mais é só isso mesmo, e fica aqui registrado que o PAX2 é mais do que recomendado, o alto preço pode ser um fator negativo, mas com certeza suas qualidades fazem ele valer a pena.

Um abraço.

Grande irmão, fico muito feliz que vc tenha curtido seu brinquedo! Mas.. Vou te bater a real mano, vc ainda n viu nada! Kkkkkkkk, como tá recente vc ainda vai perceber além do sabor maravilhoso, o mundo de possibilidades que a descrição te proporciona, hj eu tava puto com uma reunião super chata, mais de 4 horas, levantei, fui ao banheiro e pufffff, a reunião ficou divertida, além de ninguém perceber, hoje em dia eu me sinto seguro com o lance do cheiro na roupa, aquele voodooo que a gente liberava quando respirava depois de fumar ficou no passado. Quando vc perceber as vantagens mano, em 3 semanas vc vai ter certeza absoluta que fez um bom negócio. O crafty é legal e tudo mais, mas.. P/ mim pega carona na fama do Volcano, n curti o vapor dele e pra limpar é foooooooodaaaa. Além da bateria do Pax ser extraordinária, nunca te deixa na mão, ele é um bonitinho. Kkkkkk, mano, depois de umas 12 seções é legal limpar pra n acumular óleo, e o vapor n ficar pesado, super importante é usar álcool iso, pq o álcool comum tem água e pode com o tempo oxidar o forninho, pra n gastar rápido as tiras de limpeza eu peguei uma vareta de solda, coloco algodão bem fixo na ponta e limpo.

grande abraço man.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
1 hora atrás, Curandeiro Dido disse:

 

Acho que não é por aí, mestre. Ninguém tá querendo elitizar a parada, só dar uma real que é a seguinte: os vaporizadores mais caros em geral são melhores. Em vários aspectos. Desde os mais desimportantes, como design (é uma das coisas que mais encarecem, mas eu acho besteira) até os mais fundamentais, como a qualidade e quantidade de vapor. Os mais caros foram feitos com materiais mais resistentes, passaram por um número maior de testes e fiscalizações, são mais bonitos e fáceis de usar. Isso não quer dizer que comprar o mais caro seja comprar o melhor, mas comprar o mais barato SEMPRE é pior.  

Há questões bem sérias envolvidas na decisão de comprar um vaporizador. A meu ver, o motivo principal seria optar por uma maneira mais saudável e eficiente de consumir a cannabis, embora eu esteja ligado que aqui nessa thread muita gente também esteja interessada numa alternativa que dê menos bandeira pra fumar na rua ou em casa. Acho um erro pensar assim como motivador de compra de um vaporizador. Primeiro porque se o vaporizador for bom mesmo, as primeiras 3-4 tragadas vão produzir uma quantidade bem significativa de vapor, que não tem como esconder, parece fumaça. Segundo que embora o cheiro seja muito mais discreto do que fumando, ainda é algo bem presente (sobretudo pra quem passa perto e no vaporizador em si, especialmente quando esfria, solidificando as resinas que estavam no vapor). Ou seja: quem compra um vaporizador pra usar na rua sem dar bandeira pode acabar se decepcionando. O bagulho na real chama até mais atenção do que fumar um na cara dura.

Quanto à saúde, pelo menos duas coisas deveriam ser levadas em consideração: o menor contato possível com partes plásticas no trajeto do vapor e a confiabilidade do elemento que aquece. Se o corpo do aparelho tem muito plástico, e se alguma parte desse plástico entra em contato com o vapor ou com o elemento aquecedor, temos um problema. O plástico, quando aquecido, também libera os seus próprios vapores que, se alterassem apenas o sabor e aroma do vapor já seria ruim, mas alteram também as suas propriedades. Ou seja: se tu resolve comprar o vaporizador mais barato, todo feito de plástico, junto com os terpenos, terpenoides e canabinoides, também estará inalando componentes químicos presentes no plástico (também conhecido como "vaporizando plástico"), que podem ser potencialmente danosos à saúde. Na real acho que não tem nenhum estudo dizendo se é nocivo ou não inalar vapores químicos derivados do plástico, mas quem já sentiu o cheiro de plástico queimando sabe com certeza que aquilo ali é tóxico.

Sobre o elemento que aquece ainda há uma outra questão: em fóruns gringos como o Fuck Combustion, GrassCity, Reddit e vários outros, um monte de gente alerta para o fato de que vários vaporizadores não são exatamente vaporizadores. O motivo? São feitos com materiais mais baratos e não tem um controle tão preciso da temperatura, de modo que muitos deles queimam a planta em vez de vaporizá-la. Ou seja: o cara paga por um vaporizador e recebe um cachimbo eletrônico. Um vaporizador que frequentemente é acusado desse tipo de problema é justamente esse G-PRO do Snoop Dogg. Por outro lado, o VapeCritic vez um review bem positivo dele (http://www.vapecritic.com/vaporizers/x-pen-pro/), ainda que fale mal da qualidade e quantidade do vapor.

Sempre achei vaporizador uma parada cara pra cacete, por isso sempre acabava deixando pra comprar depois. O primeiro que eu quis comprar foi o Pax, mas custava 250 dólares, e na época que o dólar estava tipo 2 por 1 eu já achava meio foda pagar 500 reais por ele. Mas aí sei lá: já não sou mais criança, já fumei bastante nessa vida, melhor tratar os pulmões um pouco melhor. Daí resolvi que esse ano ia me dar de presente de Natal um vaporizador.

Antes de comprar o meu Arizer Solo (paguei uns 850 contos com o Maurício da VaptVupt) eu li pra caralho sobre todas essas coisas. Já tinha usado o Pax original uns anos atrás e achado uma merda. Não importava o quanto eu vaporizava, eu nunca ficava realmente chapado. Anos depois usei o Volcano algumas vezes e achei espantoso o quanto fiquei louco. Como vi várias resenhas gringas apontando o Solo como melhor vaporizador portátil em termos de sabor, qualidade e quantidade de vapor (somado ao preço, facilidade de uso, durabilidade e tempo de duração da bateria), achei que era a escolha mais acertada. Os caras dão garantia vitalícia pro elemento que aquece (de cerâmica, envolvido por uma peça de aço inoxidável). Há diversos relatos de gente falando que a unidade é dureza, que não quebra de jeito nenhum e aguenta todo tipo de abuso (embora tenha os tubos de vidro que muita gente diz quebrar). Por outro lado, são justamente os tubos de vidro que garantem uma qualidade de vapor difícil de superar. Não só pelos sabores e aromas (mesmo com o prensado), mas também pela variedade dos efeitos. Sempre vaporizo numa temperatura mais baixa no começo do dia, para ficar mais ligado, e em temperaturas mais altas à noite, quando quero chumbar.

O que, por fim, me leva ao último elemento dessa equação, que me pegou de surpresa (mas foi a melhor surpresa): eficiência. Um vaporizador bom consegue aproveitar muito melhor a tua matéria prima. Fiquei abismado como caiu meu consumo de erva depois que comecei a vaporizar. Levei um mês (31 dias) pra consumir a mesma quantidade que eu costumava fumar em 7 a 10 dias. Consigo extrair de cada porção de erva que coloco no Solo pelo menos três sessões de 12 minutos - uma na temperatura 3, uma na 4 e uma na 5 ou 6 - e fico BEM chapado nas 3 vezes. Ainda não tentei fazer uma sessão começando direto pelas temperaturas mais altas, mas não vejo muita vantagem. Dizem que as temperaturas mais altas produzem vapores mais densos, mas eu estou mais interessado nos sabores e efeitos do que na estética da fumaça (ou vapor, nesse caso). Além do mais, a temperatura 4 já produz umas nuvens bem importantes e os efeitos que eu desejo: uma alteração mais mental que física, que me ajuda a focar e executar tarefas, em vez daquela clássica vontade de ficar deitado no sofá jogando uns games e ouvindo um som (o que também dá pra obter vaporizando em temperaturas mais altas) . 

Essa eficiência também representa, a longo prazo, uma grande economia: não preciso mais gastar com sedas e isqueiros e consumo 1/3 do que eu estava acostumado a consumir de erva em um ano - e isso usando bastante, pelo menos 3 vezes ao dia. Todavia estou de férias. Quando voltar ao batente com certeza não vai dar pra ficar vaporizando 3x por dia, então a tendência é a economia ser ainda maior.

Em suma: antes de comprar um vaporizador recomendo fortemente se informar. Ler bastante sobre o assunto. Depois, acho muito importante experimentar: não é todo mundo que se adapta com vaporizador, e é um investimento bem caro (mesmo nas opções mais baratas). Em terceiro lugar, lembre-se que a ideia por trás do vaporizador é reduzir os danos à sua saúde, então: não economize. Comprar um produto muito barato agora pode render uma puta dor de cabeça lá na frente. Se não tem grana pra comprar um vaporizador realmente bom agora, meu conselho é que espere mais um ano e junte mais uma grana. Pra mim foi o melhor conselho possível: se eu não tivesse esperado, teria comprado um Pax em 2013 (e estaria achando uma merda).

Dito tudo isso, no fim das contas é tudo uma questão de bom senso: não acho que precisa pagar quase 2 mil num Pax2, num Crafty ou num  Mighty (que dizem ser o melhor porque é dos mesmos caras que fazem o Volcano), mas não sei se eu investiria 300-400 reais numa dessas canetas aí. Mas é aquilo: teria de experimentar. Não conheço, só de ouvir falar. Indo pelo caminho do meio, ali na faixa dos 700-900, tem muito jogo. Dá pra comprar muito vaporizador bom (Firefly, Magic Flight Launch Box, DaVinci, Ascent, Vapir, Air, Solo), que vai durar e vai te ajudar a economizar muito em ganja nos próximos anos. De quebra, não vai mais danificar o teu pulmão. Eu acho que vale mais a pena pensar por aí. Mas cada um cada um!

abraços!

Mano, vc mandou bem, eu pensei até em responder, mas.. Tudo foi dito! Eu amo o Pax, acho extraordinário, mas... Prefiro o Air. O Pax fica no carro e o Air na cabeceira da cama. Kkkkkk

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Faça login para comentar

Você vai ser capaz de deixar um comentário após fazer o login



Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...